Stormers batem Jaguares e lideram o Super Rugby. Foto; Stormers

ARTIGO COM VÍDEOS – Apenas uma equipe fechou invicta a 4ª rodada do Super Rugby: o Stormers, da África do Sul, grande líder da competição no momento.

Os Stormers receberam na Cidade do Cabo os Jaguares argentinos e triunfaram em ásperos 17 x 07, em jogo de tries apenas no segundo tempo, com os Jaguares tendo se defendido na maior parte da primeira etapa (com sucesso). Na volta do intervalo, Herschel Jantjies interceptou passe para o primeiro try sul-africano e, logo na sequência, com os Jaguares desnorteados, Ruhan Nel marcou o segundo dos Stormers. Aos 66′, Bruni fez o try da reação argentina, que acabou parando na defesa azul no fim do jogo.

Os Stormers celebraram ainda a derrota em casa dos Chiefs diante dos Brumbies, em muito comemorada vitória australiana sobre os neozelandeses. Os Chiefs estavam invictos e sucumbiram por 26 x 14 depois de um primeiro tempo brilhante dos Brumbies (dominantes nas formações), que marcaram 3 tries sem resposta, com Banks, Kata e Samu, que ainda cruzou o in-goal logo após o intervalo. Os Chiefs reagiram com 2 tries no segundo tempo, de Cruden e Lienert-Brown, mas já era tarde para os anfitriões despertarem de um jogo atípico.

A derrota dos Chiefs permitiu aos Crusaders retornarem à liderança da Conferência Neozelandesa ao venceram o clássico da Ilha do Sul contra os Highlanders por 33 x 13, em jogo perfeito dos atuais campeões, que foram dominantes desde o começo do embate. Codie Taylor (14′), Tom Christie (20′), Braydon Ennor (26′), George Bridge (32′) e Sione Havili (74′) cruzaram o in-goal para os rubronegros.

Outro neozelandês vencedor na rodada foi o Blues, que triunfou na África do Sul sobre os Bulls por 23 x 21, mesmo sem terem Beauden Barrett em campo. Mark Telea, Tom Robinson e Stephen Perofeta marcaram os tries dos visitantes, enquanto o veterano Morne Steyn e Jeandre Rudolph fizeram para os donos da casa. Com Steyn preciso nos chutes, os Bulls chegaram ao fim do tempo regulamentar em vantagem de 21 x 20, mas Otere Black converter o penal da vitória dramática do time de Auckland.


Por outro lado, os Sharks estão voando baixo. O time de Durban foi à Austrália e bateu o Melbourne Rebels por 36 x 24, em jogo empolgante de 5 tries a 3 para os sul-africanos, com destaque para Mapimpi marcando 2 vezes, enquanto Esterhuizen, Tambwe e Bosch fizeram os outros tries dos Sharks, que vão brilhando com sua linha. O jogo foi na pequena cidade de Ballarat, com os Rebels buscando conexão com o público do interior de seu estado.

Por fim, os Reds voaram baixo e fizeram seu melhor jogo em algum tempo no Super Rugby, atropelando os Sunwolves por 64 x 05. Jogaço de 10 tries para os australianos. James O’Connor esteve entre os destaques.

Hurricanes, Lions e Waratahs folgaram na rodada.

- Continua depois da publicidade -

 

Super Rugby – Liga do Hemisfério Sul

Crusaders 33 x 13 Highlanders

Rebels 24 x 36 Sharks

Chiefs 14 x 26 Brumbies

Reds 64 x 05 Sunwolves

Stormers 17 x 07 Jaguares

Bulls 21 x 23 Blues

 EquipeConferênciaPaísCidadeJogosPontos
sharks SR copy copySharksÁfrica do Sul/ArgentinaÁfrica do SulDurban724
CrusadersNova ZelândiaNova ZelândiaChristchurch623
Brumbies logo copyBrumbiesAustrália/JapãoAustráliaCanberra623
BluesNova ZelândiaNova ZelândiaAuckland722
ChiefsChiefsNova ZelândiaNova ZelândiaHamilton619
JaguaresÁfrica do Sul/ArgentinaArgentinaBuenos Aires717
HurricanesNova ZelândiaNova ZelândiaWellington617
Stormers_Rugby.svgStormersÁfrica do Sul/ArgentinaÁfrica do SulCidade do Cabo617
RebelsAustrália/JapãoAustráliaMelbourne613
RedsAustrália/JapãoAustráliaBrisbane713
Highlanders NZ rugby union team logo.svgHighlandersNova ZelândiaNova ZelândiaDunedin67
BullsÁfrica do Sul/ArgentinaÁfrica do SulPretória66
LionsÁfrica do Sul/ArgentinaÁfrica do SulJoanesburgo65
WaratahsAustrália/JapãoAustráliaSydney65
SunwolvesAustrália/JapãoJapãoTóquio64
- Vitória = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota = 0 pontos;
– Vencer marcando 3 ou mais tries que o oponente = 1 ponto extra;
– Perder por diferença de 7 pontos ou menos = 1 ponto extra;

- Classificam-se às quartas de final o 1º colocado de cada uma das 3 conferências + os 5 melhores da classificação geral;