Brasil encara sexta e sábado o Roma Sevens

A menos de dois meses para os Jogos Olímpicos Rio-2016, a Seleção Brasileira Masculina de Sevens segue a sua rotina intensa de treinamentos e competição. Nos próximos dias 10 e 11, sexta e sábado, os Tupis encaram o último desafio antes do maior evento multiesportivo do mundo. A equipe verde e amarela disputará o Roma Sevens, na Itália, pelo terceiro ano consecutivo. As partidas acontecem no Stadio dell’Acqua Acetosa, na capital italiana.

 

A competição europeia reunirá 16 times, entre países e também equipes combinadas. O Brasil caiu no Grupo C, onde enfrentará a Tunísia, seleção que o Brasil jamais enfrentou no masculino, e os combinados internacionais Kings of Rome e 3/4s DM Rugby. No mata-mata, os Tupis poderão encontrar outras seleções que estarão nos Jogos Olímpicos, África do Sul e França, que aproveitaram Roma para dar uma última chance a alguns atletas que ainda pleiteiam um lugar no Rio 2016 (entre os quais os sul-africanos colocarão em campo Werner Kok, melhor jogador do mundo de sevens de 2015, que passou 2016 todo contundido), além de Itália, Geórgia, Lituânia, Chile e Coreia do Sul, que estarão na Cidade Eterna com seus times principais de sevens.

 

banner padrim

 

“Em Roma, vai ser a última oportunidade competitiva de ajustar a equipe antes dos Jogos Olímpicos Rio 2016. É uma chance nobre de nós acertamos os detalhes técnicos e táticos de olho no Rio. Sabemos que uma das principais maneiras de diminuirmos a diferença para as grandes nações é termos um grupo forte, unido. Temos trabalhado forte há algum tempo”, afirma Moisés.

 

Os Tupis participam pela terceira vez consecutiva da competição. O técnico Andrés Romagnoli não tem à disposição Lucas Muller, Lucas Duque e Juliano Fiori, que estão em fase de recuperação. A equipe embarcou à Itália no último sábado (4) e, em solo europeu, o comandante trabalha os ajustes finais visando ao Roma Sevens.

 

“As expectativas são boas. Nas últimas duas edições, nós chegamos às semifinais. Neste ano, teremos seleções muito fortes, como França, Chile, África do Sul, Lituânia e Tunísia. Vamos com expectativa de acertar o time e fazer bons jogos”, completa Moisés.

 

A única baixa do Brasil com relação à lista anunciada na semana passada para o torneio foi Josh Reeves, por lesão.

 

Em 2014, o Brasil venceu a Geórgia e outros dois clubes na primeira fase, caindo nas quartas de final contra uma equipe francesa, o Froggies, único clube especializado em sevens da França. Já em 2015 os Tupis derrotaram a Letônia e outros dois clubes, venceram um combinado francês nas quartas de final, mas acabaram eliminados nas semifinais novamente contra o Froggies. A despedida foi com vitória na decisão da Taça Prata contra o Barcelona Barbarians, da Espanha.

 

roma sevens

Roma Sevens

Grupo A: África do Sul, Geórgia, Lituânia e 7 Sirs

Grupo B: Itália, Chile, Coreia do Sul e Seventise

Grupo C: Brasil, Tunísia, Kings of Rome e 3/4 DM

Grupo D: França, Clandestinos, Artech Side Step e Fiamme Oro

 

Jogos do Brasil:

 

Sexta-feira, dia 10 de junho

*Horários de Brasília

06h05 – Brasil x Tunísia

09h45 – Brasil x 3/4s DM

13h47 – Brasil x Kings of Rome

 

Convocados: André Nascimento (SPAC); Arthur Bergo (SPAC); Daniel Sancery (São José); Felipe Claro Sant’Ana (SPAC); Felipe Sancery (São José); Gustavo Albuquerque (Curitiba); Laurent Bourda (Bandeirantes Saracens); Martin Schaefer (SPAC); Mateus Estrela (Niterói); Matheus Cruz (Jacareí); Moisés Duque (São José) e Stefano Giantorno (NaFor).

Comentários