Fotojump

Nesse sábado, dia 3, chegará ao fim a edição 2018 do Americas Rugby Championship. E a partida que encerrará a competição opõe Brasil e Argentina XV – a seleção de desenvolvimento da Argentina – no Estádio Martins Pereira, em São José dos Campos, com transmissão ao vivo (18h10) da ESPN+.

O jogo valerá muito para os argentinos caso o Uruguai derrota os Estados Unidos em partida que acontece antes em Montevidéu. Caso os uruguaios vençam, os argentinos precisarão de uma vitória sobre o Brasil para serem campeões. Porém, caso a vitória seja dos EUA, o título já será dos norte-americanos.

Para o Brasil, o jogo vale para ganhar experiência contra uma seleção do nível da Argentina XV, pois a partida não valerá pelo Ranking Mundial e, se o Canadá tiver vencido o Chile em jogo que também acontece mais cedo, os Tupis não poderão sair do quinto lugar da competição.

Rodolfo Ambrosio aproveitará a partida para dar rodagem ao elenco e efetuou 3 mudanças na linha e 2 mudanças nos avançados. Desta vez, será Will que vestirá a camisa 9 no posto de Laurent, fazendo outra dupla bandeirantina com o abertura Josh. Os pontas serão novidade, com Ariel e De Wet voltando a serem titulares. Já no pack, o segunda linha Mauri entrará na vaga de Bruxinho, ao passo que na primeira linha Abud volta ganhando a camisa de Michel. No banco, a novidade é Valentim Garcia.

- Continua depois da publicidade -

Os argentinos virão para o Vale com o técnico Felipe Contepomi fazendo 11 alterações no XV que derrotou o Canadá no sábado passado. Mas as opções são por nomes que estiveram em campo em outros duelos do ARC, mostrando a profundidade do elenco argentino.

Vale lembrar que o jogo não valerá pontos no Ranking Mundial, já que a Argentina XV é oficialmente a segunda seleção argentina.

 

versus copiar

18h10 – Brasil x Argentina XV, em São José dos CamposESPN+ AO VIVO

Árbitro: Francisco González (Uruguai) / Assistentes: Murilo Bragotto (Brasil) e Victor Hugo Barboza (Brasil)

Brasil: 15 Lucas “Zé” Tranquez, 14 Ariel Rodrigues, 13 Felipe Sancery, 12 Moisés Duque, 11 De Wet Van Niekerk, 10 Josh Reeves, 9 Will Broderick, 8 André “Buda” Arruda, 7 Matheus Claudio, 6 Arthur Bergo, 5 Cléber “Gelado” Dias, 4 Maurício Canterle, 3 Jardel Vettorato, 2 Yan Rosetti (c), 1 Lucas Abud;

Suplentes: 16 Endy Willian Pinheiro, 17 Michel “Vanzinha” Olimpio, 18 Matheus “Blade” Rocha, 19 Michael “Ilha” Moraes, 20 Matheus “Matias” Daniel, 21 Daniel “Maranhão” Lima, 22 Stefano Giantorno, 23 Valentin Garcia;

 

Argentina XV: 15 Juan Cruz Mallía, 14 Julián Dominguez, 13 Santiago Resino, 12 Lucas Mensa, 11 Germán Schulz, 10 Juan Cruz González, 9 Felipe Ezcurra, 8 Santiago Portillo, 7 Lautaro Bavaro (c), 6 Francisco Gorrisen, 5 Ignacio Larrague, 4 Jerónimo Ureta, 3 Benjamín Espinal, 2 Axel Zapata, 1 Santiago Garcia Botta;

Suplentes: 16 Diego Fortuny, 17 Franco Brarda, 18 Lucas Favre, 19 Diego Galetto, 20 Santiago Montagner, 21 Gregorio Delaaa Prete, 22 Santiago Álvarez, 23 Rodrigo Etchart;

 

EquipeApelidoPJVED4+-7PPPCSP
Estados UnidosEagles2455004019768129
ArgentinaArgentina XV2154014116969100
UruguaiTeros1453022016815711
CanadáCanucks115202301321293
BrasilTupis451030063159-96
ChileCóndores150050171218-147
- Vitória = 4 pontos;
- Empate = 2 pontos;
- Derrota = 0 pontos;
- Anotar 4 ou mais tries = 1 ponto extra;
- Perder por 7 pontos ou menos de diferença = 1 pontos extra;