Charrua e SPAC colidindo em 2018. Foto: Fotojump

Fim de semana de decisão no rugby feminino! Decisão com desdobramentos para o restante do ano todo. Em São Paulo, no Clube de Campo do Palmeiras, será dado o pontapé inicial para o Super Sevens Feminino, o Campeonato Brasileiro, com o Torneio Qualificatório definindo quais serão as 8 equipes fixas da temporada 2018, isto é, quais equipes terão vaga em todos os torneios do ano.

Niterói, Band Saracens, São José e Curitiba – os 4 melhores de 2018 – já se garantiram como times fixos e agora serão conhecidos os outros 4.

Delta, Melina, Charrua, Desterro, SPAC e Leoas entram como as 6 maiores forças na luta por tais vagas, mas a briga comporta surpresas, como a ascendente USP.

 

- Continua depois da publicidade -

Grupo a grupo

O campeonato contará com 11 equipes, uma vez que, por falta de inscritos, a 12a vaga não foi preenchida. Os 2 primeiros colocados de cada grupo avançarão às quartas de final, assim como os 2 melhores 3os colocados. Os WOs do Grupo A contarão como 24 x 00 para essa conta.

No Grupo A, o Delta é o grande favorito. O time do Piauí brilhou em 2018 e ficou próximo da vaga direto. Mas não contará com a artilheira Mullan, na seleção. As Leoas caíram de rendimento em 2018, mas subiram quando tiveram suas Yaras que, no entanto, não estarão disponíveis. A USP, em evolução, espera encostar de vez nas rivais paulistanas.

No Grupo B, Melina e Desterro são amplos favoritos a avançarem. O Melina terá desfalques de Yaras, mas conta com estrutura acima da média e um trabalho muito forte para deguir mirando o Top 4. Já o Desterro vem num processo de retomada de crescimento e tem experiência na condução a seu favor. Goianos e Lenks prometem briga acirrada pela 3a posição e sonham com o passe além. Ambos os clubes vem crescendo regionalmente.

Já no Grupo C os olhares estarão sobre Charrua – sem suas Yaras – e SPAC, que prometem também disputa de nivel pela primeira posição, sendo ex campeãs nacionais e em processo de retomada de crescimento. Pasteur é a 3a força e quer seguir os passos do sucesso do masculino, enquanto o URA vai a campo em busca de experiência valiosa em seu projeto.

A questão para todos os times estarão nos confrontos decisivos de quartas ds final. Os resultados de sábado determinarão os confrontos, com os times sendo ranqueados de 1o a 8o. Portanto, quanto mais tries, melhor.

Grupo A: Delta (PI), Leoas de Paraisópolis (SP) e USP (SP)

Grupo B: Melina (MT), Desterro (SC), Goianos (GO) e Lenks Sorocaba (SP)

Grupo C: Charrua (RS), SPAC (SP), Pasteur (SP) e URA Barueri (SP)

 

Sábado, dia 16 de março

09h00 – Delta vence por WO

09h20 – Leoas x USP

09h40 – Melina x Lenks

10h00 – Desterro x Goianos

10h20 – Charrua x URA

10h40 – SPAC x Pasteur

 

11h20 – Delta x USP

11h40 – Leoas x vencem por WO

12h00 – Melina x Goianos

12h20 – Desterro x Lenks

12h40 – Charrua x Pasteur

13h00 – SPAC x URA

 

13h40 – Delta x Leoas

14h00 – USP vence por WO

14h20 – Melina x Desterro

14h40 – Goianos x Lenks

15h00 – Charrua x SPAC

15h20 – Pasteur x URA

 

Domingo, dia 17 de março

09h00 – Quartas de final – 1º x 8º

09h20 – Quartas de final – 4º x 5º

09h40 – Quartas de final – 2º x 7º

10h00 – Quartas de final – 3º x 6º

10h20 – Semifinal Bronze – 9º x 12º

10h40 – Semifinal Bronze – 10º x 11º

 

11h30 – Semifinal Prata

11h50 – Semifinal Prata

12h10 – Semifinal Ouro

12h30 – Semifinal Ouro

 

13h10 – Decisão de 11º lugar

13h30 – Final Taça Bronze (9º lugar)

13h50 – Decisão de 7º lugar

14h10 – Final Taça Prata (5º lugar)

14h30 – Decisão de 3º lugar

14h50 – FINAL