Pé Vermelho foi destaque nesta rodada. Foto: Juliana Righetto/ Pé Vermelho Rugby

ARTIGO COM VÍDEO – Após duas rodadas, dois clubes seguem invicto no Grupo B (o Grupo Sul) do Super 13: Curitiba (que bateu o Serra Gaúcha, 46 x 06, fora de casa) e o Farrapos (que também venceu como visitante o Desterro, 24 x 13). Já o Pé Vermelho venceu a primeira: 37 x 25 no confronto direto com o Charrua.

 

Pé Vermelho se impõe em duelo crucial contra o Charrua – por Júlio Sodré

No reencontro com a torcida londrinense, o elenco do Pé Vermelho comemorou muito na tarde deste sábado. No Aterro do Igapó, a equipe da casa venceu o Charrua pelo placar de 37 a 25, levando o representante do interior paranaense subir para a terceira colocação do Grupo B, a Chave Sul.

- Continua depois da publicidade -

Não demorou para o Pé Vermelho fazer os primeiros pontos. Logo aos 2 minutos, Roger anotou um try. Os gaúchos reagiram e chegaram a virar o placar, após um try de Gabriel Bonzan, uma penalidade convertida e um chute de bonificação computado por Leonardo Rosa. Os londrinenses não se abateram. O time mandante pontuou com um try de Julio Molina. Além disso, Lucas Viñas converteu um chute e bonificação e mais duas penalidades. O Pé Vermelho foi para o intervalo com vantagem no placar: 18 a 10.

Na etapa final, o Charrua assustou depois que Leonardo Rosa converteu uma penalidade e diminuiu a diferença, mas a reação não foi suficiente. Pelo time londrinense, os jogadores Gabriel Henrique, Fernando Mazon e Gabriel Sanchez converteram mais um try, cada. Lucas Viñas voltou a pontuar com mais duas conversões nos chutes bonificação. Nada adiantou para o Charrua ter feito mais dois tries com Tiago Gonçalves e Xandão, além da conversão de mais uma bonificação por Leonardo Rosa.

“A gente teve uma proposta de usar um time mais pesado para cansar o Charrua. A estratégia deu certo. É ótima a sensação de vencer a primeira partida nesta edição do Super 13. Conquistar um resultado positivo logo na segunda rodada dá um novo ânimo para o próximo desafio.’ – comemora o técnico do Pé Vermelho, William Heckler.

Curitiba triunfa em Caxias do Sul

Foi o primeiro jogo em Caxias do Sul na história da primeira divisão do Campeonato Brasileiro. Porém, o Serra Gaúcha não conseguiu a vitória, com o Curitiba ganhando por 46 x 06 para seguir a campanha impecável.

Os gaúchos fizeram bom primeiro tempo, levando o jogo ao intervalo com desvantagem de somente 12 x 03, com Juca chutando 2 penais para os mandantes. Rauth fez o primeiro try do jogo para os paranaenses, que ampliaram antes da pausa com um penal try.

O time do técnico Carlitos Baldassari acabou por se impor por completo no segundo tempo, com o rendimento do Serra Gaúcha caindo. Juca somou um penal para os donos da casa logo no reinício, mas o CRC cruzou o in-goal nada menos que 5 vezes sem resposta, com Rasta, Limão, Paraguaio, Endy e Rauth outra vez.

 

Farrapos vence Clássico Verde

Em Florianópolis, o início de Super 13 do Desterro não vem sendo animador e o clube catarinense (já com o retorno de Buda) foi derrotado em casa pelo Farrapos, que segue mostrando força no início da campanha.

O Desterro abriu o placar com penal de Panta, mas o Farrapos logo respondeu com try de Maurício Canterle. O primeiro tempo se provou positivo para os donos da casa, que logo viraram o marcador com try de Ige seguido por novo penal de Panta. 13 x 07.

No entanto, os gaúchos voltaram mais fortes para a segunda etapa, logo viraram o marcador com try do segunda linha Bruno e, em bobeada do time catarinense, Coghetto fez o try da vitória dos alviverdes, que ainda somaram um último penal no fim com Facundo, negando as chances de bônus defensivo para os rubroverdes. 24 x 13.

 

Campeonato Brasileiro Super 13 – 3ª semana

GRUPO B

Dia 14/09/2019 às 15h00 – Pé Vermelho 37 x 25 Charrua

Árbitro: Richard Yuiti Mine

Local: Aterro Igapó – Londrina, PR

 

Dia 14/09/2019 às 15h00 – Serra Gaúcha 06 x 46 Curitiba

Árbitro: Guilherme Dalpizzolo

Local: SESI – Caxias do Sul, RS

 

Dia 14/09/2019 às 15h00 – Desterro 13 x 24 Farrapos

Árbitro: Cauã Ricardo

Local: UFSC Tapera – Florianópolis, SC

 

 ClubeCidade (Estado)PtsJVED4+7-PPPCSP
Grupo A
São JoséSão José dos Campos (SP)2565014135570285
PoliSão Paulo (SP)2465013131386227
PasteurSão Paulo (SP)21640241327108219
JacareíJacareí (SP)20640231247109138
Band SaracensSão Paulo (SP)9620410108377-269
TornadosIndaiatuba (SP)6610520120462-342
SPACSão Paulo (SP)060060068326-258
Grupo B
FarraposBento Gonçalves (RS)2355003021449165
CuritibaCuritiba (PR)2054014019952147
DesterroFlorianópolis (SC)1453022015110249
Serra GaúchaCaxias do Sul (RS)1152032181165-84
Pé VermelhoLondrina (PR)551041064264-200
CharruaPorto Alegre (RS)150051079155-76
- Vitória = 4 pontos;
- Empate = 2 pontos;
- Derrota = 0 pontos;
- Anotar 4 ou mais tries = 1 ponto extra;
- Perder por diferença de 7 pontos ou menos = 1 ponto extra;

- Classificados às quartas de final: 4 primeiros colocados do Grupo A e 3 primeiros colocados do Grupo B;
- Repescagem pela última vaga nas quartas; 5º colocado do Grupo A x 4º colocado do Grupo B;
- Repescagem contra o rebaixamento: 6º colocado do Grupo A (caso BH ou Rio Branco sejam campeões da Taça Tup) ou o 6º colocado do Grupo B (caso o Joaca seja campeão da Taça Tupi);
- Rebaixado: 7º colocado do Grupo A