ARTIGO COM VÍDEOS – ATUALIZADO – Nesse sábado, com promessa de temporada entre 3º e 8ºC, com chuva, o Brasil jogará na cidade de Victoria, no extremo oeste do Canadá, contra a seleção da casa pela 3ª rodada do Americas Rugby Championship.O jogo acontecerá 18h40, hora local, que seria 00h40, pelo horário atual de verão. Porém, o horário de verão acabará 00h00 e, portanto, o jogo será oficialmente às 23h40 do sábado. Com transmissão ao vivo da ESPN+.

A partida se dará em condições bastante diferentes da primeira vez que as duas seleções duelaram. Em 2016, o Brasil jogou no mesmo estádio que jogará amanhã, o Westhills Stadium, mas tudo era novo, aquela era a primeira partida na história do Brasil contra o Canadá no XV e os canadenses venceram bem por 52 x 25 – mas não sem o Brasil mostrar bons momentos. Depois, em 2017, no Pacaembu, a história foi outra e o Brasil afundou o Canadá no Ranking mundial vencendo por históricos 24 x 23 no finzinho, com try de Zé no apagar das luzes. Desde então, a situação do rugby XV canadense só se agravou, com os Canucks vivendo talvez o pior momento da história. Qualidade não é exatamente o que falta ao Canadá, mas a equipe vive um momento psicológico terrível, sobretudo após perder para o Uruguai pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2019 e ficar seriamente ameaçado de ficar de fora de um Mundial pela primeira vez em sua existência. Depois disso, os canadenses ainda caíram novamente diante dos vizinhos EUA, 29 x 10.

O Brasil, por sua vez, caiu em casa contra o Uruguai, por 27 x 18, depois de ir ao intervalo do jogo vencendo por 18 x 03. A queda de rendimento dos Tupis preocupa, mas os Canucks também declinaram no segundo tempo contra os EUA, mostrando fraco poder de reação e muita inconstância. Rodolfo Ambrosio, técnico do Brasil, optou por manter a base do time que duelou com os Teros, mas com 5 mudanças. Na linha, Robert voltou ao banco dando lugar a Ariel, ao passo que no pack o lesionado Jardel (destaque contra os uruguaios) será substituído por Blade, Chabal, de volta ao time, entrará no lugar de Abud, o segunda linha Diegão jogará no posto de Bruxinho, ganhando descanso, e Michael Ilha entrará como terceira linha no posto de Bergo, que será opção desta vez.

Para os Tupis, vencer a partida reergueria o ânimo após a virada sofrida contra os Teros, faria o Brasil encostar nos canadenses no Ranking mundial (mesmo com a vitória, o 25º lugar deverá ser mantido pelos Tupis) e provaria que as vitórias anteriores sobre EUA e Canadá não foram circunstanciais. É jogo de afirmação!

- Continua depois da publicidade -

“Estamos confiantes, nosso jogo está saindo, e estamos ganhando experiência para controlar os resultados positivos. A partida contra o Canadá será muito dura, pesada, pois eles têm muita força e devem vir com tudo, pois começaram mal o torneio. Mas estamos focados para buscar a vitória”, disse Yan Rosetti, capitão dos Tupis na partida contra o Uruguai, na última sexta-feira.

Por sua vez, o técnico galês do Canadá, Kingsley Jones, terá mais dores de cabeça para o duelo e encara a partida como uma etapa na reconstrução da forma dos Canucks, pensando em novembro, quando o time jogará sua última chance de ir ao Mundial, enfrentando a Repescagem Mundial. Em declaração, o treinador deixou claro que sabe que seu time é o favorito e que precisa corresponder a tal condição. Para o Canadá, quebrar o jejum de vitórias é essencial, sobretudo para os Canucks não despencarem no Ranking.

Jones mudou bastante seu elenco para encarar os Tupis. O treinador mesclou atletas importantes que atuam no exterior e que não retornaram ainda a seus clubes, como a dupla do Newcastle Falcons, da Premiership inglesa, o DTH van der Merwe (o implacável definidor) e o pilar Jake Ilnicki, com jovens promessas. Os canadenses vem mostrando sérias deficiências defensivas e fragilidade nas formações, mas sempre levavam perigo com a bola em mãos. Com relação ao XV que entrou em campo contra os EUA, apenas 3 trocas foram feitas. No pack, o asa Dobravsky entrará no time, ao passo que na linha as caras novas são o segundo centro Fraser e o ponta Cole Davis. O time já havia sido bastante mudado com relação ao que enfrentara o Uruguai, com a saída de parte dos atletas que jogam na Europa e com a introdução de novidades, em busca de renovação. Contra os EUA, o Canadá pouco rendeu, com os vizinhos controlando a posse de bola durante boa parte do encontro.

 

versus copiar

23h40* – Canadá x Brasil, em Langford/Victoria – ESPN+ AO VIVO

*após o término do horário de verão

Árbitro: Kurt Weaver (Estados Unidos)

Canadá: 15 Patrick Parfrey (Atlantic Rock), 14 Cole Davis (Praire Wolf Pack), 13 Doug Fraser (BC Bears), 12 Nick Blevins (Praire Wolf Pack), 11 DTH van der Merwe (Newcastle Falcons/Inglaterra), 10 Shane O’Leary (Ealing, Inglaterra/2ª divisão), 9 Phil Mack (BC Bears) (c), 8 Luke Campbell (BC Bears), 7 Lucas Rumball (Ontario Blues), 6 Dustin Dobravsky (BC Bears), 5 Kyle Baillie (London Scottish/Inglaterra, 2ª divisão), 4 Josh Larsen (Northland/Nova Zelândia, Mitre10Cup), 3 Jake Ilnicki (Newcastle Falcons/Inglaterra), 2 Ray Barkwill (Seattle Seawolves/EUA, MLR), 1 Djustice Sears-Duru (Ealing/Inglaterra, 2ª divisão);

Suplentes: 16 Martial Lagain (Atlantic Rock), 17 Anthony Luca (BC Bears), 18 Ryan Kotlewski (Prairie Wolf Pack), 19 Conor Keys (Atlantic Rock), 20 Cameron Polson (BC Bears), 21 Andrew Ferguson (Ontario Blues), 22 Guiseppe du Toit (BC Bears), 23 Brock Staller (BC Bears);

Brasil: 15 Lucas “Zé” Tranquez (SPAC), 14 Ariel Rodrigues (Jacareí), 13 Felipe Sancery (São José), 12 Moisés Duque (São José), 11 Lucas Muller (Desterro), 10 Josh Reeves (Band Saracens), 9 Laurent Bourda-Couhet (Band Saracens), 8 André “Buda” Arruda (Desterro), 7 Cléber “Gelado” Dias (Poli), 6 Michael “Ilha” Moraes (Curitiba), 5 Diegão Lopez (Pasteur), 4 Gabriel Paganini (Band Saracens), 3 Matheus “Blade” Rocha (Jacareí), 2 Yan Rosetti (CUBA, Argentina) (c), 1 Jonatas “Chabal” Paulo (Band Saracens);

Suplentes: 16 Endy Willian Pinheiro (Curitiba), 17 Lucas Abud (Poli), 18 Caique Segura (São José), 19 Lucas “Bruxinho” Piero (Desterro), 20 Arthur Bergo (SPAC), 21 Will Broderick (Band Saracens), 22 Leo Ceccarelli (Jacareí), 23 Robert Tenorio (Pasteur);

EquipeApelidoPJVED4+-7PPPCSP
Estados UnidosEagles2455004019768129
ArgentinaArgentina XV2154014116969100
UruguaiTeros1453022016815711
CanadáCanucks115202301321293
BrasilTupis451030063159-96
ChileCóndores150050171218-147
- Vitória = 4 pontos;
- Empate = 2 pontos;
- Derrota = 0 pontos;
- Anotar 4 ou mais tries = 1 ponto extra;
- Perder por 7 pontos ou menos de diferença = 1 pontos extra;

2017

2016

Foto: Fotojump