Qual o caminho para a Seleção Brasileira Feminina jogar a Série Mundial 2016-17?

A etapa do Canadá da Série Mundial de Sevens Feminina foi a última disputada pelo Brasil na atual temporada 2015-16. Mas, como será o sistema de classificação para a temporada 2016-17? O que o Brasil precisa fazer para se tornar uma das 11 seleções centrais do circuito, isto é, uma das 11 seleções que têm vaga em todos os torneios da temporada?

 

A informação não havia sido largamente divulgada, mas o World Rugby deverá fazer a seguinte distribuição das 11 vagas para 2016-17:

  • – 9 primeiras colocadas da temporada 2015-16, que se encerra em 29 de maio, com a etapa final, em Clermont, na França;
  • – Melhor equipe no Pré-Olímpico Mundial (entre as que não ficaram entre a 9 da temporada), que será disputado nos dias 25 e 26 de junho, em Dublin, na Irlanda;
  • – Melhor equipe nos Jogos Olímpicos (entre as equipes que ainda não tiverem conquistado vaga);

 

Dessa maneira, a situação do Brasil é boa. As Tupis não têm mais chances de terminarem entre as 9 melhores da temporada e não disputarão o Pré-Olímpico Mundial. Mas, com apenas 12 seleções participantes dos Jogos Olímpicos, e com a maioria delas já garantidas como seleções centrais do circuito, o Brasil provavelmente decidirá sua sorte em casa, no Rio de Janeiro, enfrentando seleções mais acessíveis.
 

Seleção Pontuação geral Etapa 5 (França) Etapa 4 (Canadá) Etapa 3 (Estados Unidos) Etapa 2 (Brasil) Etapa 1 (Emirados Árabes)
Austrália 94 18 16 20 20 20
Nova Zelândia 80 16 18 18 16 12
Canadá 74 20 12 14 18 10
Inglaterra 74 14 20 16 08 16
França 60 12 14 08 12 14
Rússia 42 04 06 10 04 18
Estados Unidos 46 10 08 12 14 02
Fiji 36 08 04 06 10 08
Espanha 26 06 10 02 02 06
Brasil* 12 00 03 00 06 03
Japão 12 01 01 03 03 04
Irlanda 11 03 02 04 01 01
Quênia* 02 02 00 00 00 00
Colômbia* 01 00 00 01 00 00
* seleções convidadas
Etapa Campeão
Etapa 1 (Emirados Árabes) Austrália
Etapa 2 (Brasil) Austrália
Etapa 3 (Estados Unidos) Austrália
Etapa 4 (Canadá) Inglaterra
Etapa 5 (França) Canadá

– Pontuação: 1º lugar, 20 pontos / 2º, 18 pts / 3º, 16 pts / 4º, 14 pts / 5º, 12 pts / 6º, 10 pts / 7º, 8 pts / 8º, 6 pts / 9º, 4 pts / 10º, 3 pts / 11º, 2 pts / 12º, 1 pt.


 

Apostas

Olhando a atual classificação da Série Mundial de Sevens Feminina, 7 seleções já garantiram matematicamente suas vagas na próxima temporada: Austrália, Nova Zelândia, Inglaterra, Canadá, França, Rússia e Estados Unidos. Fiji dificilmente ficará de fora pela pontuação que tem hoje, enquanto a Espanha está muito próxima da vaga, somando 9 pontos a mais que o Japão. O Brasil, apesar de estar em 10º lugar no momento, 1 ponto acima do Japão, deverá encerrar a temporada em 10º ou 11º lugar, dependendo da campanha japonesa em Clermont (uma vez que o Brasil não disputará a última etapa, perdendo sua vaga de convidado para o Quênia).

 

Entre as 9 atuais primeiras colocadas do circuito, apenas Rússia e Espanha ainda não se garantiram nos Jogos Olímpicos e terão que disputar o Pré-Olímpico Mundial em Dublin, valendo uma única vaga no Rio 2016. Mas, quem estará na briga pela vaga no circuito? Se a Espanha não sair do Top 9 do circuito, a seleção que jogará em casa no Pré-Olímpico, a Irlanda, certamente foi a grande beneficiada, e terá como concorrentes Portugal, China, Hong Kong, Cazaquistão, Argentina, Venezuela, México, Trinidad e Tobago, Tunísia, Zimbábue, Madagascar, Samoa e lhas Cook. O favoritismo é irlandês, com chinesas, cazaques, portuguesas e argentinas aparecendo como as principais concorrentes.

 

Entre as equipes já classificadas para o Rio 2016, isto é, que não disputarão o Pré-Olímpico Mundial, apenas 4 não têm vaga na Série Mundial de Sevens 2016-17: Brasil, Colômbia, Quênia e, provavelmente, o Japão. Com isso, tudo leva a crer que o Rio 2016 possuirá uma disputa paralela entre esses quatro países pensando no circuito mundial.

Comentários