Brasil conhece oponentes de Hong Kong

O próximo desafio oficial da Seleção Brasileira Masculina de Sevens já tem data: entre os dias 8 e 10 de abril, os Tupis estarão em Hong Kong para a disputa do que pode ser considerado o segundo mais importante torneio do ano para a equipe, abaixo apenas dos Jogos Olímpicos. O Brasil disputará o torneio da segunda divisão mundial, cujo campeão ganhará promoção à elite do sevens mundial.

 

O Brasil caiu no grupo mais complicado do Torneio Qualificatório (a segunda divisão), tendo pela frente o favorito Japão – hoje acima de Portugal e Rússia no temporada da Série Mundial, mesmo tendo jogado somente como convidado 4 das 6 etapas -, Tonga – que não foi nada bem no último torneio de Hong Kong, mas se redimiu em 2015 vencendo Samoa no Oceania Sevens – e Marrocos – o mais fraco da chave. Os Tupis jamais enfrentaram Tonga e Marrocos e encararam apenas uma vez o Japão, em 2013, também em Hong Kong, perdendo por apenas 17 x 10. Entre os favoritos, estão também a Espanha, que terá pela frente Chile a perigosa Papua Nova Guiné e o México, e o Zimbábue, que medirá forças na primeira fase com Hong Kong, seleção da casa, a ascendente Alemanha e a fraca Ilhas Cayman. Os dois primeiros colocados de cada grupo e os dois melhores terceiros colocados avançarão às quartas de final.

 

No torneio principal, segue a briga entre Fiji, África do Sul, Nova Zelândia e Austrália pela ponta. A convidada do torneio é a Coreia do Sul, que não conseguiu vaga para o Torneio Qualificatório.

 

A Série Mundial de Sevens conta com 15 seleções centrais, que disputam todas as 10 etapas. A última colocada entre as 15 seleções ao final da temporada se´ra rebaixada. A segunda divisão consiste em apenas um torneio, o Torneio Qualificatório de Hong Kong, que reúne as duas melhores seleções de cada continente entre as que não são seleções centrais do circuito, e o campeão do Torneio Qualificatório se tornará na temporada seguinte uma das 15 seleções centrais.

 

SWS 2015-16 logo

Hong Kong Sevens – 7ª etapa da Série Mundial de Sevens Masculina 2015-16 – em Hong Kong, China

Torneio Principal

Grupo A: Nova Zelândia, Samoa, França e Quênia

Grupo B: Fiji, Gales, Canadá e Coreia do Sul

Grupo C: Austrália, Estados Unidos, Argentina e Portugal

Grupo D: África do Sul, Escócia, Inglaterra e Rússia

 

Torneio Qualificatório

Grupo E: Zimbábue, Hong Kong, Alemanha e Ilhas Cayman

Grupo F: Espanha, Chile, Papua Nova Guiné e México

Grupo G: Japão, Tonga, Brasil e Marrocos

 

Seleção* Pontos – Classificação Geral Etapa 10 (Inglaterra) Etapa 9 (França) Etapa 8 (Singapura) Etapa 7 (Hong Kong) Etapa 6 (Canadá) Etapa 5 (Estados Unidos) Etapa 4 (Austrália) Etapa 3 (Nova Zelândia) Etapa 2 (África do Sul) Etapa 1 (Emirados Árabes)
Fiji 181 15 19 19 22 15 22 17 17 13 22
África do Sul 171 19 13 17 17 19 17 15 19 22 13
Nova Zelândia 158 13 10 12 19 22 13 22 22 10 15
Austrália 134 07 12 10 15 17 19 19 13 10 12
Argentina 119 12 15 15 08 05 10 13 12 19 10
Estados Unidos 117 17 05 07 12 12 15 10 10 12 17
Quênia 98 03 10 22 10 01 10 12 10 15 05
Inglaterra 92 10 07 05 13 05 01 10 15 07 19
Samoa 89 05 22 13 05 13 03 07 08 03 10
Escócia 87 22 08 08 07 10 05 05 07 08 07
França 85 10 17 10 05 07 07 01 03 17 08
Gales 54 08 02 02 10 10 08 03 01 05 05
Canadá 40 05 01 01 02 08 02 08 05 05 03
Rússia 28 02 05 03 03 03 05 02 02 02 01
Portugal 21 01 03 05 01 02 01 05 01 01 01
*Apenas as seleções centrais
Etapa Campeão
Etapa 1 (Emirados Árabes) Fiji
Etapa 2 (África do Sul) África do Sul
Etapa 3 (Nova Zelândia) Nova Zelândia
Etapa 4 (Austrália) Nova Zelândia
Etapa 5 (Estados Unidos) Fiji
Etapa 6 (Canadá) Nova Zelândia
Etapa 7 (Hong Kong) Fiji
Etapa 8 (Singapura) Quênia
Etapa 9 (França) Samoa
Etapa 10 (Inglaterra) Escócia

– 15º colocado = rebaixamento.

Pontuação:
1º – 22 pontos; 2º – 19 pts; 3º – 17 pts; 4º – 15 pts;
5º – 13 pts; 6º – 12 pts; 7º e 8º – 10 pts;
9º – 8 pts; 10º – 7 pts; 11º e 12º – 5 pts;
13º – 3 pts; 14º – 2 pts; 15º e 16º – 1 pt.


 

Foto: Brasil x Japão, Hong Kong 2013. Mark Kolbe/Getty Images

Comentários