É oficial: a Superliga Americana de Rugby (SLAR), a nova liga profissional da América do Sul, não acontecerá mais em 2020. A liga foi definitivamente cancelada para este ano, mas promete retornar em 2021.

A decisão foi uma resposta à pandemia do coronavírus COVID-19. Com isso, a franquia brasileira do Corinthians está suspensa e sua existência para 2021 ainda precisará ser oficialmente confirmada, uma vez que a licença de uso da marca pela CBRu era de um ano, mas prorrogável.

“É uma situação limite de força maior. O que está acontecendo afeta todos nós e precisamos tomar decisões rápidas para evitar maiores males com os participantes da Superliga Americana de Rugby”, disse Sebastián Piñeyrúa, presidente da Sudamérica Rugby e da SLAR, que concluiu:

- Continua depois da publicidade -

“Conhecemos e compreendemos a realidade dos cinco países afetados. Esta situação está gerando muitos danos e devemos limitá-los o máximo possível. A decisão que tomamos permitirá que jogadores e membros das comissões técnicas voltem para suas casas antes do fechamento das fronteiras e os países terão mais clareza em suas ações imediatas. Agradeço a colaboração e compreensão de todos neste momento difícil e recomendamos seguir as instruções sanitárias de cada país”.

O Corinthians é o único time que não jogou em 2020 uma partida oficial pela competição.