Serra Gaúcha vira para cima do Joaca. Foto: Regis Cabral Costa

A Taça Tupi segue ainda com disputas abertas nos dois grupos. No Grupo A, Tornados e Rio Branco venceram e decidirão o primeiro lugar da chave (e o consequente mando de jogo da semifinal) no próximo dia 8 de setembro.

Já no Grupo B o Serra Gaúcha assegurou o primeiro lugar da chave ao vencer de virada fora de casa o Joaca, que ainda se manteve na segunda colocação, mas não conseguiu a classificação antecipada. O Chapecó, que corre atrás do Joaca, fez sua parte e derrotou o Lobo Bravo para reduzir sua distância a 4 pontos do Joaca.

Na rodada final, o Chapecó terá que vencer fora de casa o Serra Gaúcha e torcer para o Joaca perder fora de casa diante do eliminado Lobo Bravo.

 

- Continua depois da publicidade -

Serra Gaúcha frustra Joaca

Jogando em Florianópolis, o Joaca precisa de apenas 1 ponto para garantir classificação às semifinais matematicamente. E o time da Ilha começou com tudo contra o Serra Gaúcha, abrindo nada menos que 22 x 00 em questão de 27 minutos, com tries de Gudangzin duas vezes e Kiki. A meta parecia que seria alcançada em questão de tempo, mas as Corujas não contavam com uma reação tão inspirada do clube gaúcho.

Antes do intervalo, o pilar artilheiro Jumbão fez o primeiro try dos visitantes. O segundo tempo começou com novo revés para o Serra Gaúcha, que foi reduzido a 14 homens por amarelo. Mas mesmo assim o time visitante resistiu e marcou nada menos que 2 tries mesmo com um jogador a menos. O terceira linha argentino Lucas Carrizzo e o homem try Jumbão cruzaram o in-goal para os gaúchos (com Jumbão chegando a seu 6º try em 5 jogos, marca incrível para um primeira linha). 22 x 21.

O Joaca sentiu o revés e Juca Streb virou o marcador com um penal seguido do quarto try dos caxienses. Na sequência, Gudangzin recebeu amarelo para o Joaca e a “casa caiu”, com o precioso try do bônus crucial não acontecendo para os catarinenses. Serra Gaúcha 31 x 22, placar final.

 

Chapecó faz sua parte e segue vivo

O Chapecó fez sua parte e se manteve vivo na busca pela classificação ao vencer o Lobo Bravo, já eliminado, por 55 x 21. Guga, Caravagio, Zangado e Júlio abriram 26 x 00 para os catarinenses com 4 tries em questão de 30 minutos, mas Dudu e Zé cruzaram o in-goal para os paranaenses reduzindo a distância: 26 x 14 no intervalo.

O segundo tempo foi de mais tries para os donos da casa, que deixaram para trás o momento ruim antes do intervalo. Dhioni, Júlio, Criciúma e Júlio outra vez (hat-trick para o centro) marcaram mais tries para o Chapecó. Dudu ainda marcou o terceiro do Lobo Bravo, mas Kuduro fechou o placar com o último try do Chapecó.

 

Tornados seguem a toda potência

Em Uberlândia, os Carcarás foram varridos pelos Tornados, que seguiram com campanha 100% no Grupo A. O time de Indaiatuba se impôs do começo ao fim, com nada menos que 6 tries só no primeiro tempo fora de casa. Foram 2 tries de Emicida, outros 2 do artilheiro Alcino, 1 de Sorin e 1 de Didi.

O segundo tempo seguiu com a mesma toada com tries laranjas de Bachegga, Presunto e outros 2 de Alcino (4 tries no jogo e 11 tries ao todo, liderando a tabela de artilheiros de tries da Taça Tupi). Pedro Vinícius Franco marcou o último do Tornados, enquanto Jota foi o autor dos 2 penais do Uberlândia. 63 x 06, placar final.

 

Pelicanos embalam

O Rio Branco vai salvando sua temporada e embalando. Os Pelicanos conseguiram a quarta vitória consecutiva vencendo nesse sábado o Inconfidentes para seguirem com chances de terem o primeiro lugar do Grupo A.

Mas os mineiros do Inconfidentes fizeram seus melhores 40 minutos na competição. Arthur abrir o placar para o time visitante com penal, mas Samir na sequência fez o priemiro try do jogo para o Rio Branco, que parecia que iria se impor. Isso não ocorreu, o Inconfidentes manteve o jogo equilibrado e aberto e no último lance do primeiro tempo Juquinha fez o try da virada para os mineiros, 10 x 05.

Depois do intervalo o Rio Branco pôs a cabeça no lugar e se impôs. Crespo fez o try do 12 x 10 logo após o retorno e Samir, aos 56′, guardou o terceiro try para dar mais tranquilidade aos Pelicanos, aproveitando que os mineiros jogavam com um homem a menos por amarelo. Aos 68′, Astro fez o try do bônus paulista e no fim Samir completou seu dia de homem jogo jogo marcando seu hat-trick (3 tries). 29 x 10, números finais.

 

Taça Tupi – 5ª rodada

Dia 25/08/2018 às 13h30 – Joaca 22 x 31 Serra Gaúcha

Árbitro: Amanda Macedônio

Local: UFSC Tapera – Florianópolis, SC

 

Dia 25/08/2018 às 15h00 – Chapecó 45 x 21 Lobo Bravo

Árbitro: Guilherme Dalpizzolo

Local: Complexo Esportivo Verdão – Chapecó, SC

 

Dia 25/08/2018 às 15h00 – Rio Branco 29 x 10 Inconfidentes

Árbitro: Rafael Nichioka

Local: 16º Batalhão da Polícia Militar – Rio Pequeno – São Paulo, SP

 

Dia 25/08/2018 às 15h30 – Uberlândia 06 x 63 Tornados

Árbitro: Vinícius Aleixo

Local: Ninho do Carcará – Parque do Sabiá – Uberlândia, MG

ClubeCidade (Estado)PtsJVED4+7-PPPCSP
Grupo A
TornadosIndaiatuba (SP)2565015035066284
Rio BrancoSão Paulo (SP)2565015020099101
UberlândiaUberlândia (MG)862040084205-121
InconfidentesOuro Preto (MG)060060051315-264
Grupo B
Serra GaúchaCaxias do Sul (RS)30660060295140155
JoacaFlorianópolis (SC)1964023018812365
ChapecóChapecó (SC)12620440119194-75
Lobo BravoGuarapuava (PR)160060193242-149