Foto: Paulinha Ishibashi

Sexta e sábado de muito rugby sevens feminino no Estádio Martins Pereira, em São José dos Campos. Pela primeira vez será disputado o Sul-Americano Feminino M18, com Brasil, Argentina, Chile, Colômbia e Paraguai entrando em campo pela única vaga da América do Sul nos Jogos Olímpicos da Juventude Buenos Aires 2018, que serão realizados em outubro na capital argentina.

Reuben Samuel, técnico do Brasil, confirmou 14 atletas que defenderão as Yarinhas, das quais 12 estarão disponíveis nos jogos. São 3 jogadoras do Guanabara, 3 do São José, 2 do Jacareí, 1 do Curitiba, 1 do Desterro, 1 do SPAC, 1 das Leoas de Paraisópolis, 1 do Armada e 1 do ABC.

Os jogos terão entrada gratuita e a CBRu deverá confirmar também transmissão online em seu Facebook.

 

- Continua depois da publicidade -

Quais as chances do Brasil?

Opinativo: O M18 é um torneio novo e será muito difícil fazer qualquer previsão. No papel, o Brasil é o favorito, jogando em casa, com um ótimo treinador, trabalho de alto rendimento com as atletas e com um cenário de rugby feminino superior ao das vizinhas. Entretanto, Argentina e Colômbia também estão evoluindo no M18 e podem surpreender. A Colômbia em especial, pois um trabalho muito forte de categorias de base. Já a Argentina ainda não quebrou a barreira a favor do rugby feminino, já que a grande maioria dos clubes argentinos não têm a categoria, mas o país vem apostando no alto rendimento também para as mulheres.

 

Brasil: Andressa do Nascimento Alves (Guanabara), Anne Crystyan Oliveira dos Santos (Guanabara), Arielly Medeiros (Jacareí), Beatriz Liviniec Fortunato Pereira (Curitiba), Eshyllen Coimbra Cardoso (Guanabara), Fernanda Pasternack Lobato (ABC), Giovanna Nayla Olio (SPAC), Giulia Rodrigues da Mota (Jacareí), Juliana Carneiro Brandão de Melo (São José), Maria Cristina Pereira Fernandes (São José), Milena Batista Mariano Silva (São José), Ryanne Vanessa Siqueira de Sousa (Armada), Silvana Oliveira Alves dos Santos (Leoas de Paraisópolis), Luisa Negraes Eschberger (Desterro).

 

Tabela

Sexta-feira, dia 02 de março

10h00 – Brasil x Chile

10h22 – Argentina x Colômbia

 

12h14 – Brasil x Paraguai

12h36 – Chile x Argentina

 

15h28 – Paraguai x Colômbia

15h50 – Brasil x Argentina

 

Sábado, dia 03 de março

10h00 – Paraguai x Chile

10h22 – Brasil x Colômbia

 

12h14 – Paraguai x Argentina

12h36 – Chile x Colômbia

 

15h00 – Disputa de 3º lugar

15h22 – FINAL