Jaguares argentinos largam bem contra os Lions. Foto: Jaguares

ARTIGO COM VÍDEOS – Começou a liga mais curtida do mundo do rugby: o Super Rugby! A competição que reúne franquias de Nova Zelândia, Austrália, Japão, África do Sul e Argentina teve seu pontapé inicial com apenas três equipes conseguindo vitórias bonificadas: Jaguares (Argentina), Stormers (África do Sul) e o atual campeão Crusaders (Nova Zelândia). Com 15 times na liga, quem folgam na primeira rodada foi o Highlanders (Nova Zelândia).

Os argentinos, atuais vice campeões, deram alegria ao torcedor em Buenos Aires vencendo os Lions, da África do Sul, por contundentes 38 x 08. O primeiro tempo foi parelho, com Miotti fazendo try argentino e Werner o try visitantes. Mas o segundo tempo foi todos dos Jaguares, com Moroni (2 vezes), Ortega Desio e Creevy cruzando o in-goal.

Show também do lado dos Stormers, da Cidade do Cabo, que se impuseram sobre os neozelandeses do Hurricanes por nada menos que 27 x 00. Os ‘Canes não conseguiram lidar com a perda de Beauden Barrett e não produziram nada, vendo os sul-africanos marcarem 4 tries sem resposta, com Petersen, Kitshoff, Jantjies e Willemse.

Por sua vez, os Crusaders, campeões dos últimos 3 anos, seguiram perfeito e venceram em casa (jogando em Nelson) os australianos do Waratahs por 43 x 25, com 6 tries a 3. Jordan e Ennor foram destaques neozelandeses com 2 tries cada.

Um dos grandes jogos da rodada foi a partida que abriu a competição, opondo no Eden Park de Auckland os Blues e os Chiefs, em clássico da Ilha do Norte da Nova Zelândia. Os Blues não tiveram ainda Beauden Barrett estreando, mas Aaron Cruden jogou pelos Chiefs, que venceram de virada por 37 x 29, no primeiro jogo do técnico Warren Gatland. Lamborn, asa dos EUA, abriu o placar para os Blues e Rieko Ioane ainda fez 2 tries, mas os Chiefs reagiram, com destaque para 2 tries de Taukei’aho. Sowakula, Ross e Alaimalo fizeram os tries decisivos dos visitantes. No fim, Cruden ainda deixou o seu drop goal.

Na Conferência Australiana, surpreendentemente a liderança é dos japoneses do Sunwolves, que vão se despedindo do Super Rugby (pois serão excluídos ao final da temporada). Sem atletas da seleção japonesa e cheios de estrangeiros, os Sunwolves receberam em Fukuoka os australianos do Rebels e triunfaram por marcantes 36 x 27.

Já em Canberra os Brumbies venceram o dérbi australiano contra os Reds e foi no detalhe: 27 x 24, com direito a 4 tries para o time da capital.

Finalmente, no dérbi sul-africano da vez, os Sharks derrotaram os Bulls por 23 x 15, com Nkosi marcando o primeiro try e Nohamba fazendo o try decisivo no lance final. De volta ao Super Rugby, Morné Steyn esteve em campo pelos Bulls e somou todos os pontos do time, com 4 penais e 1 drop goal.

Cheetahs atropelam no PRO14

Ainda na África do Sul, mas em outra competição, os Cheetahs venceram dérbi local contra o Kings em jogo atrasado pelo PRO14. Nada menos que 45 x 00 para os laranjas, que estão na zona de classificação ao mata-mata. Dweba foi o destaque com hat-trick (3 tries).

- Continua depois da publicidade -

 

Super Rugby – Liga do Hemisfério Sul

Blues 29 x 37 Chiefs

Brumbies 27 x 24 Reds

Sharks 23 x 15 Bulls

Sunwolves 36 x 27 Rebels

Crusaders 43 x 25 Waratahs

Stormers 27 x 00 Hurricanes

Jaguares 38 x 08 Lions

 EquipeConferênciaPaísCidadeJogosPontos
sharks SR copy copySharksÁfrica do Sul/ArgentinaÁfrica do SulDurban724
CrusadersNova ZelândiaNova ZelândiaChristchurch623
Brumbies logo copyBrumbiesAustrália/JapãoAustráliaCanberra623
BluesNova ZelândiaNova ZelândiaAuckland722
ChiefsChiefsNova ZelândiaNova ZelândiaHamilton619
JaguaresÁfrica do Sul/ArgentinaArgentinaBuenos Aires717
HurricanesNova ZelândiaNova ZelândiaWellington617
Stormers_Rugby.svgStormersÁfrica do Sul/ArgentinaÁfrica do SulCidade do Cabo617
RebelsAustrália/JapãoAustráliaMelbourne613
RedsAustrália/JapãoAustráliaBrisbane713
Highlanders NZ rugby union team logo.svgHighlandersNova ZelândiaNova ZelândiaDunedin67
BullsÁfrica do Sul/ArgentinaÁfrica do SulPretória66
LionsÁfrica do Sul/ArgentinaÁfrica do SulJoanesburgo65
WaratahsAustrália/JapãoAustráliaSydney65
SunwolvesAustrália/JapãoJapãoTóquio64
- Vitória = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota = 0 pontos;
– Vencer marcando 3 ou mais tries que o oponente = 1 ponto extra;
– Perder por diferença de 7 pontos ou menos = 1 ponto extra;

- Classificam-se às quartas de final o 1º colocado de cada uma das 3 conferências + os 5 melhores da classificação geral;

 

Guinness PRO14 – Liga de Irlanda, Gales, Escócia, Itália e África do Sul

Cheetahs 45 x 00 Kings

 ClubePaísCidadeJogosPontos
Conferência A
LeinsterLeinsterIrlandaDublin1361
Ulster copy copyUlsterIrlandaBelfast1241
Glasgow WarriorsEscóciaGlasgow1334
CheetahsÁfrica do SulBloemfontein1332
DragonsGalesNewport1322
ZebreItáliaParma1214
OspreysGalesSwansea1213
Conferência B
EdinburghEscóciaEdimburgo1347
Munster copyMunsterIrlandaLimerick/Cork1345
ScarletsGalesLlanelli1337
ConnachtIrlandaGalway1335
Cardiff BluesCardiff BluesGalesCardiff1329
Benetton TrevisoItáliaTreviso1229
KingsÁfrica do SulPorto Elizabeth137
- Vitória = 4 pontos;
- Empate = 2 pontos;
- Derrota = 0 pontos;
- Anotar 4 ou mais tries = 1 ponto extra;
- Perder por 7 pontos ou menos de diferença = 1 pontos extra;

- 1ºs colocados de cada grupo = classificação direto às Semifinais e à Champions Cup;
- 2ºs e 3ºs lugares de cada grupo - classificação à Repescagem para as Semifinais e à Champions Cup;
- 4ºs colocados - repescagem pela Champions Cup;
- Nota: as equipes sul-africanas não podem se classificar à Champions Cup;