“Copa das Américas” de Rugby já tem datas e confrontos definidos

A Copa das Américas, ou “Six Nations das Américas” como vinha sendo chamado, passou da esfera da especulação para a realidade. Durante evento para patrocinadores, a CBRu divulgou o calendário de jogos da competição, e o Brasil terá três partidas em casa, sendo uma no estado de São Paulo, uma no Sul do país e um terceiro local a definir, provavelmente em outra localidade do Sudeste ou do Sul.

 

Apesar da organização ainda estar buscando patrocinadores para financiar o campeonato, sua realização está garantida, e o World Rugby vai subsidiar uma parte dos custos. O torneio ainda terá um nome final oficial a ser anunciado.

 

Confira as datas e se programe para torcer pelos Tupis!

13/02 – Uruguai (em casa)

20/02 – Chile (fora)

27/02 – Estados Unidos (em casa)

05/03 – Argentina (em casa)

12/03 – Canadá (fora)

 

O Brasil jamais enfrentou Estados Unidos e Canadá na história e não tem a honra de receber a seleção argentina em solo brasileiro desde 1993.

 

Brasil enfrenta Colômbia em dezembro

 

Também no evento, foi divulgada a disputa entre Brasil e Colômbia, campeã do Sul-Americano B do ano passado, pela repescagem para o Sul-Americano A de 2016. Tupis e Tucanos decidem quem disputa a elite continental no dia 12 de dezembro, em local ainda a conhecer. O Sul-Americano será disputado no ano que vem mesmo com a criação do torneio pan-americano.

 

Alemanha em São Paulo, mas onde?

A CBRu confirmou que o Brasil enfrentará mesmo a Alemanha em amistoso em Blumenau no dia 28 de novembro, mas não tem ainda local definido para o segundo jogo, no sábado seguinte, mas será em São Paulo.

 

CBRu em busca de um calendário de alto nível para o juvenil

Outra notícia animadora foi dada referente à seleção juvenil. A CBRu revelou que está em negociações para que a seleção brasileira M19 tenha uma segunda competição de alto nível a disputar no ano que vem, além do Sul-Americano da categoria. Não há maiores dados confirmados sobre o possível torneio, mas a entidade já apontou para a necessidade de garantir um calendário mais robusto e competitivo para os Curumins.

 

Foto: Martin Rivero/Fotojump

Comentários