Espanha derrota Uruguai. Foto: URU

ARTIGO COM VÍDEOS – O encerramento da gira de amistosos internacionais de junho se deu com a Espanha visitando o Uruguai e fazendo seu melhor jogo do mês, com um inesperado atropelo sobre um irreconhecível time uruguaio por 41 x 21.

Os Teros iniciaram apáticos o duelo e os espanhóis abriram 19 x 00, com tries seguidos de Facundo Munilla, Guillermo Domínguez (após chute de David Mélé) e Vicente del Hoyo. Andrés Vilaseca descontou com o primeiro try uruguaio, mas em maul Del Hoyo cravou o 26 x 07 antes do intervalo.

Na volta, o scrum-half Facundo Munilla interceptou passe e fez mais um try, que praticamente sepultou as esperanças uruguaias. Juan Echeverría e Tomás Inciarte ainda cravaram mais 2 tries para os Teros, esboçando reação tardia, mas o dia era mesmo dos Leones, que marcaram o último try com David Mélé, após maul.

O resultado inspira a Espanha, após ficar de fora da Copa do Mundo, e é um alerta ao Uruguai que, apesar do título da Nations Cup, fechou o mês com 2 derrotas em casa. A preparação uruguaia para disputar a Copa do Mundo terá uma pausa agora e o próximo amistosos marcado dos Teros é apenas no dia 7 de setembro contra o Brasil. Mas até lá novos jogos deverão aparecer no calendário celeste.

- Continua depois da publicidade -

 

21versus copiar41

Uruguai 21 x 41 Espanha, em Montevidéu

Uruguai

Tries: Vilaseca, Echeverría e Inciarte

Conversões: Vilaseca (2) e Cat (1)

1 Mateo Sanguinetti, 2 Germán Kessler, 3 Juan Pedro Rombys, 4 Ignacio Dotti, 5 Manuel Leindekar, 6 Juan Manuel Gaminara (c), 7 Santiago Civetta, 8 Manuel Diana, 9 Agustín Ormaechea, 10 Juan Manuel Cat, 11 Rodrigo Silva, 12 Andrés Vilaseca, 13 Nicolás Freitas, 14 Leandro Leivas, 15 Gastón Mieres;

Suplentes: 16 Guillermo Pujardas, 17 Facundo Gattas, 18 Juan Echeverría, 19 Gonzalo Soto Mera, 20 Leandro Segredo, 21 Juan Diego Ormeachea, 22 Santiago Arata, 23 Tomás Inciarte;

Espanha

Tries: Munilla (2), Del Hoyo (2), Domínguez e Mélé

Conversões: Mélé (4) e Casteglioni (1)

Penais: Mélé (1)

1 Fernando Lopez, 2 Vicente del Hoyo, 3 Alberto Blanco, 4 Manuel Mora, 5 Michael Walker-Fitton, 6 Victor Sánchez, 7 Juan Pablo Guido, 8 Afa Tauli, 9 Facundo Munilla, 10 David Mélé, 11 Guillermo Domínguez, 12 Alvar Gimeno, 13 Richard Stewart, 14 Ignacio Contardi, 15 Silvio Federico Casteglioni;

Suplentes: 16 Thierry Futeu, 17 Pablo Miejimolle, 18 Mattius Pisapia, 19 Len Ascroft-Leigh, 20 Oier Goia, 21 Emiliano Calle, 22 Jordi Jorba, 23 Julen Goia;

Hong Kong com a mão na taça na Ásia

Na Malásia, a seleção da casa não segurou Hong Kong na penúltima partida do Asia Rugby Championship. 71 x 00 para os Dragões, que abriram agora 5 pontos de frente sobre a vice líder Coreia do Sul. A decisão do título será o duelo entre Hong Kong e Coreia do Sul em Hong Kong no sábado que vem.

versus copiarhong kong rfu logo

Malásia 00 x 71 Hong Kong, em Kuala Lumpur – Asia Rugby Championship

 SeleçãoJogosPontos
Hong Kong315
Coreia do Sul310
Malásia41
- Vitória = 4 pontos;
- Empate = 3 pontos;
- Derrota = 0 pontos;
- Anotar 4 ou mais tries = 1 ponto extra;
- Perder por diferença de 7 pontos ou menos = 1 ponto extra;

 

China e Índia são pura festa na XV Feminino

Nas Filipinas, os olhos estiveram sobre o XV feminino, com a 2ª divisão asiática rolando. Na decisão de terceiro lugar, cenas emocionantes com a Índia conseguindo sua primeira vitória na história, ao fazer 21 x 19 sobre Singapura, acabando o torneio em 3º lugar.

Já na final a China atropelou as Filipinas por 68 x 00 e assegurou o título e a chance de encarar o Cazaquistão em repescagem que vale vaga na fase final da zona asiática das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2021 (isto é, para enfrentar Japão e Hong Kong).

 

Asia Women’s Rugby Championship – 2ª divisão – em Manila, Filipinas

Índia 21 x 19 Singapura – 3º lugar

Filipinas 00 x 68 China – Final

 

Quênia cai em casa na África

Na África, a Elgon Cup movimentou a rivalidade entre Quênia e Uganda em solo queniano. No XV feminino, deu Quênia com alguma facilidade, 42 x 13. Já no masculino foi surpresa com os Simbas quenianos perdendo por 16 x 13, em jogo que valia também como a abertura da Victoria Cup (o quadrangular que também envolve Zimbábue e Zâmbia).

 

13versus copiar16

Quênia 13 x 16 Uganda, em Nairóbi – Elgon Cup / Victoria Cup

 

42versus copiar13

Quênia 42 x 13 Uganda, em Nairóbi – Elgon Cup Feminina