Brasil conseguiu em 2018 sua primeira vitória na história sobre a Argentina XV. Foto: UAR/Emi Raimondi

Escalados! Sábado, dia 19, poderá entrar para a história do rugby brasileiro como o dia do primeiro título sul-americano da primeira divisão para os Tupis na história. O Brasil receberá no SPAC, em São Paulo, a Colômbia e uma simples vitória dará a taça inédita à Seleção Brasileira. O jogo terá transmissão ao vivo da Rede TV! e da Rádio Gol e Rock.

Rodolfo Ambrosio, treinador da equipe, escalou seu XV titular com 5 modificações com relação aos 15 que começaram jogando contra a Argentina no sábado passado. Na linha, os pontas Ariel e De Wet darão lugar a Daniel Sancery e Stefano. Com Daniel de 15, Zé foi deslocado para uma das pontas, com Stefano na outra.

Já no pack, oitavo Matheus Augusto saiu para a titularização de llha, um dos destaques da vitória sobre os argentinos (com 2 tries), na asa. Com isso, Ige, que fará (agora sim) seu último jogo pelos Tupis, jogará com a 8. Na segunda linha, Bruxinho começará na reserva, com Gelado, voltando de lesão, sendo escalado para seu único jogo no Sul-Americano 2018. Já na primeira linha Abud dará lugar a Chabal, que, assim como Ige, se despedirá da Seleção Brasileira como atleta.

Na reserva, Buda é a novidade, também recuperado de lesão, poderá também fazer seu único jogo no torneio deste ano, assim como Big Mike.

- Continua depois da publicidade -

 

versus copiar

15h00 – Brasil x Colômbia, em São Paulo – Rede TV! AO VIVO + Rádio Gol e Rock

Clique aqui para comprar ingressos ao jogo (vendas APENAS online)

Árbitro: Damian Schneider (Argentina) / Assistentes: Cauã Ricardo (Brasil) e Lucas Sacomanno (Brasil)

Histórico: 10 jogos e 10 vitórias do Brasil. Último jogo: Brasil 44 x 00 Colômbia, em 2015 (Repescagem para o Sul-Americano);

Brasil: 15 Daniel Sancery, 14 Stefano Giantorno, 13 Felipe Sancery, 12 Moisés Duque, 11 Lucas “Zé” Tranquez, 10 Josh Reeves, 9 Lucas “Tanque” Duque, 8 João Luiz “Ige” Da Ros, 7 Arthur Bergo, 6 Michael “Ilha” Moares, 5 Gabriel Paganini, 4 Cléber “Gelado” Dias, 3 Jardel Vettorato, 2 Yan Rosetti (c), 1 Jonatas “Chabal” Paulo;

Suplentes: 16 Luan “Big Mike” Almeida, 17 Wilton “Nelson” Rebolo, 18 Lucas Abud, 19 Lucas “Bruxinho” Piero, 20 André “Buda” Arruda, 21 Will Broderick, 22 De Wet Van Niekerk, 23 Valentin Garcia;

Colômbia: Diego Andrés Posada Giraldo, Andrés Felipe Arango Aguilera, Mauricio Espinal Vargas, Jorge Andrés, Sebastián Arroyave Gil, John Carlos Alvarez Grajales, Danny Esteban Giraldo Mesa, Juan Felipe Aguirre Ardila, Camilo Cadavid, Gerson Ortiz, Sebastián Mejía, Diver Jefferson Ceballos Salazar, Julián Andrés Navarro Londoño, Alejandro Vanegas Rodrigues, Emmanuel Bedoya, Jhojan Alexander Ortiz Arango, José Manuel Diosa, Juan Gabriel Davila, Jhon Arley Urrutia, Maicol Ivan Machado, Andrés Felipe Alvarez, Ferney Santiago Mejía, Neider Enrique García;