ARTIGO ATUALIZADO – O que parecia um boato está virando realidade! Hoje, a USA Rugby, entidade máxima do rugby dos Estados Unidos, publicou em seu website a realização de um histórico encontro em Miami entre os seis representantes dos prováveis participantes do torneio proposto – Argentina, Estados Unidos, Canadá, Uruguai, Chile e Brasil.

 

A reunião ocorreu nesta semana e as discussões avançaram sobre a criação de uma competição anual, a partir de 2016, envolvendo os seis países. Agustín Danza, CEO da CBRu, esteve presente no encontro e declarou à assessoria de imprensa da USA Rugby que “estamos muito otimistas sobre o futuro do rugby nas Américas. A colaboração que conseguimos nesse primeiro encontro nos mostrou que se tivermos mais destes encontros seremos capazes de acelerar o desenvolvimento do rugby na região”.

 

- Continua depois da publicidade -

A competição contaria com partidas em todos os países, nos moldes do Six Nations europeu, com cinco jogos para cada país. De acordo com notícia recente, o torneio seria realizado em fevereiro e março, e a Argentina entraria com uma seleção reserva, utilizando o certame para preparar atletas para o Rugby Championship e o Super Rugby. A intenção nas próximas reuniões é de elaborar um calendário para os próximos cinco anos.

 

Outra novidade é o fomento à Pan-American Rugby Association (PARA), entidade que governaria o novo torneio, sob a presidência do argentino Agustín Pichot. A entidade foi criada em 1991 e organizou um torneio pan-americano entre 1995 e 2003, mas desde então teve poucas atividades.