Na reunião de patrocinadores que a Confederação Brasileira de Rugby realizou na última terça-feira, Agustín Danza, CEO da entidade, comentou sobre a necessidade de se levar os jogos da Seleção Brasileira de Rugby para fora de São Paulo.

A CBRu reforçou seu desejo de seguir mandando partidas anualmente no Pacaembu, em São Paulo, e entende o estádio como a casa do rugby, dando preferência para que jogos mais duros, nos quais o fator casa seja aspecto crucial, sejam realizados no estádio onde o Brasil está invicto nos últimos dois anos. Para a entidade, entre 2 e 3 jogos por ano no Pacaembu são uma possibilidade real. Mas para as demais partidas como mandantes os Tupis poderão atuar em outros estádios, com o intuito de levar a seleção a outras regiões. Os estádios subutilizados da Copa do Mundo de Futebol de 2014 foram citados como possibilidades concretas.

Em 2017, os Tupis jogaram 4 partidas em casa, todas no Pacaembu. Em 2016, o número havia sido maior, 6, das quais somente 2 foram no Pacaembu, outras 3 em outros estádios de São Paulo (Allianz Parque, Arena Barueri e o Estádio Martins Pereira, em São José dos Campos) e apenas 1 jogo não foi em terreno paulista (a partida realizada no Amapá). Em 2018, o Brasil deverá jogar entre 6 e 8 jogos em casa.

A última vez que o Brasil atuou em Santa Catarina (Blumenau) e no Rio Grande do Sul (Bento Gonçalves) foi em 2015, ao passo que o último jogo de XV dos Tupis no estado do Rio de Janeiro (Volta Redonda) foi em 2014. Em 2011, a Seleção Brasileira esteve no Paraná (Foz do Iguaçu) e em 2001 em Minas Gerais (Varginha).

- Continua depois da publicidade -

O ano de 2017 marcou também a primeira vez que estádios da Copa do Mundo foram utilizados para o rugby, com o Estádio Nacional de Brasília sendo utilizado na final da Taça Cerrado e a Arena Pantanal, de Cuiabá, na final da Copa Brasil Central.

1 COMENTÁRIO

  1. O que a CBRu não sabe é que os Estádios da Copa do Mundo estão próximos da privatização, possivelmente no ano que vem o Rugby não tenha mais assediabilidade ao Mané Garrincha.
    Acredito que a ideia de levar esses jogos para fora de São Paulo seria devido a economia com o aluguel do estádio.