Sexta e sábado de muito rugby internacional! O Brasil encara a Romênia, os Lions pegam os All Blacks no primeiro jogo da super série, os Pumas buscam a vitória sobre a Geórgia, os Boks recebem novamente os Bleus e muito mais!

 

Uma primeira vez para os Tupis

Nesse sábado, um dos destaques da rodada internacional é o Brasil, que pela primeira vez enfrentará a Romênia, seleção que jogou todos os Mundiais até hoje. A partida será no Estádio Arco do Triunfo e para o Brasil o que estará em jogo é a chance de fazer mais um resultados histórico, desta vez contra o 16º colocado do Ranking Mundial. Os romenos, no entanto, já estão vacinados sobre os Tupis, após o Brasil ter vencido Estados Unidos e Canadá, e deverão ir a campo com força máxima. Em breve, a análise específico para o jogo dos Tupis.

- Continua depois da publicidade -

 

O jogo do século!

No Eden Park, de Auckland, os All Blacks defenderão uma invencibilidade no estádio que vem desde 1994. E o oponente será o British and Irish Lions, para o primeiro jogo da série de três entre os dois grandes selecionados, tão aguardado por todos. Afinal, os Leões são formados apenas uma vez a cada 4 anos e apenas a cada 12 anos visitam a Nova Zelândia.

Com Inglaterra e Irlanda em alta no rugby mundial, os Lions foram formados envoltos por muita expectativa, mas o caminho até o primeiro test contra a Nova Zelândia não foi suave, com duas derrotas, para Blues e Highlanders. E nas costas dos britânicos está o fato de não terem vencido nenhum dos três jogos contra os All Blacks na última série, em 2005. Mais que isso, somente uma única vez na história os Lions venceram uma série contra os All Blacks, em 1971. Eis o tamanho do desafio dos comandados de Warren Gatland.

Embates de gala não faltam para a partida e o entrosamento muito superior do time neozelandês contra uma equipe britânica que joga junta há menos de um mês poderá ser fator determinante para a série a favor dos All Blacks. Mas duelos épicos são aguardados, como entre as duplas sensacionais de scrum-half e abertura dos dois lados, com Conor Murray e Owen Farrell do lado britânico e Aaron Smith e o melhor do mundo Beauden Barrett do lado preto. Há batalhas promissoras ainda na terceira linha, com O’Mahony, O’Brien e Faletau versus Cane, Kaino e Read, e na segunda linha, com o ex melhor do mundo Retallick contra o futuro melhor do mundo para muito Maro Itoje.

 

Les Bleus, Los Pumas e Wallabies pressionados

As emoções dos amistosos começam já na madrugada de sexta, com Samoa recebendo Gales. Os samoanos foram atropelados pelos All Blacks na sexta passada, enquanto Gales venceu Tonga, mas estando desfalcado de metade de seu time, que está com os Lions. O peso da responsabilidade da vitória recai sobre Samoa, que está na preparação para os jogos decisivos das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2019.

Fiji, por sua vez, também no aquece pras Eliminatórias, recebe a Escócia, menos desfalcada que Gales, mas com perdas importantes desde a sua vitória sobre os Wallabies no sábado passado. Finn Russell se juntou a Greig Laidlaw nos Lions e a dupla de 9 e 10 será nova, com Henry Pyrgos e Pete Horne. Já a Irlanda terá seu segundo desafio contra o Japão e os verdes parecem não terem sentido o peso das 15 perdas para os Lions, tendo vencido com facilidade o primeiro jogo. A pressão está nos japoneses, que precisam de um melhor desempenho para fazerem jus às expectativas que hoje recaem sobre eles.

A Austrália, por sua vez, terá todo o obrigação de vencer a Itália, que joga sem a liderança de Parisse e vinda de derrotas para Escócia e Fiji. Para colocar o time nos trilhos, o técnico Michael Cheika apostou na volta capitão Stephen Moore, mas também seguirá usando os jogos para testar novos valores, como o ponta Sefa Naivalu.

África do Sul e França fazem ainda o terceiro jogo da série entre os dois países e quem está agora pressionada é a França, uma vez que os dois primeiros encontros resultados em vitórias convincentes e indiscutíveis dos Springboks. Contente com o renascimento do time, o técnico Allister Coetzee efetuou quatro trocas no XV para seguir com alguns testes. François Hougaard estará com a camisa 9, enquanto o centro Jesse Kriel voltou ao time. Já o pilar Ruan Dreyer fará seu debut com a camisa verde e ouro. Do lado francês, o técnico Guy Novès segue buscando sua dupla de 9 e 10, apostando agora em Plisson como abertura ao invés de Trinh-Duc. As outras trocas também foram na linha, com Brice Dulin de 15 no lugar de Spedding e com o jovem Nans Ducuing debutando na ponta.

Em Jujuy, no norte argentino, a Argentina receberá pressionada a Geórgia. Os Lelos vem em grande momentos com vitórias sobre Canadá e Estados Unidos, ao passo que os Pumas não venceram ainda neste mês e, como Jaguares, vem tendo uma temporada fraca. A cobrança pela vitória só aumenta para os argentinos.

Pelas bandas americanas, tem ainda o confronto entre Canadá e Estados Unidos, que é o primeiro dos dois jogos entre os dois vizinhos valendo a classificação direta à Copa do Mundo de 2019 para o vencedor. O jogo será no Canadá, em Hamilton, província de Ontário, mas o favoritismo é dos Estados Unidos, que, apesar de terem sofrido duas derrotas em casa neste mês, assim como o Canadá, mostraram um pouco mais que os rivais e hoje sustentam uma invencibilidade sobre os Canucks desde 2013.

Por fim, a Copa da África terá sua largada neste fim de semana, com 4 das 6 equipes entrando em campo. O Quênia receberá a vizinha Uganda e o novato Senegal receberá o Zimbábue.

 

Sexta-feira, dia 23 de junho

samoa copyversus copiar

03h00 – Samoa x Gales, em Apia

Árbitro: Marius van der Westhuizen (África do Sul)

Histórico: 9 jogos, 5 vitórias de Gales e 4 vitórias de Samoa. Último jogo: Gales 19 x 26 Samoa, em 2012;

Samoa: 15 D’Angelo Leuila, 14 Alapati Leiua, 13 Kieron Fonotia, 12 Rey Lee-Lo, 11 David Lemi (c), 10 Tusi Pisi, 9 Kahn Fotualii, 8 Fata Alafoti Faosiliva, 7 Galu Taufale, 6 Piula Faasalele, 5 Faatiga Lemalu, 4 Chris Vui, 3 Paul Alo-Emile, 2 Maatulimanu Leiataua, 1 Viliamu Afatia;

Suplentes: 16 Seilala Lam, 17 Nephi Leatigaga, 18 Bronson Fotualii-Tauakipulu, 19 Faifili Levave, 20 Vavae Tuilagi, 21 Dwayne Polataivao, 22 Henry Taefu, 23 Tila Mealoi;

Gales: 15 Gareth Anscombe, 14 Cory Allen, 13 Tyler Morgan, 12 Jamie Roberts (c), 11 Steffan Evans, 10 Sam Davies, 9 Aled Davies, 8 Josh Navidi, 7 Ellis Jenkins, 6 Aaron Shingler, 5 Rory Thornton, 4 Seb Davies, 3 Dillon Lewis, 2 Ryan Elias, 1 Nicky Smith;

Suplentes: 16 Scott Baldwin, 17 Wyn Jones, 18 Rhodri Jones, 19 Adam Beard, 20 Thomas Young, 21 Tomos Williams, 22 Owen Williams, 23 Scott Williams;

 

versus copiarBarbarians RC copy

15h00 – South Africa “A” x Barbarians Franceses, em Soweto

 

versus copiar

23h30 – Fiji x Escócia, em Suva

Árbitro: Pascal Gaüzère (França)

Histórico: 6 jogos, 5 vitórias da Escócia e 1 vitória de Fiji. Último jogo: Fiji 25 x 37 Escócia, em 2012;

Fiji: 15 Kini Murimurivalu, 14 Josua Tuisova, 13 Albert Vulivuli, 12 Jale Vatubua, 11 Patrick Osborne, 10 Ben Volavola, 9 Serupepeli Vularika, 8 Akapusi Qera (c), 7 Peceli Yato, 6 Dominiko Waqaniburotu, 5 Leone Nakarawa, 4 Tevita Cavubati, 3 Kalivati Tawake, 2 Sunia Koto, 1 Peni Ravai;

Suplentes: 16 Tuapati Talemaitoga, 17 Joeli Veitayaki, 18 Mosese Ducivaki, 19 Sikeli Nabou, 20 Naulia Dawai, 21 Henry Seniloli, 22 John Stewart, 23 Benito Masilevu;

Escócia: 15 Ruaridh Jackson, 14 Damien Hoyland, 13 Nick Grigg, 12 Duncan Taylor, 11 Tim Visser, 10 Peter Horne, 9 Henry Pyrgos, 8 Josh Strauss, 7 John Hardie, 6 John Barclay (c), 5 Jonny Gray, 4 Tim Swinson, 3 Willem Nel, 2 Ross Ford, 1 Alex Allan;

Suplentes: 16 Fraser Brown, 17 Gordon Reid, 18 Zander Fagerson, 19 Ben Toolis, 20 Hamish Watson, 21 Ryan Wilson, 22 Ali Price, 23 Greig Tonks;

 

Sábado, dia 24 de junho

versus copiaritalia copy copy

02h00 – Austrália x Itália, em Brisbane – Watch ESPN AO VIVO

Árbitro: Matthew Carley (Inglaterra)

Histórico: 16 jogos e 16 vitórias da Austrália. Último jogo: Itália 20 x 50 Austrália, em 2013;

Austrália: 15 Israel Folau, 14 Dane Haylett-Petty, 13 Rob Horne, 12 Karmichael Hunt, 11 Sefa Naivalu, 10 Bernard Foley, 9 Will Genia, 8 Lopeti Timani, 7 Michael Hooper, 6 Ned Hanigan, 5 Adam Coleman, 4 Rory Arnold, 3 Allan Alaalatoa, 2 Stephen Moore (c), 1 Scott Sio;

Suplentes: em breve

Itália: 15 Edoardo Padovani, 14 Angelo Esposito, 13 Michele Campagnaro, 12 Tommaso Boni, 11 Giovambattista Venditti, 10 Tommaso Allan, 9 Tito Tebaldi, 8 Andries van Schalkwyk, 7 Maxime Mbanda, 6 Francesco Minto (c), 5 Dean Budd, 4 Marco Fuser, 3 Simone Ferrari, 2 Luca Bigi, 1 Andrea Lovotti;

Suplentes: 16 Ornel Gega, 17 Federico Zani, 18 Pietro Ceccarelli, 19 Marco Lazzaroni, 20 Abraham Steyn, 21 Edoardo Gori, 22 Carlo Cane, 23 Tommaso Benvenuti;

 

versus copiar

02h00 – Japão x Irlanda, em Tóquio

Árbitro: JP Doyle (Inglaterra)

Histórico: 6 jogos e 6 vitórias da Irlanda. Último jogo: Japão 22 x 50 Irlanda, em 2017;

Japão: 15 Ryuji Noguchi, 14 Akihito Yamada, 13 Kotaro Matsushima, 12 Yu Tamura, 11 Kenki Fukuoka, 10 Jumpei Ogura, 9 Yutaka Nagare, 8 Amanaki Mafi, 7 Shuhei Matsuhashi, 6 Michael Leitch, 5 Uwe Helu, 4 Luke Thompson, 3 Takuma Asahara, 2 Yusuke Niwai, 1 Shintaro Ishihara;

Suplentes: 16 Shota Horie, 17 Keita Inagaki, 18 Takayuki Watanabe, 19 Kotaro Yatabe, 20 Yoshitaka Tokunaga, 21 Fumiaki Tanaka, 22 Rikiya Matsuda, 23 Ryohei Yamanaka;

Irlanda: 15 Andrew Conway, 14 Keith Earls, 13 Garry Ringrose, 12 Luke Marshall, 11 Jacob Stockdale, 10 Paddy Jackson, 9 Kieran Marmion, 8 Jack Conan, 7 Josh van der Flier, 6 Rhys Ruddock (c), 5 Devin Toner, 4 Kieran Treadwell, 3 John Ryan, 2 James Tracy, 1 Cian Healy;

Suplentes: 16 Niall Scannell, 17 Dave Kilcoyne, 18 Andrew Porter, 19 James Ryan, 20 Sean Reidy, 21 John Cooney, 22 Rory Scannell, 23 Tiernan O’Halloran;

 

versus copiar

04h35 – Nova Zelândia x British and Irish Lions, em Auckland – Watch ESPN AO VIVO / ESPN VT às 21h00

Árbitro: Jaco Peyper (África do Sul)

Histórico: 38 jogos, 29 vitórias da Nova Zelândia, 6 vitórias dos Lions e 3 empates. Último jogo: Nova Zelândia 38 x 19 Lions, em 2005;

Nova Zelândia: 15 Ben Smith, 14 Israel Dagg, 13 Ryan Crotty, 12 Sonny Bill Williams, 11 Rieko Ioane, 10 Beauden Barrett, 9 Aaron Smith, 8 Kieran Read, 7 Sam Cane, 6 Jerome Kaino, 5 Sam Whitelock, 4 Brodie Retallick, 3 Owen Franks, 2 Codie Taylor, 1 Joe Moody;

Suplentes: 16 Nathan Harris, 17 Wyatt Crockett, 18 Charlie Faumuina, 19 Scott Barrett, 20 Ardie Savea, 21 TJ Perenara, 22 Aaron Cruden/Lima Sopoaga, 23 Anton Lienert-Brown;

British and Irish Lions: 15 Liam Williams, 14 Anthony Watson, 13 Jonathan Davies, 12 Ben Te’o, 11 Elliot Daly, 10 Owen Farrell, 9 Conor Murray, 8 Taulupe Faletau, 7 Sean O’Brien, 6 Peter O’Mahony (c), 5 George Kruis, 4 Alun Wyn Jones, 3 Tadgh Furlong, 2 Jamie George, 1 Mako Vunipola;

Suplentes: 16 Ken Owens, 17 Jack McGrath, 18 Kyle Sinckler, 19 Maro Itoje, 20 Sam Warburton, 21 Rhys Webb, 22 Jonathan Sexton, 23 Leigh Halfpenny;

 

versus copiar

11h00 – Quênia x Uganda, em Nairóbi – Copa da África

Histórico: 30 jogos, 20 vitórias do Quênia e 10 vitórias de Uganda. Último jogo: Uganda 18 x 23 Quênia, em 2017;

 

versus copiar

12h00 – África do Sul x França, em Joanesburgo – Watch ESPN AO VIVO

Árbitro: Angus Gardner (Austrália)

Histórico: 41 jogos, 24 vitórias da África do Sul, 11 vitórias da França e 6 empates. Último jogo: África do Sul 37 x 15 França, em 2017;

África do Sul: 15 Andries Coetzee, 14 Raymond Rhule, 13 Jesse Kriel, 12 Jan Serfontein, 11 Courtnall Skosan, 10 Elton Jantjies, 9 Francois Hougaard, 8 Warren Whiteley (c), 7 Jean-Luc du Preez, 6 Siya Kolisi, 5 Franco Mostert, 4 Eben Etzebeth, 3 Ruan Dreyer, 2 Malcolm Marx, 1 Tendai Mtawarira;

Suplentes: 16 Bongi Mbonambi, 17 Steven Kitshoff, 18 Coenie Oosthuizen, 19 Pieter-Steph du Toit, 20 Jaco Kriel, 21 Rudy Paige, 22 Frans Steyn, 23 Dillyn Leyds;

França: 15 Brice Dulin, 14 Nans Ducuing, 13 Damian Penaud, 12 Gael Fickou, 11 Virimi Vakatawa, 10 Jules Plisson, 9 Baptiste Serin, 8 Louis Picamoles, 7 Kevin Gourdon, 6 Yacouba Camara, 5 Romain Taofifenua, 4 Yoann Maestri, 3 Rabah Slimani, 2 Guilhem Guirado (c), 1 Jefferson Poirot;

Suplentes: 16 Clement Maynadier, 17 Xavier Chiocci, 18 Uini Atonio, 19 Paul Jedrasiak, 20 Loann Goujon, 21 Maxime Machenaud, 22 Francois Trinh Duc, 23 Vincent Rattez;

 

romêniaversus copiar

13h00 – Romênia x Brasil, em Bucareste – Brasil Rugby TV AO VIVO

Árbitro: Dan Jones (Gales)

Histórico: nunca se enfrentaram;

Romênia: 1 Ionel Badiu (Carcassonne, França/2ª divisão), 2 Andrei Radoi (Timisoara Saracens), 3 Andrei Ursache (Carcassonne, França/2ª divisão), 4 Johannes Van Heerden (Stiinta Baia Mare), 5 Marius Antonescu (Colomiers, França/2ª divisão), 6 Andrei Gorcioaia (Massy, França/3ª divisão), 7 Vlad Nistor (Albi, França/2ª divisão), 8 Mihai Macovei (C) (Colomiers, França/2ª divisão), 9 Florin Surugiu (Steaua Bucuresti), 10 Luke Samoa (Stiinta Baia Mare), 11 Jack Cobden (CSM Bucuresti), 12 Sione Fakaosilea (Stiinta Baia Mare), 13 Paula Kinikinilau (CSM Bucuresti), 14 Fonovai Tangimana (Timisoara Saracens), 15 Marius Simionesuc (Timisoara Saracens);

Suplentes: 16 Ovidiu Cojocaru (CSM Baia Mare), 17 Constantin Pristavita (Stiinta Baia Mare), 18 Alexandru Gordas (CSA Steaua), 19 Valentin Poparlan (Timisoara Saracens), 20 Viorel Lucaci (Steaua Bucuresti), 21 Tudorel Bratu (Dinamo Bucuresti), 22 Florin Vlaicu (Steaua Bucuresti), 23 Ionut Dumitru (Steaua Bucuresti);

Brasil: 1 Jonatas “Chabal” Paulo (Band Saracens), 2 Yan Rosetti (C) (CUBA, Argentina), 3 Pedro Bengaló (Desterro), 4 Cléber “Gelado” Dias (Poli), 5 Gabriel Paganini (Band Saracens), 6 João Luiz “Ige” Da Ros (Desterro), 7 Arthur Bergo (SPAC), 8 André “Buda” Arruda (Desterro), 9 Lucas “Tanque” Duque (São José), 10 Josh Reeves (Jacarei), 11 Jacobus De Wet (Poli), 12 Moisés Duque (São José), 13 Felipe Sancery (São José), 14 Laurent Bourda-Couhet (Band Saracens), 15 Daniel Sancery (São José);

Suplentes: 16 Endy Willian (Curitiba), 17 Lucas Abud de Andrade (Poli), 18 Matheus “Blade” Rocha (Jacarei), 19 Matheus Wolf (Joaca), 20 Nick Smith (SPAC), 21 Matheus “Matias” Daniel (Jacarei), 22 Robert Tenorio (Pasteur), 23 Guilherme Coghetto (Desterro);

 

versus copiarZimbábue copy

13h00 – Senegal x Zimbábue, em Dakar – Copa da África

Histórico: 1 jogo e 1 vitória do Zimbábue, 21 x 15, em 2005;

 

versus copiar

16h00 – Canadá x Estados Unidos, em Hamilton – Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2019

Árbitro: Ben Whitehouse (Gales)

Histórico: 56 jogos, 38 vitórias do Canadá, 17 vitórias dos Estados Unidos e 1 empate. Último jogo: Canadá 34 x 51 Estados Unidos, em 2017 (Americas Rugby Championship);

 

versus copiar

16h15 – Argentina x Geórgia, em Jujuy – ESPN+ AO VIVO

Árbitro: Luke Pearce (Inglaterra)

Histórico: 4 jogos e 4 vitórias da Argentina. Último jogo: Argentina 54 x 09 Geórgia, em 2015 (Copa do Mundo);

Argentina: 1 Nahuel Tetaz Chaparro, 2 Agustín Creevy (c), 3 Enrique Pieretto, 4 Matías Alemanno, 5 Guido Petti, 6 Tomás Lezana. 7 Rodrigo Báez, 8 Leonardo Senatore, 9 Martín Landajo, 10 Nicolás Sánchez, 11 Matías Moroni, 12 Jerónimo de la Fuente, 13 Matías Orlando, 14 Ramiro Moyano, 15 Joaquín Tuculet;

Suplentes: 16 Julián Montoya, 17 Lucas Noguera Paz, 18 Ramiro Herrera, 19 Pablo Matera, 20 Benjamín Macome, 21 Gonzalo Bertranou, 22 Santiago González Iglesias, 23 Germán Schulz;

Geórgia: 1 Mikheil Nariashvili, 2 Jaba Bregavadze, 3 Soso Bekoshvili, 4 Giorgi Nemsadze, 5 Konstantine Mikautadze, 6 Otari Giorgadze, 7 Viktor Kolelishvili, 8 Lasha Lomidze, 9 Vasil Lobhanidze, 10 Lasha Khmaladze, 11 Alexander Todua, 12 Merab Sharikadze, 13 David Kacharava, 14 Tamaz Mchedlidze, 15 Merab Kvirikashvili;

Suplentes: 16 Shalva Mamukashvili, 17 Tornike Mataradze, 18 Anton Peikrishvili, 19 Giorgi Chkaidze, 20 Giorgi Tsutskiridze, 21 Giorgi Begadze, 22 Lasha Malaguradze, 23 Ioseb Matiashvili;

 

*Horários de Brasília