ARTIGO COM VÍDEOS – E chegamos à final da Premiership desta temporada 2016/2017! Realmente brigar para jogar a semifinal em casa vale muito à pena. Quem jogou a partida em casa, venceu. Sofreu, mas venceu. O apoio da torcida se mostrou importante e fundamental. Claro que, para jogar em casa, as equipes deveriam ter terminado a temporada classificatória em primeiro ou segundo. E isso também fez a diferença.

 

Exeter que perdeu apenas duas partidas em casa nesta temporada, sendo uma para seu adversário da semifinal, o Saracens, não voltou a perder e se classificou para a final. Sofreu e venceu com um try no fim da partida. Try este que virou o jogo e deu o placar para o time da casa.

 

- Continua depois da publicidade -

Saracens começou melhor na partida e aos 15 minutos de jogo, já tinha convertido dois penais com Owen Farrell e estava na frente do placar, mesmo tendo perdido jogadores por contusão como Michael Rhodes e Chris Ashton neste período da partida.

 

A partir dos 25 minutos, Exeter consegue equilibrar o jogo e passa a pontuar, primeiro com dois penais convertidos por Gareth Steenson para empatar a partida e, já no segundo tempo, anota o primeiro try da partida em uma jogada bem tramada por Steenson, Phil Dolman que terminou com a bela finalização de Jack Nowel. Steenson converteu e o placar passou a ser 13 x 6 para o Exeter.

 

Aí o jogo passa a ser equilibrado, mas o bicampeão europeu é um time que não se desespera e sempre arruma uma maneira de se encontrar na partida. E ao se reencontrar, virou o jogo novamente anotando tries aos 16 minutos com Chris Wyles e outro incrível aos 35 minutos com Mike Ellery. Que poderia ser a última movimentação no placar. Neste momento, 16 x 13 para o Saracens.

 

Mas, um penal cometido pela equipe visitante a menos de 2 minutos do fim proporcionou uma virada fantástica do time da casa. Chute para a lateral, lineout muito bem executado, volante e um belo pushover try do Exeter já nos acréscimos. Fazendo a torcida ir à loucura e vencendo a partida por 18 x 16.

 

Com a vitória, o Exeter chega à sua segunda final consecutiva e desta vez com campanha mais sólida que da temporada passada. E o Exeter vai enfrentar o Wasps, que também jogou em casa e também sofreu para vencer seu adversário, o Leicester Tigers. O confronto marcou o encontro dos dois maiores vencedores do torneio: Leicester com 10 vezes e o Wasps com 6 vezes.

 

E a equipe da casa, começou pressionando e já no primeiro minuto, Jimmy Gopperth converteu penalidade para o Wasps abrindo o placar. Poucos minutos depois, aos 7 minutos, uma bela trama entre Ville Le Roux e Kurtley Beale resultou no try anotado pelo australiano e convertido por Gopperth. Neste momento, Wasps liderava o placar por 10 x 0 e parecia que passaria o trator no visitante.

 

A partir do décimo minuto, o Leicester mostrou o peso de sua camisa e conseguiu equilibrar a partida e assim, equilibrada, a partida foi durante todo o restante de seu primeiro tempo com as equipes marcando por meio de seus chutadores, Freddie Burns para o Leicester e Gopperth para o Wasps. Excetuando um try de Peter Betham, aos 35 minutos após um passe incrível de Freddie Burns. Placar final do primeiro tempo, 16 x 13 para o Wasps.

 

A segunda etapa da partida marcou ainda mais o equilíbrio do jogo, a menos aos 12 minutos em que Telusa Veainu concluiu com maestria uma bela jogada do Leicester, ao apoiar a bola no ingoal do Wasps. Anotando assim, o segundo try do Leicester e provocando uma virada no placar 20 x 16 que iria durar até os momentos finais da partida.

 

A 2 minutos do final, Josh Bassett após grande pressão do Wasps, invade o ingoal e marca o try que vira novamente o placar para os donos da casa. Gopperth não converteu, mas o try já foi suficiente para colocar o time de Coventry na final da Premiership. Placar final: 21 x 20.

 

O Wasps chega à final após ter a melhor campanha na fase classificatória e aproveitar bem o apoio de sua torcida durante a dura batalha que foi a partida contra o Leicester.

 

A final da Premierhsip está marcada para o próximo sábado, dia 27 de maio, às 10:30 da manhã no horário de Brasília. O palco, o estádio de Twickenham, o templo inglês do rugby.

 

 

Aviva Premiership – Campeonato Inglês

 

Semifinais

 

Exeter logo 18   versus copiar 16   Saracens logo

 

Exeter Chiefs 18 x 16 Saracens – Sandy Park, em Exeter

 

Árbitro: Wayne Barnes

 

Exeter

 

Tries: Nowell, Simmonds
Conversões: Steenson
Penais: Steenson (2)

 

15 Phil Dollman, 14 Jack Nowell, 13 Ian Whitten, 12 Ollie Devoto, 11 James Short, 10 Gareth Steenson (c), 9 Stuart Townsend, 8 Thomas Waldrom, 7 Don Armand, 6 Kai Horstmann, 5 Geoff Parling, 4 Dave Dennis, 3 Harry Williams, 2 Luke Cowan-Dickie, 1 Ben Moon

 

Suplentes: 16 Jack Yeandle, 17 Carl Rimmer, 18 Tomas Francis, 19 Mitch Lees, 20 Sam Simmonds, 21 Will Chudley, 22 Henry Slade, 23 Michele Campagnaro

 

 

Saracens

 

Tries: Wyles, Ellery
Penais: Farrell (2)

 

15 Alex Goode, 14 Chris Ashton, 13 Marcelo Bosch, 12 Duncan Taylor, 11 Chris Wyles, 10 Owen Farrell (c), 9 Richard Wigglesworth, 8 Billy Vunipola, 7 Jackson Wray, 6 Michael Rhodes, 5 George Kruis, 4 Maro Itoje, 3 Vincent Koch, 2 Jamie George, 1 Mako Vunipola

 

Suplentes: 16 Schalk Brits, 17 Titi Lamositele, 18 Petrus Du Plessis, 19 Jim Hamilton, 20 Schalk Burger, 21 Ben Spencer, 22 Alex Lozowski, 23 Mike Ellery

 

 

  21  versus copiar20    Leicester Tigers copy

 

Wasps 21 x 20 Leicester Tigers – Ricoh Arena, em Coventry

 

Árbitro: Matthew Carley

 

Wasps

 

Tries: Beale, Bassett
Conversão: Gopperth
Penais: Gopperth (3)

 

15 Kurtley Beale, 14 Christian Wade, 13 Elliot Daly, 12 Jimmy Gopperth, 11 Willie Le Roux, 10 Danny Cipriani, 9 Joe Simpson, 8 Nathan Hughes, 7 Thomas Young, 6 James Haskell, 5 Matt Symons, 4 Joe Launchbury (c), 3 Phil Swainston, 2 Ashley Johnson, 1 Matt Mullan

 

Suplentes: 16 Tommy Taylor, 17 Simon McIntyre, 18 Marty Moore, 19 James Gaskell, 20 Guy Thompson, 21 Dan Robson, 22 Alapati Leiua, 23 Josh Bassett

 

 

Leicester Tigers

 

Tries: Betham, Veainu
Conversões: Burns (2)
Penais: Burns (2)

 

15 Telusa Veainu, 14 Adam Thompstone, 13 Mathew Tait, 12 Owen Williams, 11 Peter Betham, 10 Freddie Burns, 9 Ben Youngs, 8 Luke Hamilton, 7 Brendon O’Connor, 6 Mike Fitzgerald, 5 Graham Kitchener, 4 Dom Barrow, 3 Dan Cole, 2 Tom Youngs (c), 1 Ellis Genge

 

Sulpentes: 16 George McGuigan, 17 Greg Bateman, 18 Fraser Balmain, 19 Ed Slater, 20 Mike Williams, 21 Sam Harrison, 22 Jack Roberts, 23 Matt Smith

 

 

FINAL

 

    versus copiar    Exeter logo

 

Wasps x Exeter Chiefs – Estádio de Twickenham, em Londres

 

27/05 – 10:30 (horário de Brasília)