Saracens é campeão da Premiership

ARTIGO COM VÍDEO – Saracens é o campeão da temporada 2014/15 da Aviva Premiership, o Campeonato Inglês de Rugby Union. Em uma partida em que fez um primoroso primeiro tempo, o Saracens praticamente decidiu o jogo nos primeiros 40 minutos, deixando para a segunda etapa apenas para administrar a vantagem no placar.

 

Saracens levou vantagem nos laterais, vencendo 3 importantes laterais cobrados pelos Bath quando este não podia perder o lateral. E o time londrino cumpriu sua parte nos laterais que cobrou. Em ruce, o Bath levou vantagem, mas o time londrino, mesmo perdendo alguns ruces, conseguia ditar o ritmo da partida, com exceção dos 20 primeiros minutos da segunda etapa.

 

O jogo começou equilibrado, mas aos 5 minutos Farrell faz um excelente passe rápido e se posiciona ao fim da linha para finalizar a jogada com o primeiro try da partida. Ele mesmo chutou para a conversão e o Saracens abriram o placar para 7 x 0. A partir aí a equipe londrina passou a dominar o jogo. Pressionava no ataque e evitava as jogadas do adversário, que errava. Em um desses erros, ainda antes do meio do campo, o Bath deixou a bola cair e Jamie George retomou sua posse e dali partiu para anotar o segundo try do Saracens, em uma corrida de aproximadamente 35 metros. Desta vez, Farrell não converteu o chute. Sarries 12 x 0.

 

Saracens mantinha o domínio e aproveitava as oportunidades de pontuar que conseguia. Aos 21 minutos, Farrell em um penal ampliou para a equipe londrina 15 x 0. Cinco minutos depois, em uma linda jogada individual de Semesa Rokoduguni, Alex Goode cometeu um penal que poderia muito bem ter-lhe rendido um cartão amarelo por impedir o avanço de um jogador sem bola. George Ford cobrou o penal e marcou os primeiro pontos do Bath: a esta altura 15 x 3 para o Saracens.

 

Aos 30 minutos, em uma ofensiva dos Saracens com a bola trabalhada de um lado do campo ao outro e envolvendo até uma “embaixadinha” de David Strettle em uma corrida e um belo passe de Jamie George, Chris Whyles anotou o terceiro try do Saracens, que Farrell converteu. Sete minutos depois, mais um penal a favor do time londrino fez o placar ampliar com a conversão de Farrell. Placar do primeiro tempo: 25 x 3 para o Saracens.

 

Mike Ford, o manager do Bath, deve ter feito um bom trabalho com a equipe no intervalo. A equipe acordou e voltou mais aguerrida e parou o Saracens. Durante 20 minutos, só o Bath jogou. Saracens apenas se defendia. Ou tentava. Aos 4 minutos, penal distante, mas bem cobrado por Ford, já mexia com a moral da equipe do sudeste da Inglaterra. Bath pressionava e o Saracens que não tinha passado por um momento destes na partida, estranhou e estava um tanto perdido. E o try do Bath não demorou a acontecer, aos 12 minutos Jonathan Joseph rompeu a marca da defesa londrina e anotou o tento. Ford converteu sem problema algum. A esta altura, Bath já ameaçava no placar: 25 x 13 para o Saracens. Aos 20 minutos, o Saracens ainda um tanto perdido, cometeu um penal por impedimento em um ruck e Ford converteu. Aproximando ainda mais o Bath no placar. 25 x 16.

 

Então, Mark McCall, o manager do Saracens, efetuou algumas substituições e o elenco dos londrinos tem jogadores muito bons que podem substituir os titulares à altura e isso fez a diferença quando McCall colocou a experiência de Neil de Kock, Jim Hamilton e Charlie Hodgson em campo. Jogadores acostumados a decisões que cadenciaram o jogo e, mesmo ficando menos com a bola, era o Saracens quem ditava o ritmo da partida. Aos 22 minutos, em um penal, Farrell deu os números finais ao placar: 28 x 16 para o Saracens.

 

Bath bravamente tentou reverter, mas a experiência dos jogadores do Saracens em campo seguraram o ataque da equipe do sudeste da Inglaterra.

 

Com esta vitória o Saracens conquista seu segundo título do Campeonato Inglês de sua história, deixando o Bath mais um ano na espera, que passa a 19 anos de espera por um título da Premiership. Ambas as equipes estão classificadas para a próxima edição da European Rugby Champions Cup.

 

AvivaPremiershipLogo

Aviva Premiership – Campeonato Inglês

Final

Bath copy copy     16  versus copiar 28   Saracens logo

Bath 16 x 28 Saracens – Twickenham, em Londres

Árbitro: Wayne Barnes

 

Bath

Try: Jonathan Joseph

Conversão: George Ford

Penais: George Ford (3)

15 Anthony Watson, 14 Semesa Rokoduguni, 13 Jonathan Joseph, 12 Kyle Eastmond, 11 Matt Banahan, 10 George Ford, 9 Peter Stringer, 8 Leroy Houston, 7 Francois Louw, 6 Sam Burgess, 5 Dave Attwood, 4 Stuart Hooper (c), 3 David Wilson, 2 Ross Batty, 1 Paul James

Suplentes: 16 Rob Webber, 17 Nick Auterac, 18 Henry Thomas, 19 Dominic Day, 20 Matt Garvey, 21 Carl Fearns, 22 Chris Cook, 23 Ollie Devoto

 

Saracens

Tries: Owen Farrell, Jamie George e Chris Wyles

Conversões: Owen Farrell (2)

Penais: Owen Farrell (3)

15 Alex Goode, 14 Chris Wyles, 13 Duncan Taylor, 12 Brad Barritt, 11 David Strettle, 10 Owen Farrell, 9 Richard Wigglesworth, 8 Billy Vunipola, 7 Jacques Burger, 6 Maro Itoje, 5 George Kruis, 4 Al Hargreaves (c), 3 Petrus du Plessis, 2 Jamie George, 1 Mako Vunipola

Suplentes: 16 Schalk Brits, 17 Richard Barrington, 18 Juan Figallo, 19 Jim Hamilton, 20 Jackson Wray, 21 Neil de Kock, 22 Charlie Hodgson, 23 Chris Ashton

 

Lista de campeões do Campeonato Inglês

1 – Leicester Tigers – 10 títulos

2 – Bath – 6 títulos

Wasps – 6 títulos

4 – Saracens – 2 títulos

5 -Harlequins – 1 título

Newcastle Falcons – 1 título

Northampton Saints – 1 título

Sale Sharks – 1 título

Comentários