Rafa em Brasil 22 x 10 Cazaquistão em 2018. Foto: @Maximiliano_AC

ARTIGO COM VÍDEOS – A noite de quinta para sexta foi triste para o rugby brasileiro. A Seleção Brasileira Feminina amargará mais uma temporada longe da elite da Série Mundial de Sevens após ser derrotada pela Bélgica nas quartas de final do Hong Kong Sevens.

Após um primeiro dia de altos e baixos, com vitórias sobre Hong Kong e Cazaquistão e derrota para a China, as Yaras tiveram pela frente nas quartas de final a forte Bélgica, que havia provado sua ambição e qualidade ao despachar Gales na primeira fase e termina o primeiro dia invicta.

Com uma defesa muito forte e qualidade nas tomadas de decisões, a Bélgica inaugurou rapidamente o marcador, com Stevins achando espaço entre a defesa brasileira, que pecou demais nos tackles na partida. A resposta foi rápida com Bianca disparando depois de aplicar lindo dummy e abrir o espaço entre a defesa belga. Mas, a resposta foi imediata de novo com Stevins, em jogada parecida ao primeiro try. 10 x 07, com as duas conversões belgas desperdiçadas.

No segundo tempo, o Brasil acumulou maior posse de bola, mostrou força nos contra rucks e garantiu importantes turnovers, mas a defesa agressiva das belgas foi fazendo efeito. O tempo foi se passando sem as Yaras conseguirem abrir os espaços na defesa adversária, mas uma hora o try saiu, e foi com pouco menos de 2 minutos para o fim, com linda arrancada de Baby. A conversão de Raquel deu a frente às Yaras, 12 x 10, mas logo após o reinício o Brasil voltou a errar no contato e um offload (com o passe saindo para a frente) criou o espaço para Musch disparar, ganhar de Baby a disputa e fazer o try do triunfo belga. 17 x 10.

- Continua depois da publicidade -

A derrota foi dolorosa e significou que o Brasil não estará entre as 11 seleções fixas da Série Mundial de Sevens Feminina 2018-19. Agora, o objetivo das Yaras será retornar à elite para a crucial temporada 2019-20, que antecederá os Jogos Olímpicos de Tóquio.

O próximo compromisso das Yaras serão os Jogos Sul-Americanos em maio em Cochabamba, na Bolívia.

 

Hong Kong Sevens – Etapa Única da 2ª divisão Feminina

Quarta-feira, dia 04 de abril / Quinta-feira, dia 05 de abril (horários de Brasília)

23h30 – Papua Nova Guiné 05 x 17 Quênia

23h52 – África do Sul 31 x 00 México

00h14 – China 14 x 07 Cazaquistão

00h36 – Brasil 38 x 00 Hong Kong


00h58 – Bélgica 12 x 00 Argentina

01h20 – Gales 19 x 17 Polônia

 

02h04 – Quênia 40 x 00 México

02h26 – África do Sul 26 x 17 Papua Nova Guiné

02h48 – China 19 x 07 Hong Kong

03h10 – Brasil 22 x 10 Cazaquistão

03h32 – Bélgica 19 x 00 Polônia

03h54 – Gales 47 x 05 Argentina

 

04h38 – Papua Nova Guiné 27 x 05 México

05h00 – África do Sul 12 x 24 Quênia

05h22 – Cazaquistão 12 x 17 Hong Kong

05h44 – Brasil 05 x 31 China

06h06 – Argentina 21 x 05 Polônia

06h28 – Gales 05 x 12 Bélgica

 

Classificação

Grupo A: 1 Quênia, 2 África do Sul, 3 Papua Nova Guiné, 4 México

Grupo B: 1 China, 2 Brasil, 3 Hong Kong, 4 Cazaquistão

Grupo C: 1 Bélgica, 2 Gales, 3 Argentina, 4 Polônia

 

Quinta-feira, dia 05 de abril / Sexta-feira, dia 06 de abril (horários de Brasília)

23h30 – Quartas de Final – China 31 x 10 Papua Nova Guiné

23h52 – Quartas de Final – Bélgica 17 x 12 Brasil

00h14 – Quartas de Final – Gales 00 x 26 África do Sul

00h36 – Quartas de Final – Quênia 17 x 12 Argentina – prorrogação

 

03h12 – Semifinal – China x Bélgica

03h34 – Semifinal – África do Sul x Quênia

 

06h12 – FINAL – Feminino