Derrotado na eleição para a presidência do World Rugby, a federação internacional, o argentino Agustín Pichot renunciou hoje à sua posição no Conselho da entidade.

A União Argentina de Rugby tem 3 cadeiras no Conselho do World Rugby e Pichot ocupava uma delas. O ex Puma declarou: “A partir de hoje, decidi não continuar como representante da UAR no Conselho Mundial de Rugby, nem como membro do Conselho da Copa do Mundo de Rugby, nem como presidente do Americas Rugby. Escusado será dizer que sou muito grato pela responsabilidade e confiança que me foram dadas durante todo esse tempo”, disse Pichot.

E acrescentou: “A única razão pela qual eu faço parte do World Rugby até hoje e que, por sua vez, é a mesma que me levou a concorrer à presidência, é a convicção de que o World Rugby precisa uma mudança. Mas minha proposta, na qual acredito fervorosamente, não foi escolhida, e é por isso que escolho me afastar. Não consigo conceber ocupar um lugar apenas por ocupá-lo ”.

“Embora agora me dedique exclusivamente a questões familiares e pessoais, isso não significa que estou me afastando do Rugby. Eu sempre contribuirei, do lugar que me toca, para alcançar um rugby global mais justo e equitativo, do qual continuamos orgulhosos de participar e fazer parte”.

- Continua depois da publicidade -

A Americas Rugby é a entidade que organiza o Americas Rugby Championship e o Americas Rugby Challenge, trabalhando em conjunto com Rugby Americas North (a federação norte-americana e caribenha) e Sudamérica Rugby (a federação sul e centro americana). Pichot era presidente da entidade.