Foto: Laís Girotto/Rugby São Carlos

Grandes jogos no final de semana incendiaram a tabela do Campeonato Paulista B, com destaque para o confronto entre São Carlos e Rio Branco, vice e terceiro, respectivamente antes do início da rodada, alavancou os rinocerontes para a liderança provisória, aproveitando o descanso do Engenharia Mackenzie na rodada. Os Piratas não tomaram conhecimento do São Bento e aplicou um dos maiores placares da temporada; e no duelo dos desesperados, o Urutu ganhou sobrevida ao vencer fora de casa os Jaguars, que ainda estão por conhecer uma vitória nesta temporada.

São Carlos recebeu a renovada equipe do Rio Branco e não frustraram os espectadores sobre o grande jogo que iriam protagonizar, demonstrando a força das duas equipes para buscar a liderança do Paulista B. Mais uma vez, assim como foi contra o Urutu, Luis Cameirão foi o grande destaque do jogo e vem se tornando até o momento o jogador do torneio com uma exibição incrível e marcando todos os pontos da equipe da casa. O São Carlos, com seu jogo bem veloz, administrou o início da partida e conseguiu superar a velocidade dos jovens jogadores do Rio Branco com seu ataque e dominou a primeira metade do jogo, forçando penais da equipe visitante, deixando o placar em 11×0. A reação do Rio Branco veio com dois tries no fim de Pedro Campos e Fábio Taleriga, reação que embora tardia, foi o suficiente para virar o placar e encerrar o primeiro tempo em 11×12 para o Rio Branco.

A virada não abalou a moral dos rinocerontes, que continuaram com a condução da partida no início da segunda etapa e através de dois penais e dois tries em pouco mais de 20 minutos, Luis Cameirão novamente colocou o São Carlos à frente do placar. Novamente, como foi premissa da primeira etapa, a reação do Rio Branco veio próximo do tempo regulamentar com um try de André da Silva, e que iria colocar números finais no grande jogo por 24×19, levando o São Carlos para a liderança e com o Rio Branco conquistando o ponto bônus que mantém a equipe próxima dos líderes.

O Piratas em seus domínios em Americana finalmente encaixou o jogo que flertou durante toda temporada e conseguiu um sonoro 65×14 diante do São Bento, conquistando seu melhor resultado no ano.

- Continua depois da publicidade -

O início do jogo demonstrou uma equipe focada na vitória, aplicando uma forte pressão logo de cara, surpreendendo os visitantes com dois de tries de Samuel Felipe, no primeiro minuto de jogo, seguido por outro 4 minutos depois. Mas o São Bento aproveitou um momento de desatenção e reagiu com o oitavo Rodrigo Dyer aos 12′, reação que foi logo abafada dois minutos depois com Lucas Macedo cravando seu tento e dando início à um desempenho fulminante dos donos da casa.

Os Piratas marcaram ao todo nada menos que 10 tries no jogo, sendo 6 no primeiro tempo, e demonstrando que o Piratas é uma equipe que quando encaixa o jogo é difícil de parar. Para o São Bento, a derrota o deixa em situação delicada no campeonato, na penúltima posição com 6 pontos, 2 a menos que o primeiro fora da zona de risco, o Tucanos de São João da Boa Vista.

No último jogo, realizado no domingo, Jaguars e Urutu realizaram o jogo das equipes que precisavam urgente de uma vitória para respirar na tabela e demonstraram um jogo dramático no primeiro tempo, com dois cartões amarelos, um para cada equipe. Sem conseguirem finalizar suas posses, com muitos erros para vencer a pressão defensiva, somente com 21 minutos de jogo, Jadson Felipe dos Santos, pelo Urutu, conseguiu o tento para os visitantes para abrir o placar. Os felinos, liderados pelo oitavo Stefano Penteado, com dois tries na metade final, colocou o Jaguars à frente por 12×07 no primeiro tempo.

Após o intervalo, o Jaguars começou como terminou o primeiro tempo e marcou mais um try convertido, levando a vantagem para 19×07. O momento crucial da partida foi o cartão amarelo do tryman do Jaguars Stefano Penteado, que não só deixou o Urutu com vantagem numérica, mas serviu de incentivo para aplicar nada menos que 5 tries convertidos, sendo o primeiro try novamente de Jadson Felipe dos Santos, um minuto após o cartão amarelo. Jadson encerraria a chuva de tries que surpreendeu os donos da casa, cravando um hat trick nos momentos finais do jogo e dando a vitória que parecia improvável no primeiro tempo para o Urutu, que respira mais aliviado na tabela com 11 pontos. O Jaguars flertou com a vitória, mas ainda permanece sem vencer no campeonato e terá confronto com Engenharia Mackenzie e Rio Branco nos próximos jogos, tarefa nada fácil para se recuperar.

Campeonato Paulista Série B – Semana 12

Dia 13/07/2019 às 15h00 – São Carlos 24 x 19 Rio Branco

Local: Água Vermelha – São Carlos, SP

 

Dia 13/07/2019 às 15h00 – Piratas 65 x 14 São Bento

Local: Parque Novo Mundo – Americana, SP

 

Dia 14/07/2019 às 10h00 – Jaguars 19 x 42 Urutu

Local: Campo do Padre – Jaguariúna, SP

 ClubeCidadePJVED4+7-PPPCSP
Engenharia MackenzieSão Paulo41981070349133216
São CarlosSão Carlos3898104026685181
TucanosSão João da Boa Vista27950443300159141
Rio BrancoSão Paulo2795044323217557
PiratasAmericana2695045127920871
UrutuSão Paulo22940551244257-13
ABCSanto André19940530191303-112
LechuzaSorocaba/Votorantim18931540217263-46
São BentoSão BentoSão Paulo10911731160348-188
JaguarsJaguariúna5900932163467-304
Vitória = 4 pontos
Empate = 2 pontos
Derrota = 0 pontos
Marcar 4 ou mais tries no jogo = 1 ponto
Perder por diferença de 7 pontos ou menos = 1 ponto

1º ao 4º colocados = Semifinais
9º colocado = Repescagem de Rebaixamento contra o vice do Paulista C
10º colocado = Rebaixamento direto