Verblitz e Steelers ficaram no empate. Foto: Toyota Verblitz

ARTIGO COM VÍDEOS – O Campeonato Japonês está só esquentando e jogos interessantes aconteceram nesse fim de semanan na Top League.

O príncipe Chichibu recebeu mais de 13 mil pessoas no jogo da rodada entre Panasonic Wild Knights versus Yamaha Júbilo. Akihito Yamada mostrou mais uma vez por que é um dos destaques na ponta. Após o vacilo no ataque do Yamaha, Yamasawa fez belo domínio pelos pés e deixou Yamada habilitado para marcar o primeiro try do jogo para os cavaleiros selvagens.

Aos 24 minutos da primeira etapa a fatura já estava liquidada quando Sam Wykes tramou com Yamada o segundo try da partida, após falha de cobertura por Ayumu Goromaru. A outra metade do duelo teve o placar de 15 a 0 inalterado, sendo este o final. No dia 23 de outubro de 2010, no mesmo estádio, foi a última vez que o azuis de Shizuoka perderam sem marcar nenhum ponto, nesta ocasião sucumbiram ante o Suntory Sungoliath por 72 a 0.

O Toyota Verblitz rivalizou com os Steelers no duelo de chutes entre Lionel Cronje e Dan Carter. O placar de 26 a 26 poderia ter sido diferente caso Cronje tivesse acertado a última conversão do jogo. Com apenas duas partidas, Carter agora soma 37 pontos e tem o melhor aproveitamento da liga, o terceiro no ranking geral. O empate teve sabor de vitória para os Verblitz que agora estão na liderança da conferência vermelha.

- Continua depois da publicidade -

Os Steelers saíram da zona de classificação. Os vermelhos de Kobe deram lugar aos Shining Arcs, que bateram os Red Dolphins por 45 a 28. Os Arcs marcaram sete tries com Gates e Shokei Kin, duas vezes, Kai Ishii, Isaac Ross  e Leilua Murphy.

O derby entre Black Rams e Canon Eagles mostrou que o elenco encorpado das águias não funcionou. Os Rams venceram por 21 a 17 e, apesar do placar que ficou encostado durante todo o certame, a derrota colocou os Eagles distantes da zona de classificação.

O Kubota Spears encostou no G-4 após vencer o Honda Heat por 31 a 29. A partida transbordou emoções, já que até aos 40 do segundo tempo a vitória era do Heat. A torcida presente no City Light Stadium testemunhou o try de Gerhard van den Heever que ele mesmo converteu no último lance do jogo, a partida terminou como um clima festivo de título.

O Suntory Sungoliath precisou apenas de apenas 25 minutos para marcar mais de 30 pontos na vitória por 47 a 31. A vítima foi a equipe do NEC Green Rockets que apesar de anotar cinco tries, reagiu tardiamente as investidas amarelas, quando o certame já estava precocemente definido. A situação está complicada para os verdes, já que amarga a vice lanterna da conferência vermelha.

A rodada encerrou com Blues de Munakata versus Toyota Shuttles. Depois de um placar equilibrado na primeira etapa em que os Shuttles levaram 12 a 10 para o vestiário, no segundo tempo eles deslancharam e aplicaram 32 a 15, deixando a equipe de Andrew Everingham na lanterna da conferência vermelha, sem vitórias.

A rodada teve média de 5032,63 torcedores por jogo. Os Arcs inauguraram o cartão vermelho nesta temporada, com Shane Gates. Na próxima semana teremos apenas um jogo. Os Steelers enfrentam os Blues de Munakata em partida adiada da segunda jornada.

Escrito por: Leandro Vieira

 

Top League – Campeonato Japonês 2018

Shining Arcs 45 x 28 Red Dolphins

Blues 15 x 32 Shuttles

Sungoliath 47 x 31 Green Rockets

Verblitz 26 x 26 Steelers

Black Rams 21 x 17 Eagles

Heat 29 x 31 Spears

Brave Lupus 29 x 14 Red Sparks

Wild Knights 15 x 00 Jubilo

ClubePrefeituraJogosPontos
Grupo A
Kobelco SteelersKobe730
Toyota VerblitzToyota726
Suntory SungoliathTóquio726
NTT Shining ArcsChiba719
NEC Green RocketsChiba714
Toyota Industries ShuttlesNagoya712
Hino Red DolphinsTóquio76
Munakata Sanix BluesMunakata 70
Grupo B
Yamaha JubiloShizuoka728
Panasonic Wild KnightsGunma727
Kubota SpearsChiba723
Ricoh Black RamsTóquio720
Honda HeatSuzuka714
Toshiba Brave LupusTóquio712
Canon EaglesTóquio712
Coca-Cola West Red SparksFukuoka70
- Vitória = 4 pontos;
- Empate = 2 pontos;
- Derrota = 0 pontos;
- Anotar 4 ou mais tries = 1 ponto extra;
- Perder por 7 pontos ou menos de diferença = 1 pontos extra;

- 4 primeiros colocados de cada grupo vão às quartas de final;