Camisa do Peñarol

O Peñarol, do Uruguai, está de vento em popa em sua preparação para a edição inaugural de 2020 da SLAR, a Superliga sul-americana profissional. Os Carboneros anunciaram oficialmente seu elenco com 28 nomes, mas ainda é possível que o grupo cresça com novas contratações.


Uma das novidades desta semana foi a confirmação do retorno de Andrés Vilaseca, jogador da linha dos Teros, que estava na Major League Rugby dos Estados Unidos, atuando pelo Austin Herd. O atleta – que capitaneou o Uruguai no jogo contra a Austrália na Copa do Mundo – optou por seguir os passos de Santiago Arata e Matias Sanguinetti e jogar a SLAR ou invés da MLR.

A outra novidade foi a contratação do segunda linha colombiano Danny Giraldo, que obtém, assim, seu primeiro contrato profissional. Com ele, o Peñarol já conta em seu elenco com 7 estrangeiros e 21 uruguaios sob o comando do técnico argentino Pablo Bouza.

O uniforme da equipes também foi já apresentado.

- Continua depois da publicidade -

Avançados: Mateo Sanguinetti, Joaquín Jaunsolo, Marco Genco (Argentina), Diego Arbelo, Ignacio Péculo, Ezequiel Ramos, Guillermo Pujadas, Obert Nortjé (Namíbia), Danny Giraldo (Colômbia), Juan Juan Garese, Manuel Rodríguez, Santiago Civetta, Manuel Ardao, Leandro Segredo, Alejandro Nieto;

Linha: Santiago Arata, Alfredo Pueyrredón (Argentina), Jerónimo Portela (Portugal), Andrés Vilaseca, Janry du Toit (Namíbia), Tomás Inciarte, Juan Manuel Cat, Agustín Della Corte, Baltazar Amaya, Nicolás Freitas, Raffaele Storti (Portugal), Felipe Etcheverry, Federico Favaro;