ARTIGO ATUALIZADO – COM VÍDEO – Clermont-Ferrand, na França, recebeu o torneio final e decisivo da Série Mundial de Sevens Feminina 2016-17. O título do torneio e da temporada ficou com a Nova Zelândia, que não sofreu para conquistar sua quinta etapa em seis torneios e erguer sua quarta conquista do circuito na história.

Do outro lado da tabela, o Brasil lutou muito, saiu de Clermont com duas grandes vitórias sobre Rússia e Inglaterra, mas lamentou seu rebaixamento do circuito. As Yaras ficaram com o 11º lugar na França e deixarão de ser uma das equipes fixas do circuito em 2017-18.

Também foram definidos mais dois classificados à Copa do Mundo de Sevens de 2018: Fiji e França confirmaram suas vagas e se juntaram a Nova Zelândia, Estados Unidos, Canadá, Espanha, Austrália e Rússia como as 8 seleções já classificadas. Resta conhecer as outras 8 equipes – e o Brasil poderá se classificar através do Campeonato Sul-Americano Feminino de 2018, que valerá 1 vaga no torneio.

Ao final da temporada, Michaela Blyde, da Nova Zelândia, terminou com a artilheira de tries do circuito, com 40 tries, e também foi eleita a melhor jogadora de 2016-17. Brittany Benn (Canadá), Ruby Tui (Nova Zelândia), Sharni Williams (Austrália),Michaela Blyde (Nova Zelândia), Alev Kelter (Estados Unidos), Ghislaine Landry (Canadá) e Portia Woodman (Nova Zelândia) foram eleitas para o “dream team”.

- Continua depois da publicidade -

 

Brasil sofre derrota no primeiro jogo contra o Canadá

A partida contra o Canadá não foi simples para o Brasil. No entanto, o primeiro tempo com três tries sofridos não abalou a defesa para o reinício da partida. Depois de muito cansaço, a defesa brasileira falhou e abriu brecha para outros dois tries canadenses, terminando a partida em 29 x 00.

 

Brasil tem vitória brilhante contra a Rússia

Num jogo duro, as Yaras demonstraram ótimo manuseio da bola. O primeiro try foi brasieiro, Claudinha Teles aos 3′ arrancando pela ponta e Izzy convertendo, o suficiente para dar ao Brasil o gás de ganhar a partida e ir em busca da permanência no torneio. Ainda no primeiro tempo, outro try, aos 5′, pela Haline e convertido por Raquel. O segundo tempo demonstrou, outra vez, uma defesa espetacular das Yaras, que sofreram um try depois de bastante persistência das russas. Final de partida 12 x 07 para o Brasil.

 

Brasil tenta a vitória mas Inglaterra supera

Mais um grande jogo realizado pelas Yaras na etapa de Clermont. Abriram o placar logo no primeiro tempo com try de Raquel e conversão de Izzy. Em seguida, Bianca voou pela ponta e abriu a vantagem com Maíra convertendo, 12 x 00. A vitória ainda estava longe de ser garantida, dando tempo para as Rosas marcarem mais dois tries e convertendo ambos, 14 x 12. O segundo tempo voltou com try das inglesas e logo em seguida Paulinha devolveu com uma bola sobrada de Bia Silva, Raquel converteu. Dois tries da Inglaterra deixaram o placar já muito distante, e Paulinha fez o último try da partida no último minuto, 31 x 24.

 

Brasil decai na semi do Challenge Trophy

A semifinal do Challenge Trophy foi contra as grandes conhecidas das Yaras, as Leonas. Um jogo parelho e muito equilibrado mas que acabou com as chances do Brasil de ir à decisão da 9º colocação. A Espanha abriu o placar aos 2′ convertendo. Logo, aos 5
Bianca devolveu com um try brasileiro. As espanholas voltaram a pontuar no reinício do jogo, já aos 12′, diminuindo as chances para as Yaras. Final do jogo: 12 x 05.

 

Yaras vencem as Rosas em decisão de 11º lugar

As Yaras reencontraram as Rosas pela decisão do 11º lugar. Um jogo de muita concentração, determinação e muitos tries dos dois lados. Raquel atravessou o in-goal adversário por duas vezes seguidas, a primeira delas logo no início do jogo. Claudinha, Paulinha e Baby – ressaltando, numa ótima saída de scrum de defesa brasileira – ainda marcaram os seus. Algumas brechas na defesa e dificuldades na reorganização após os tries, deram oportunidade para as inglesas que chegam com novos nomes no elenco. O Brasil se despede das etapas da Série Mundial com foco e muito desenvolvimento em campo.

 

Nova Zelândia campeã!

No duelo pelo quinto lugar, Estados Unidos e Fiji se encontraram. Fiji apresentou uma queda na etapa anterior e as equipes em ascensão não temem as fijianas como antes. Algumas falhas na agressividade defesa e ataque que é característico de Fiji mas talvez não tão funcional, deixaram que o Estados Unidos atravessasse o in-goal por 3 vezes com Heavirland, Tapper e Javelet. No entanto, Naimasi, Ravisa e Riwai pontuaram e classificaram a pequena grande ilha da Oceania para a Copa do Mundo de Sevens de 2018 após vencer por 24 a 19.

Jogando em casa e com foco na Copa do próximo ano, a França aparece amadurecida nesta etapa. Os aspectos do XV que colocava em seus jogos deram espaço para uma linha veloz com Amedee e Izar como principais pontuadoras. Ainda que surpreendente nesta etapa, as francesas decaíram na disputa de terceiro lugar contra as canadenses, que continuam com uma campanha impecável, apenas batidas pelas australianas
na semifinal. O importante para a França foi a conquista da vaga em 2018 e, para o Canadá, a conquista do bronze em Clermont.

A final entre Austrália e Nova Zelândia se repetiu! E desta vez, as neozelandesas impuseram seu jogo com o elenco que vem se transformando. As Black Ferns abriram o placar logo no início da partida com Tui. Desde a primeira etapa, a Michaela Blyde se destaca e desta vez não foi diferente, marcou seu try pela ponta; os demais foram por autoria de Williams e Baker. O ataque australiano empatou, no primeiro tempo, com Parry e Dalto convertendo, porém não suficiente para bater as adversárias.

 

SWS 2015-16 logo

Clermont Sevens – 6ª etapa da Série Mundial de Sevens Feminina – em Clermont-Ferrand, França

Grupo A: Nova Zelândia, Estados Unidos, Irlanda e Japão

Grupo B: Canadá, Rússia, Inglaterra e Brasil

Grupo C: França, Austrália, Fiji e Espanha

 

Sábado, dia 24 de junho

07h00 – Estados Unidos 12 x 07 Irlanda

07h22 – Nova Zelândia 21 x 10 Japão

07h44 – Rússia 27 x 00 Inglaterra

08h06 – Brasil 00 x 29 Canadá

08h28 – Austrália 41 x 00 Espanha

08h50 – França 31 x 14 Fiji

 

09h44 – Estados Unidos 33 x 05 Japão

10h06 – Nova Zelândia 26 x 05 Irlanda

10h28 – Rússia 07 x 12 Brasil

10h50 – Canadá 45 x 00 Inglaterra

11h12 – Austrália 35 x 05 Fiji

11h34 – França 12 x 07 Espanha

 

12h28 – Irlanda 26 x 05 Japão

12h50 – Nova Zelândia 19 x 14 Estados Unidos

13h12 – Inglaterra 31 x 24 Brasil

13h34 – Canadá 24 x 14 Rússia

13h56 – Fiji 45 x 07 Espanha

14h18 – Austrália 20 x 17 França

 

Domingo, dia 25 de junho

07h00 – Canadá 31 x 00 Irlanda – Quartas de final

07h22 – Austrália 31 x 14 Estados Unidos – Quartas de final

07h44 – Rússia 07 x 10 França – Quartas de final

08h06 – Nova Zelândia 31 x 07 Fiji – Quartas de final

08h28 – Espanha 12 x 05 Brasil – Semifinal do Challenge Trophy

08h50 – Inglaterra 07 x 25 Japão – Semifinal do Challenge Trophy

 

10h06 – Semifinal pelo 5º lugar – Irlanda 14 x 31 Estados Unidos

10h28 – Semifinal pelo 5º lugar – Rússia 07 x 24 Fiji

10h50 – Semifinal pelo Ouro – Canadá 14 x 19 Austrália

11h12 – Semifinal pelo Ouro – França 07 x 21 Nova Zelândia

11h34 – Decisão do 11º lugar – Brasil 27 x 17 Inglaterra

11h56 – Final do Challenge Trophy – Japão 14 x 15 Espanha

 

12h50 – Irlanda 14 x 19 Rússia – Decisão do 7º lugar

13h12 – Estados Unidos 19 x 24 Fiji – Decisão do 5º lugar

13h34 – Canadá 36 x 07 França – Disputa do Bronze

13h59 – Austrália 07 x 22 Nova Zelândia – FINAL – Disputa do Ouro

SeleçãoPontuação totalEtapa 1Etapa 2Etapa 3Etapa 4Etapa 5Etapa 6
Nova Zelândia116201620202020
Austrália100181418161618
Canadá98102016181816
Rússia661681012128
Fiji6612121214412
Estados Unidos622181481010
França60810861414
Inglaterra3714331061
Irlanda34466486
Espanha19324334
Brasil13142222
*tabela com somente as equipes fixas
- 4 melhores entre Austrália, Inglaterra, França, Rússia, Fiji, Brasil e Irlanda irão à Copa do Mundo de Sevens de 2018;
- Rebaixamento para o 11º colocado;

- Pontuação: 1º lugar, 20 pontos / 2º, 18 pts / 3º, 16 pts / 4º, 14 pts / 5º, 12 pts / 6º, 10 pts / 7º, 8 pts / 8º, 6 pts / 9º, 4 pts / 10º, 3 pts / 11º, 2 pts / 12º, 1 pt.




Lista de campeões

TemporadaNúmero de torneiosCampeão
2012-134Nova Zelândia
2013-145Nova Zelândia
2014-156Nova Zelândia
2015-165Austrália
2016-176Nova Zelândia
2017-18--
RankingTítulos
Nova Zelândia4
Austrália1

 

Foto: World Rugby