Unión de Rugby del Paraguay

ARTIGO COM VÍDEO – Neste domingo, foi dada a largada para o Campeonato Sul-Americano M20, no estádio Héroes de Curupayti, em Assunção, no Paraguai, e o Brasil estreou com uma dura derrota para a seleção da casa, que poderá ter custado aos Curumins a chance de irem ao Troféu Mundial M20. Um 25 x 23 decidido no finzinho que foi a primeira derrota do Brasil para o Paraguai desde 2011 na categoria.

O jogo começou com o Brasil forte, abrindo 6 x 0 em questão de poucos minutos com dois penais bem chutados por Leo Ilha. O Paraguai, no entanto, mostrava força no jogo de contato e, em especial, nos scrums desde o começo, mas não conseguia ter volume de jogo. Eram os Curumins que levavam vantagem e, aos 23′, depois de ter perigo algumas vezes com a bola em mãos na velocidade, o Brasil fez seu try, com Ariel puxando o contra-golpe, Feijão arrancando e deixando para Maranhão marcar. 13 x 00.

O Paraguai seguiu forte nos tackles e pouco a pouco foi ganhando terreno. O Brasil teve nova chance de try com bela troca de passes entre Thiago e Maranhão, mas os donos da casa eram fortes na defesa. Aos 35′, o Paraguai mostrou sua força trabalhando bem a bola no ataque até a finalização na ponta para o primeiro try, de Matiauda. 13 x 05 no intervalo.

O segundo tempo foi bem mais complicado para o Brasil, que foi caindo de rendimento e tendo poucos bons momentos no ataque, enquanto o Paraguai foi ganhando confiança. O pack paraguaio bateu fase atrás de fase no começo da segunda etapa, teve um try anulado por knock-on, mas foi recompensado aos 51′, com o try do pilar Caballeros, que deixava os Jovens Yakarés a 1 ponto da virada, 13 x 12. O Brasil sentiu o golpe e o Paraguai viveu sem momento, apostando em não chutar um penal aos paus para sair jogando e marcar seu terceiro try, aos 55′, abrindo 19 x 13.

- Continua depois da publicidade -

O Brasil respondeu logo e capitalizou em sua primeira boa descida ao ataque, com as fases feitas com qualidade até Matheus Cláudio receber aberto para guardar o try. 20 x 19 que pareciam recolocar o rumo do jogo nos trilhos para os Curumins. Mas, não foi bem o que ocorreu. O Brasil teve uma bola preciosa para chutar aos paus e abrir frente, mas tomou a decisão errada, que viria a se provar fatal. Depois, os Curumins passaram perto de try, ao quase cravar no in-goal em sequência de fases, bem defendidas pelos anfitriões. O Paraguai voltou a ter volume de jogo, desperdiçou um penal ousado de longa distância aos 73′, mas, logo na sequência, após erro brasileiro em sair jogando, virou o placar com penal certeiro do nome do jogo Marcelo Matiauda. 22 x 20.

Leo Ilha não deixaria por menos e aproveitou com precisão penal para os Curumins faltando 2 minutos para o encerramento, que colocavam os Curumins na frente por 23 x 22. Contudo, na última bola, os guaranis arrancaram o penal crucial da vitória, que Matiauda não desperdiçou. 25 x 23 e festa no Heróis de Curupayti.

 

Chile e Uruguai venceram com contundência

Chilenos e uruguaios largaram no M20 com vitórias muito tranquilas sobre as novatas Venezuela e Colômbia. O Chile venceu seu jogo contra os venezuelanos por nada menos que 119 x 00, ao passo que o Uruguai fez 99 x 05 sobre os colombianos, que eram aguardados no torneio com expectativas mais altas.

As seleções voltarão a campo na quarta-feira, com o Brasil lutando por uma vitória sobre o Chile.

 

O formato do Sul-Americano M20

São 6 seleções participantes, divididas em 2 grupos com 3 times cada, sendo que cada seleção enfrenta apenas os times do outro grupo, em um total de 3 rodadas. E é só. O time que mais pontos somar será o campeão, sem que haja uma final. Isso significa que duas seleções podem acabar com 3 vitórias e nenhuma derrota, sem se enfrentarem pelo título. O campeão se garantirá no Troféu Mundial M20 de 2018, a segunda divisão mundial, que será no segundo semestre, em local e datas a serem anunciadas ainda.

 

Campeonato Sul-Americano M20 – em Assunção, Paraguai

*Horários de Brasília

119versus copiar00

13h00 – Chile 119 x 00 Venezuela

99versus copiar05

15h00 – Uruguai 99 x 05 Colômbia

23versus copiar25

17h00 – Brasil 23 x 25 Paraguai

15 Robson de Morais, 14 Thiago Ramos, 13 Victor Guilherme “Feijão” Silva, 12 Leo “Ilha” Ceccarelli, 11 Ariel Rodrigues, 10 Lucas Spago, 9 Daniel “Maranhão” Lima, 8 Matheus Cláudio, 7 Adrio de Melo, 6 Rafael Henrique Teixeira, 5 William Crippa, 4 João Victor “Pirulito” da Silva, 3 Levy Marinho, 2 David Páscoa, 1 Piero Pozzi;

Suplentes: 16 Leonardo “Neymar” da Silva 17 Brendon Pinheiro, 18 Henrique Ferreira, 19 Matheus “Acerola” de Oliveira, 20 Gabriel “Argentino” Graef, 21 Felipe Cunha, 22 Joel “Fiji” dos Santos, 23 Patrick Fonseca;

 

Quarta-feira, dia 11 de abril

13h00 – Venezuela x Colômbia

15h00 – Brasil x Chile

17h00 – Uruguai x Paraguai

 

Sábado, dia 14 de abril

13h00 – Brasil x Colômbia

15h00 – Paraguai x Venezuela

17h00 – Uruguai x Chile

 

SeleçãoPtsJVED4+7-PPPCSP
Uruguai1533003017824154
Chile1032012015644112
Paraguai93201101056837
Brasil6310211856223
Colômbia531021057163-106
Venezuela030030012232-220

 

Europeu M20 também começou

Em Coimbra, Portugal, foi dada a largada neste domingo também para o Europeu M20, que vale uma vaga igualmente no Troféu Mundial M20. Com isso, a Geórgia e os países do Six Nations, já garantidos na primeira divisão mundial, não participam do torneio.

Às véspera do início do Europeu M20, a Alemanha abandonou a competição, obrigando a organização a formar uma segunda seleção portuguesa para completar as disputas. Com 8 participantes, o torneio começa na fase de quartas de final e na abertura Portugal passou por sua seleção de desenvolvimento. O destaque foi a derrota da Romênia para a Holanda, desperdiçando a conversão do empate no lance final.

 

Quartas de final

Portugal 44 x 00 Portugal Centro-Norte

Espanha 81 x 00 Ucrânia

Rússia 71 x 05 Polônia

Romênia 38 x 40 Holanda

 

Semifinais – dia quarta, 11/04

Ucrânia x Polônia – Semifinal pelo 5º lugar

Romênia x Portugal Centro-Norte – Semifinal pelo 5º lugar

Espanha x Rússia – Semifinal

Portugal x Holanda – Semifinal