Imagem de divulgação do ASM Monaco

No próximo dia 1o de fevereiro, a França viverá uma grande novidade. A Paris La Défense Arena, o estádio do Racing, receberá o novo Super Sevens francês, competição criada pela LNR (a liga profissional do país) para fomentar o seven-a-side (já que Paris será a sede dos Jogos Olímpicos em 2024).


O novo torneio envolverá todos os 14 clubes do Top 14, a primeira divisão do país, que terá uma pausa no fim de semana em questão, assim como uma equipe do Barbarians Francês (um combinado de craques internacionais) e uma equipe de Mônaco, totalizando 16 times.

O time monegasco será ninguém menos que o ASM Monaco, o clube de futebol famoso que hoje conta também com um time de rugby nas divisões amadoras da França. Para o Super Sevens, o Monaco também contará com atletas internacionais e o grande destaque foi a contratação para o evento dos brasileiros Felipe e Daniel Sancery. Os dois cresceram na França e chegaram a jogar rugby profissional pelo Albi antes de se mudarem para o Brasil.

O time do Monaco tem como diretor o ex jogador da seleção francesa Fréd Michalak e como treinador o ex jogador da seleção de sevens francesa Paul Albadalejo. Além dos brasileiros, já foi anunciada a contratação de Benjamin Lapeyre, ponta com passagens por Toulon, La Rochelle, Brive, Racing e Castres.

- Continua depois da publicidade -

 

A competição

O Super Sevens francês será de tiro curto, com um mata-mata simples entre os 16 participantes, durando um dia. O Monaco dos Sancerys encarará nas oitavas de final o Brive.

Tabela:

Lado 1

Barbarians x Clermont

Lyon x Racing

Brive x Monaco

Montpellier x Stade Français

 

Lado 2

Toulouse x Agen

Pau x Bordeaux

Castres x Toulon

La Rochelle x Bayonne