Foto: Fotojump/World Rugby

O World Rugby aprovou a continuidade de alguns testes de leis para serem utilizadas permanentemente (caso os testes sejam considerados um sucesso) até a Copa do Mundo de 2023.

Dois testes dizem respeito à dinâmica do jogo e outros dois às infrações. O teste mais importante é o que impede tackles acima da cintura. Os testes serão feitos já em 2019 em divisões amadoras da França (no caso do teste sobre a altura dos tackles) e no National Rugby Championship (NRC), o Campeonato Australiano adulto (para os demais testes).

 

Punição contra tackles altos

- Continua depois da publicidade -

Protocolo usado com sucesso no Mundial M20, reduzindo em 50% o número de lesões.

  • Tackles limitados à linha da cintura ou abaixo, com lance pondedo ser revisto para garantir a punição correta (amarelo ou vermelho);

 

Limite de infrações

  • Estabelecimento de um número limite de penalidades. Uma vez que uma equipe alcance o limite, o último atleta infrator receberá cartão amarelo;

 

Goal-line drop-out

  • Um chute para a lateral será concedido ao time defensor que impedir um atleta atacante de apoiar a bola no solo após cruzar a linha de in-goal;

Chute de 50:22

  • Se um time chutar a bola de dentro de sua metade de campo para depois da linha de 22 do adversário e a bola sair, o lateral será de quem chutou a bola.