Michaela Blyde é a artilheira da temporada, com 13 tries. Foto: Mike Lee - KLC/World Rugby

ARTIGO COM VÍDEOS – Ninguém segura as Black Ferns no momento. A Nova Zelândia conquistou nesta sexta o título do Dubai Sevens Feminino, a 2ª etapa da Série Mundial de Sevens Feminina 2018-19, acumulando seu 6º título consecutivo em torneios disputados – incluindo as 3 últimas etapas da temporada passada, a Copa do Mundo e a 1ª etapa da atual temporada.

Dubai vem sendo um lugar de intensas disputas, com Nova Zelândia e Austrália se revezando nos títulos.

Mas desta vez as australianas não desempenharam o esperado e as neozelandesas seguiram brilhante.

Clique aqui para conferir como foi o primeiro dia de jogos

- Continua depois da publicidade -

Após o primeiro dia ruim, a Austrália se recuperou nas quartas de final de sexta, passando com tudo pela Inglaterra por 27 x 12, ao passo que a Nova Zelândia confirmou favoritismo passando pela Rússia por 31 x 00. Canadá e Estados Unidos também mantiveram boa forma despachando Irlanda e França, respectivamente, por 24 x 07 e 12 x 10. A vitória americana sobre as franceses se deu com a França perdendo a conversão de seu último try já com o tempo esgotado.

Nas semifinais, a Nova Zelândia se impôs sobre os Estados Unidos por 22 x 00 na reedição da última final, com hat-trick (3 tries) da melhor do mundo Michaela Blyde. Já o Canadá passou pela Austrália por 15 x 10, com Bianca Farella correndo para o try decisivo no lance final.

Nas disputas menores, a China conseguiu um feito importante, vencendo o Challenge Trophy (o 9º lugar) ao despachar Fiji e Espanha, largando a lanterna do circuito nas mãos das fijianas. Já a Austrália ergueu a cabeça na disputa do bronze derrotando os EUA em jogo eletrizante por 26 x 21, para minimizar novo prejuízo. Kelter jogou muito e fez 2 tries para as americanas, mas a Austrália tinha Charlotte Caslick, que fez 2 tries cruciais. A vitória saiu com o tempo esgotado com try de Dick.

Na grande final não houve dúvidas em momento algum sobre quem venceria. As Black Ferns dominaram o duelo com as canadenses triunfando por 26 x 14. Nathan-Wong correu para 2 tries, enquanto Fitzpatrick e Broughton também cruzaram o in-goal, definindo a vitória neozelandesa.

A próxima etapa será em fevereiro em Sydney, na Austrália, com o time da casa desesperado por uma reação.



HSBC Womens Sevens Series 2018-19 – Série Mundial de Sevens Feminina – 2ª etapa, em Dubai, Emirados Árabes Unidos

*Horários de Brasília

Sexta-feira, dia 30 de novembro

Quartas de final

03h00 – Nova Zelândia 31 x 00 Rússia

03h22 – Estados Unidos 12 x 10 França

03h44 – Inglaterra 12 x 27 Austrália

04h06 – Canadá 24 x 07 Irlanda

 

Semifinais pelo Challenge Trophy (9º lugar)

04h28 – Fiji 10 x 12 China

04h50 – Quênia 07 x 24 Espanha

 

Semifinais pelo 5º lugar

06h14 – Rússia 21 x 10 França

06h36 – Inglaterra 22 x 17 Irlanda

 

Semifinais pelo Ouro

07h28 – Nova Zelândia 22 x 00 Estados Unidos

07h50 – Austrália 10 x 15 Canadá

 

Finais

08h40 – Decisão de 11º lugar – Fiji 17 x 05 Quênia

09h02 – Decisão de 7º lugar – França 17 x 05 Irlanda

09h24 – Decisão de 5º lugar – Rússia 12 x 07 Inglaterra

10h24 – Final do Challenge Trophy (9º lugar) – China 12 x 07 Espanha

10h49 – Decisão de Bronze (3º lugar) – Estados Unidos 21 x 26 Austrália

11h15 – FINAL Ouro – Nova Zelândia 26 x 14 Canadá

 

SeleçãoPontuação totalEtapa 1Etapa 2Etapa 3Etapa 4Etapa 5Etapa 6
Nova Zelândia402020
Canadá341618
Estados Unidos321814
Austrália281216
França22148
Rússia20812
Inglaterra16610
Irlanda16106
Espanha743
China624
Fiji532
*tabela com somente as equipes fixas
- Pontuação: 1º lugar, 20 pontos / 2º, 18 pts / 3º, 16 pts / 4º, 14 pts / 5º, 12 pts / 6º, 10 pts / 7º, 8 pts / 8º, 6 pts / 9º, 4 pts / 10º, 3 pts / 11º, 2 pts / 12º, 1 pt;

1º a 4º lugares = Classificação aos Jogos Olímpicos Tóquio 2020;
11º lugar =Rebaixamento