Foto: Steve Cristo - AAP

Sábado de The Laurie O’Reilly Memorial Trophy, a versão feminina da Bledisloe Cup, a série anual entre Nova Zelândia e Austrália! Back Ferns e Wallaroos entrarão em campo em Perth antes do duelo masculino, em uma eletrizante rodada dupla.

Apesar da tradição do rugby nos dois países e da força de ambos no sevens, o XV é totalmente desequilibrado, com amplo favoritismo da Nova Zelândia, que jamais perdeu um jogo sequer para a Austrália na categoria. Cientes da evolução recente das Wallaroos e do peso de jogarem no novo Perth Stadium, com 65 mil (e potencial recorde mundial para jogo feminino), as Black Ferns levaram ao país vizinho jogadoras experientes, como Selica Winiata, Carla Hohepa e a brilhante Kendra Cocksedge, enquanto em outras posições o time segue em processo de renovação, já vista na Women’s Super Series (o torneio entre as 5 melhores seleções do mundo vencida no mês passado pelas neozelandesas).  A Austrália, por sua vez, vai pensando na Copa do Mundo de 2021 e segue sem usar atletas do sevens em seu XV, buscando uma identidade própria e sólida para seu time.

 

África do Sul e Quênia largam na frente na África de olho em 2021

- Continua depois da publicidade -

Enquanto isso, nesta sexta teve início na África do Sul a Women’s Africa Cup, a nova Copa da África, que vale classificação à Copa do Mundo de 2021 para sua campeã – e classificação  para sua vice campeã encarar uma repescagem contra a campeã sul-americana de 2020, ainda de olho no Mundial.

Quatro seleções em campo e as duas favoritas falaram mais alto na largada, com a África do Sul atropelando Uganda por 89 x 05 e o Quênia passando por Madagascar (que debutou na categoria) por 35 x 05.

 

França anuncia 26 atletas profissionais para o XV Feminino

Outra notícia importante para o XV Feminino veio da França, com a federação local anunciando a contratação em regime profissional de 26 jogadoras especificamente para o XV feminino, dando um passo a mais para a modalidade. Clique aqui para conferir a lista.

 

Sábado, dia 10 de agosto

*Horário de Brasília

versus copiar

04h00 – Nova Zelândia x Austrália, em Perth

Árbitro: Hollie Davidson (Escócia)

Histórico: 17 jogos e 17 vitórias da Nova Zelândia. Último jogo: Nova Zelândia 45 x 17 Austrália, em 2018 (amistoso);

Nova Zelândia: 15 Selica Winiata, 14 Renee Wickliffe, 13 Carla Hohepa, 12 Chelsea Alley, 11 Ayesha Leti-I’iga, 10 Ruahei Demant, 9 Kendra Cocksedge, 8 Charmaine McMenamin, 7 Les Elder (C), 6 Pia Tapsell, 5 Charmaine Smith, 4 Eloise Blackwell, 3 Aleisha-Pearl Nelson, 2 Te Kura Ngata-Aerengamate, 1 Toka Natu;

Suplentes: 16 Forne Burkin, 17 Leilani Perese, 18 Olivia Ward-Duin, 19 Joanah Ngan-Woo, 20 Kennedy Simon, 21 Arihiana Marino-Tauhinu, 22 Krysten Cottrell, 23 Kilisitina Moata’ane;

Austrália: 15 Mahalia Murphy, 14 Samantha Treherne, 13 Alysia Lefau-Fakaosilea, 12 Ariana Hira Herangi, 11 Lori Cramer, 10 Trilleen Pomare, 9 Georgia Cormick, 8 Grace Hamilton (c), 7 Emily Chancellor, 6 Millie Boyle, 5 Alisha Hewett, 4 Michaela Leonard, 3 Evelyn Horomia, 2 Averyl Mitchell, 1 Liz Patu;

Suplentes: 16 Ash Marsters, 17 Emily Robinson, 18 Christina Sekona, 19 Rebecca Clough, 20 Shannon Mato, 21 Iliseva Batibasaga, 22 Arabella McKenzie, 23 Mhicca Carter;

 

Copa da África Feminina Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2021 – em Brakpan, África do Sul

1ª rodada – Sexta, dia 09/08

Quênia 35 x 05 Madagascar

África do Sul 89 x 05 Uganda

 

2ª rodada – Terça, dia 13/08

Quênia x Uganda

África do Sul x Madagascar

 

3ª rodada – Sábado, dia 17/08

Uganda x Madagascar

África do Sul x Quênia