Foto: Warren Little - World Rugby via Getty Images

Antes do pontapé inicial da Copa do Mundo, publicamos uma lista de recordes que poderiam ser quebrados na edição deste ano. Quais recordes já foram quebrados e quais (realisticamente) ainda poderão ser quebrados?

 

Springboks e François Steyn em busca de recorde

A África do Sul ruma a sua terceira final na história e poderá igualar a Nova Zelândia como as únicas tricampeãs do planeta. Porém, a África do Sul jamais perdeu uma final, o que seria um fato notável: 100% de aproveitamento em finais, caso derrote nesse sábado a Inglaterra.

- Continua depois da publicidade -

Já François Steyn poderá igualar a marca de seu compatriota Os Du Randt como os únicos sul-africanos bicampeões do mundo. Du Randt venceu o título em 1995 e 12 anos depois em 2007. Steyn igualaria tal recorde, repetindo o feito de vencer um Mundial 12 anos após seu primeiro.

 

Final mais repetida

O duelo África do Sul contra Inglaterra se somará a Austrália contra Inglaterra (1991 e 2003) e a Nova Zelândia contra França (1987 e 2011) como as únicas finais que já se repetiram. Springboks e ingleses duelaram antes em 2007.

 

Menor diferença entre o primeiro e o segundo escalões

Na era profissional (a partir do Mundial de 1999) a Copa do Mundo de 2019 é a que teve o menor “maior placar” da história em termos de diferença de pontos: Nova Zelândia 63 x 00 Canadá. O resultado é menor que África do Sul 64 x 00 Estados Unidos, em 2015. O placar com mais pontos em 2019 foi Nova Zelândia 71 x 09 Namíbia, isto é, um resultado com diferença de 62 pontos. A diferença média dos países do Six Nations/Championship sobre os demais caiu para 30 pontos – a menor até hoje.

 

Grupo de vitoriosos

Apenas uma vez na história, em 1987, um grupo da Copa do Mundo havia tido todos os seus participantes com ao menos uma vitória. O Grupo D do Mundial de 2019 igualou o feito, mas com um jogo a mais por time com relação a 1987. Uruguai, Fiji e Geórgia foram todos eliminados tendo vencido ao menos uma partida.

 

Wallaby recordista

O australiano Jordan Petaia se tornou o atleta mais jovens a já marcar um try em uma partida de Mundial. Petaia marcou contra o Uruguai no dia 5 de outubro e bateu o recorde que era justamente de François Steyn.

 

Eugene Jantjies e o recorde indesejável

O scrum-half da Namíbia, Eugene Jantjies, se tornou o atleta com mais derrotas sofridas em Mundiais. Jantjies bateu o romeno Tonita, chegando a 14 derrotas.

 

Mundial com mais cartões vermelhos na história

Nenhuma Copa do Mundo teve tantos cartões vermelhos como 2019. Foram 8 ao todo até o momento, frutos do maior rigor do World Rugby com relação a contatos com a cabeça e tackles perigosos.

 

Recorde de TV

O Japão ainda bateu recordes de televisão para partidas em uma mesmo país. A vitória sobre a Irlanda foi assistida por mais de 30 milhões de pessoas, algo que nenhum outro país já conseguiu alcançar.