Tupis convocados para viagem ao Paraguai

No próximo sábado, dia 7, o Brasil fará sua despedida do Sul-Americano encarando fora de casa o Paraguai, no estádio Héroes de Curupayty, em Assunção, às 15h30, hora local, 16h30, hora de Brasília. A partida é crucial para os dois times: o Brasil precisa vencer para se manter com chances de terminar com o vice campeonato (sua melhor colocação desde 1964). O segundo lugar daria ao Brasil a classificação à Sudamérica Rugby Cup de 2017 para enfrentar a Argentina no troféu mais importante da região. Mas, para isso, ainda é preciso que o Chile seja derrotado pelo Uruguai e que, no saldo, o Brasil supere os chilenos. Para o Paraguai, em jogo está a fuga do último lugar. Caso os Yakarés vençam, o Brasil poderá cair para o último lugar caso acabe o torneio com saldo inferior ao do Chile.

 

O Brasil não vence o Paraguai desde o amistoso em São José dos Campos em 2014, quando os Tupis comemoraram o 21 x 13. No último jogo entre brasileiros e paraguaios, em 2015, a vitória coube ao Paraguai, por 17 x 11, em Bento Gonçalves. Já em 2014, a vitória no Sul-Americano também foi paraguaia, no último jogo entre os dois times em Assunção: 31 x 14. A última vitória brasileira sobre os paraguaios pela competição continental foi em 2012, 35 x 22, em São Paulo, no estádio do Nacional, em partida que valia pela repescagem de promoção à primeira divisão sul-americana. O último triunfo da seleção brasileira em solo paraguaio foi em 2008, em Luque, no histórico triunfo por 15 x 6 que devolveu o Brasil à elite continental e quebro um jejum que se arrastava desde 1989 sem vitórias sobre os Yakarés.

 

Sob o comando do técnico Rodolfo Ambrosio, os jogadores seguem a rotina de treinamentos técnicos, físicos e táticos no Núcleo de Alto Rendimento (NAR), em São Paulo. Concentrada na capital paulista, a delegação embarcará no final da semana para o país vizinho. Ambrosio anunciou uma lista de 24 jogadores, com 6 novidades com relação ao time que encarou o Chile no Pacaembu. Na linha, os retornos são Matheus Cruz (para scrum-half), Matheus Estrela (para o centro) e Lucas Muller (para a ponta), ao passo que no pack entram Wilson Rebolo, o “Nelson” (pilar),  Gabriel Paganini (segunda linha) e Cleber Dias, o “Gelado” (terceira linha). André Arruda, o “Buda” (terceira linha), e Lucas Piero, o “Bruxinho” (segunda linha), serão as ausências entre os forwards, enquanto a linha não terá Lucas Duque, o “Tanque” (scrm-half), poupado para o sevens, Phil Ramos (centro) e Robert Tenório (ponta).

 

A partida ainda não teve confirmada transmissão pela Rede TV.

 

Arthur Bergo (SPAC);

Beukes Cremer (Poli);

Caique Silva (NaFor);

Cleber Dias “Gelado” (Wallys);

Daniel Sancery (São José);

Diego Lopez (Pasteur);

Felipe Sancery (São José);

Gabriel Paganini (Bandeirantes Saracens);

Guilherme Coghetto (Desterro);

João Luiz da Ros “Ige” (Desterro);

Jonatas Paulo “Chabal” (Bandeirantes Saracens);

Laurent Bourda-Couhet (Bandeirantes Saracens);

Luan Almeida (Jacareí);

Lucas Abud (SPAC);

Lucas Muller (Desterro);

Mark Jackson “Wacko” (Desterro);

Mateus Estrela (Niterói);

Matheus Cruz (Jacareí);

Moisés Duque (São José);

Nick Smith (SPAC);

Rafael Carnivale “Carnaval” (SPAC);

Stefano Giantorno (NaFor);

Wilton Rebolo “Nelson” (São José)

Yan Rosetti (CUBA, Argentina)

Técnico: Rodolfo Ambrosio

 

Seleção P J V E D PP PC SP
Uruguai 9 3 3 0 0 135 43 92
Chile 4 3 1 1 1 102 66 36
Brasil 4 3 1 1 1 66 77 -11
Paraguai 0 3 0 0 3 43 160 -117

– Vitória = 3 pontos;
– Empate = 1 ponto;
– Derrota = 0 pontos;

– Os 2 primeiros colocados garantem vaga para enfrentar a Argentina na Sudamérica Rugby Cup de 2017

 
Foto: Fotojump

Comentários