Evento Teste do Rio 2016 agitou o Rugby de Cadeira de Rodas brasileiro

A Seleção Brasileira de rugby em cadeira de rodas encerrou neste domingo, 28, a sua participação no evento-teste da modalidade para os Jogos Paralímpicos do Rio-2016 com a certeza de evolução. O torneio, disputado desde a última sexta-feira, 26, no Rio de Janeiro, na Arena Carioca 1, contou ainda com a participação da Austrália, do Canadá e da Grã-Bretanha, consideradas as melhores equipes da modalidade.

 

O capitão do Brasil, Alexandre Taniguchi, está no rugby desde 2008. Com uma boa leitura de jogo, ele reconhece que falta muito para atuar de igual para igual com os selecionados que estiveram no Rio de Janeiro. Cadeirante devido a um acidente na piscina, o paulista de Mogi das Cruzes, no entanto, ficou satisfeito com as exibições da própria equipe. “Foi o nosso primeiro contato com os times da Austrália e do Reino Unido. Nós ainda estamos longe deles, mas, ao mesmo tempo, estamos nos aproximando cada vez mais. Estamos evoluindo constantemente”, afirmou o jogador.

 

Com a derrota para a Colômbia nos Jogos Parapan-Americanos de Toronto 2015, o Brasil terminou a competição em quarto lugar e deixou de ser o melhor da América do Sul. O objetivo nos Jogos do Rio-2016, portanto, é voltar ao posto de número 1 na região e terminar o ano entre os dez melhores do mundo.
Os testes contra a Austrália, atual campeã mundial e campeã paralímpica, o Canadá, primeiro no ranking, e a Grã-Bretanha, campeã europeia, foram elogiados pelo treinador Rafael Botelho. “Não tenho dúvidas de que estamos no caminho certo. Nós conseguimos fazer gols em muitos momentos. O que falta é ter mais experiência contra equipes desse mesmo nível. Faremos uma boa campanha nos Jogos Paralímpicos”, ressaltou. Antes de disputar os Jogos Paralímpicos, o Brasil participará de uma competição internacional em Varsóvia, Polônia, de 12 a 17 de junho. O torneio reunirá seleções da Europa e convidados que ainda não foram definidos pela competição.

 

Confira os resultados do Brasil no evento-teste de rugby em cadeira de rodas
Sexta-feira, 26
Brasil 42 x 61 Canadá
Brasil 32 x 60 Grã-Bretanha

 

Sábado, 27
Brasil 38 x 70 Austrália
Brasil 40 x 53 Canadá

 

Domingo, 28
Austrália 68 x 43 Brasil
Grã-Bretanha 58 x 34 Brasil

 

Fonte: Assessoria de Imprensa do Comitê Paralímpico Brasileiro
no evento-teste de rugby em cadeira de rodas

Comentários