ARTIGO COM VÍDEOS – Ser campeão todo ano é realidade para poucos times no mundo. Entre eles, para as Yaras. A Seleção Brasileira Feminina se sagrou neste sábado tetradecacampeã campeã do Sul-Americano Feminino, prevalecendo, como sempre, sobre suas rivais do continente, para manter sua histórica invencibilidade regional.

O sábado em Montevidéu, no Uruguai, começou tranquilo para as Yaras. As quartas de final foram contra a seleção da casa a o triunfo foi consumado em 31 x 00 para as Yaras. Depois, a semifinal opôs Brasil e o ascendente Peru, que vem crescendo com os investimentos pelo Pan de 2019, que será em Lima. E as Yaras também não tiveram maiores problemas, atropelando por 31 x 05.

Na grande final o Brasil não teve facilidade contra a Argentina. As Pumas mantiveram o jogo apertado até o fim, mas o Brasil prevaleceu vencendo por 17 a 10.
Brasil abriu o placar com um try de Haline não convertido, levando logo em seguida dois tries não convertidos da Argentina, que surpreendia. No segundo tempo finalmente as brasileiras viram o placar com dois belos tries, de Raquel em contra golpe letal e Mulan, a artilheira, tornando o Brasil mais uma vez o campeão Sul-Americano. Parabéns a todas as jogadoras!

Além do título do Brasil, quem também festejou foi a Argentina, que conquistou vaga nos Jogos Pan-Americanos de 2019. Brasileiras e argentinas ainda irão para o Hong Kong Sevens de 2019, a segunda divisão mundial.

- Continua depois da publicidade -

Yaras:

Beatriz “Baby” Futuro (Niterói), Raquel Kochhann (Charrua), Luiza Campos (Charrua), Bianca Silva (Leoas), Rafaela Zanellato (Curitiba), Letícia “Tixa” Martins (Band Saracens), Thalia “Mulan” Costa (Delta), Leila Silva (Leoas), Milena Mariano “Mille” Silva (São José), Amanda Araújo (Niterói), Isadora “Izzy” Cerullo (Niterói) e Haline Scatrut (Curitiba);

 

Sábado, dia 10 de novembro

10h00 – Quartas de final – Argentina 42 x 00 Costa Rica

10h22 – Quartas de final – Colômbia 36 x 00 Chile

10h44 – Quartas de final – Brasil 31 x 00 Uruguai

11h06 – Quartas de final – Paraguai 05 x 15 Peru

 

12h58 – Semifinal Bronze – Costa Rica 00 x 24 Chile

13h20 – Semifinal Bronze – Uruguai 00 x 28 Paraguai

13h42 – Semifinal Ouro – Argentina 22 x 17 Colômbia (prorrogação)

14h04 – Semifinal Ouro – Brasil 31 x 05 Peru

 

15h56 – Decisão de 7º lugar – Costa Rica 00 x 31 Uruguai

16h18 – Final Bronze (5º lugar) – Chile 22 x 05 Paraguai

16h40 – Final Prata (3º lugar) – Colômbia 12 x 05 Peru

17h02 – Final Ouro (1º lugar) – Brasil 17 x 10 Argentina

 

AnoSedeCampeão Vice-campeão3º lugar4º lugar5º lugar6º lugar7º lugar8º lugar
2004Barquisimeto (Venezuela)BrasilVenezuelaColômbiaArgentinaUruguaiChileParaguaiPeru
2005São Paulo (Brasil)BrasilArgentinaVenezuelaColômbiaChileUruguaiParaguaiPeru
2007Viña del Mar (Chile)BrasilColômbiaVenezuelaArgentinaChileUruguaiPeru
2008Punta del Este (Uruguai)BrasilArgentinaVenezuelaUruguaiColômbiaChilePeruParaguai
2009São José dos Campos (Brasil)BrasilArgentinaVenezuelaUruguaiColômbiaChilePeruParaguai
2010Mar del Plata (Argentina)BrasilColômbiaUruguaiArgentinaChileVenezuelaParaguaiPeru
2011Bento Gonçalves (Brasil)BrasilArgentinaChileUruguaiColômbiaPeruVenezuelaParaguai
2012Rio de Janeiro (Brasil)BrasilColômbiaUruguaiArgentinaChileVenezuelaParaguaiPeru
2013Rio de Janeiro (Brasil)BrasilArgentinaUruguaiVenezuelaColômbiaChilePeruParaguai
2014Santiago (Chile)BrasilArgentinaUruguaiColômbiaChileParaguaiVenezuela
2015*Santa Fé (Argentina)ColômbiaArgentinaVenezuelaUruguaiParaguaiChilePeruCosta Rica
2016Rio de Janeiro (Brasil)Brasil ArgentinaColômbiaVenezuelaParaguaiChilePeruUruguai
2017Carlos Paz (Argentina)BrasilArgentinaColômbiaParaguaiVenezuelaChilePeruUruguai
2017-18Montevidéu (Uruguai)BrasilArgentinaPeruParaguaiUruguaiChileCosta Rica
2018Montevidéu (Uruguai)BrasilArgentinaColômbiaPeruChileParaguaiUruguaiCosta Rica
*Em 2015, o Brasil não disputou porque o torneio valia como Pré-Olímpico para os Jogos Olímpicos do Rio 2016