Os Tupis encerrarão 2018 nesta terça-feira em seu último amistoso no Argentina. O Brasil terá pela frente a província de Salta, 4ª colocada do Campeonato Argentina de 2017.

Los Mayuatos (os “Mãos-Peladas”, animal da fauna sul-americana semelhante ao guaxinim), apelido da seleção saltenha, se firmaram como uma seleção emergente importante dentro do cenário argentino, apesar de não terem a mesma tradição de Tucumán (que venceu sexta o Brasil por 34 x 31).

Para o desafio, que acontece no campo do Jockey Club de Salta, Rodolfo Ambrosio, técnico do Brasil, confirmou um XV titular com apenas 3 mudanças com relação ao jogo passado. Valentin irá para o banco na linha, dando lugar a Stefano, que jogará na ponta. Com isso, Robert foi deslocado para jogar como primeiro centro, sendo testado na posição. Já entre os avançados, o politécnico Sininho ganhou seu primeiro início e como pilar, ocupando vaga de Abud, ao passo que Ilha deu espaço na terceira linha para a volta de Devon. O restante do time é o mesmo, com Felipe Sancery de capitão, liderando um XV forte, próximo do ideal.

O jogo terá transmissão ao vivo online em tercertiempotv.com.ar. Kickoff à 18h00, hora de Brasília (17h de Salta).

- Continua depois da publicidade -

 

versus copiar

18h00 – Salta x Brasil, em Salta

*Horário de Brasília

Salta: 1 Agustín Fernández, 2 Diego Fortuny (c), 3 Franco Giaccopo, 4 Exequiel Gil, 5 Matías Michelena, 6 Matías Fortuny, 7 Mauro Sarmiento, 8 José Chierici, 9 Lucas Genovese, 10 Santiago Larrieu, 11 Tomás Suárez, 12 Gastón Frey, 13 Nicolás Acedo, 14 José Correa, 15 Ramiro Chávez;

Suplentes: 16 Cristian Fernández, 17 Ramiro Guzmán, 18 Franco Bresanutti, 19 Gonzalo Aldao, 20 Nicolás Sánchez, 21 Gastón Bazán, 22 Agustín Isola, 23 Ignacio Cordovin;

Brasil: 15 Daniel Sancery, 14 Lucas “Zé” Tranquez, 13 Felipe Sancery, 12 Robert Tenorio, 11 Stefano Giantorno, 10 Josh Reeves, 9 Douglas Rauth, 8 André “Buda” Arruda, 7 Arthur Bergo, 6 Devon Muller, 5 Cleber “Gelado” Dias, 4 Lucas “Bruxinho” Piero, 3 Jardel Vettorato, 2 Wilton Murilo “Nelson” Rebolo, 1 João “Sininho” Talamini;

Suplentes: 16 Endy Willian Pinheiro, 17 Caique Segura, 18 Pedro Bengaló, 19 Gabriel Paganini, 20 Michael “Ilha” Oliveira, 21 Daniel “Maranhão” Silva, 22 Jacobus De Wet Van Niekerk, 23 Valentin Garcia;

 

1 COMENTÁRIO

  1. Victor, mayuato é guaxinim, ou pelo menos guaxinim sulamericano (nome de origem tupi para procyon cancrivorus)… Quem conhece esse bicho como “mão pelada”? (Bizarro chamar o animal estadunidense com o nome de origem tupi “îagûasinĩ” enquanto o animal sulamericano recebe a designação de “mão pelada”… Por sinal é exatamente o que ocorreu com a designação “yaguar”)