Foto: Welsh Rugby Union

Leis do Rugby em modificação constante. Após o polêmico try de George North no último amistoso contra a Inglaterra – após ação rápida de Dan Biggar, pegando Inglaterra desprevenida depois do cartão amarelo a Anthony Watson – o World Rugby teve que melhorar seu regramento. No momento que Biggar cobrou o penal rápido (que levou ao try), os ingleses jogavam com 13 homens, pois, além de Watson no sin bin, a Rosa não tinha Willi Heinz, em atendimento por conta de concussão. Com isso, para evitar uma seleção de ser prejudicada pelo protocolo de concussão, o World Rugby adicionou agora à lei que quando um atleta sair de campo para atendimento de concussão ou sangramento, o jogo só poderá ser reiniciado quando seu substituto temporário estiver em campo

Melhor, não?

Clique aqui para conferir o texto original do World Rugby.

- Continua depois da publicidade -