Foto: World Rugby

Fim de semana de Yaras! Depois dos títulos do Hong Kong Sevens e do Sul-Americano, a Seleção Brasileira Feminina vai para seu terceiro torneio no ano – e ainda invicta em 2019!

Mas agora o desafio é contra as melhores seleções do mundo. O Brasil disputa na condição de convidado a etapa do Canadá da Série Mundial de Sevens Feminina 2018-19, a penúltima da temporada, em meio às disputas duras entre as grandes seleções pelo título e pelos Jogos Olímpicos (com vagas sendo dadas em Tóquio 2020 às 4 melhores seleções do circuito).

O torneio segue o formato de todos os torneios do circuito: 12 seleções, 3 grupos com 4 equipes cada, com os 2 primeiros times e cada grupo e os 2 melhores 3ºs colocados no geral avançando às quartas de final.

Os jogos serão em Langford, subúrbio de Victoria (capital da Colúmbia Britânica) e terão transmissão ao vivo pela página do circuito – clique aqui.

- Continua depois da publicidade -

 

Yaras em busca de história

O Brasil caiu no Grupo A, que é dos mais difíceis. As Yaras terão pela frente o Canadá (país sede, campeão da etapa passada e vice líder da temporada), a campeã olímpica Austrália (que vem decepcionando no circuito e está pressionada na luta por vaga nos Jogos Olímpicos) e a Irlanda.

Reuben Samuel, técnico do Brasil, levou ao Canadá um time forte, com a liderança de 4 atletas olímpicas – Baby, Luiza, Raquel e Haline – e com atletas ascendentes – no calibre das artilheiras Bianca (a maior artilheira da história do Brasil na Copa do Mundo) e Mulan. Mas há desfalques, como Leila (que brilhou em Hong Kong), Rafa e Izzy (recuperando-se de lesões).

As Yaras jamais derrotaram Austrália ou Canadá na história e terão um desafio grande para avançarem às quartas de final – que significaria ao menos igualar o melhor resultado do Brasil na história do circuito. O jogo com o Canadá é particularmente importante para as brasileiras, pois as canadenses serão adversárias do Brasil nos Jogos Pan-Americanos em Lima em julho deste ano.

O jogo decisivo às pretensões de classificação do Brasil deverá ser contra a Irlanda, 6ª colocada geral até o momento, fazendo sua melhor temporada na história. As Yaras venceram as irlandeses pela última vez em 2017 e têm vantagem no confronto direto com as verdes (6 vitórias e 3 derrotas até hoje). As duas seleções chegam em alta ao torneio e o duelo prometerá muito.

O Canadá é o favorito ao primeiro lugar no Grupo A por conta do mando de jogo e do título no torneio passado. Mas as canadenses têm um tabu incômodo, pois jamais venceram a etapa de Langford. A liderança de Ghislaine Landry, artilheira e capitã do time, é inspiradora, e o Canadá, apesar de estar em 3º lugar na temporada, vem numa crescente mirando o título inédito da Série Mundial. A diferença das canadenses para a Nova Zelândia é de 14 pontos, o que é bastante para 2 etapas apenas – mas ainda mantém o Canadá sonhando caso conquiste o título em casa.

A Austrália está apenas 2 pontos abaixo do Canadá, no 4º lugar geral, mas o momento é ruim das australianas, que também enxergam em Langford torneio decisivo para não correrem risco de ficarem de fora de Tóquio.

 

Yaras: Aline Mayumi Bednarski (SPAC), Aline Furtado (USP), Beatriz “Baby” Futuro (Niterói), Bianca Silva (Leoas), Franciele Martins (Melina), Haline Scatrut (Melina), Luiza Campos (Charrua), Marcelle de Souza (Guanabara), Mariana Nicolau (São José), Milena “Mille” Mariano (São José), Raquel Kochhann (Charrua) e Thalia “Mulan” Costa (Delta);

 

Luta por título e Jogos Olímpicos

No Grupo B, a Nova Zelândia é a favorita, pois lidera o circuito com 3 títulos em 4 etapas, mas não foi bem no último torneio, por conta de muitos desfalques por lesões. As voltas da melhor do mundo Michaela Blyde e de Kelly Brazier recolocam as Black Ferns como o time a ser batido. E pela frente na chave está a Inglaterra, vice campeã do torneio passado, em momento importante de crescimento. A Rússia corre por fora na chave e a China é a equipe mais fraca, mas vem pressionada na luta contra o rebaixamento.

Já no Grupo D os olhares estarão sobre Estados Unidos e França, as favoritas da chave. De um lado, os EUA são vice líderes na temporada, enquanto a França é a 5ª colocada, jogando contra o tempo para descontar 14 pontos de sua diferença para a Austrália para alcançar os Jogos Olímpicos. Espanha e Fiji completam o grupo, correndo por fora e buscando se afastarem do rebaixamento.

 

HSBC Sevens World Series 2018-19 – Série Mundial de Sevens Feminina – 5ª etapa, em Langford/Victoria, Canadá

Grupo A: Canadá, Austrália, Irlanda e Brasil

Grupo B: Inglaterra, Nova Zelândia, Rússia e China

Grupo C: Estados Unidos, França, Espanha e Fiji

 

*Horários de Brasília

Sábado, dia 11 de maio

14h22 – Nova Zelândia x Rússia

14h44 – Inglaterra x China

15h06 – Austrália x Irlanda

15h28 – Canadá x Brasil

15h50 – França x Fiji

16h12 – Estados Unidos x Espanha

 

17h06 – Nova Zelândia x China

17h28 – Inglaterra x Rússia

17h50 – Austrália x Brasil

18h12 – Canadá x Irlanda

18h34 – França x Espanha

18h56 – Estados Unidos x Fiji

 

19h50 – Rússia x China

20h12 – Inglaterra x Nova Zelândia

20h34 – Irlanda x Brasil

20h56 – Canadá x Austrália

21h18 – Fiji x Espanha

21h40 – Estados Unidos x França

 

Domingo, dia 12 de maio

13h18 – Quartas de final – 1B x Melhor 3º

13h40 – Quartas de final – 1C x 2A

14h02 – Quartas de final – 2B x 2C

14h24 – Quartas de final – 1A x 2º melhor 3º

14h46 – Semifinal Challenge Trophy – 3º melhor 3º x 3º melhor 4º

15h08 – Semifinal Challenge Trophy – Melhor 4º x 2º melhor 4º

 

16h24 – Semifinal 5º lugar

16h46 – Semifinal 5º lugar

17h08 – Semifinal Ouro

17h30 – Semifinal Ouro

17h52 – Decisão de 11º lugar

18h14 – Final do Challenge Trophy (9º lugar)

 

19h08 – Decisão de 7º lugar

19h30 – Decisão de 5º lugar

19h52 – Decisão de Bronze (3º lugar)

20h18 – FINAL – Decisão de Ouro (1º lugar)

 

 SeleçãoPontuação totalEtapa 1Etapa 2Etapa 3Etapa 4Etapa 5Etapa 6
Nova Zelândia110202020122018
EUA100181416161620
Canadá94161812201216
Austrália86121618101812
França7014810141410
Inglaterra50610318103
Rússia488128686
Espanha364363614
Irlanda4110614821
Fiji21324444
China21242238
Campeão por etapa Nova Zelândia Nova Zelândia Nova Zelândia Canadá Nova Zelândia EUA
- Pontuação: 1º lugar, 20 pontos / 2º, 18 pts / 3º, 16 pts / 4º, 14 pts / 5º, 12 pts / 6º, 10 pts / 7º, 8 pts / 8º, 6 pts / 9º, 4 pts / 10º, 3 pts / 11º, 2 pts / 12º, 1 pt;

1º a 4º lugares = Classificação aos Jogos Olímpicos Tóquio 2020;
11º lugar =Rebaixamento

Obs: tabela com somente as equipes fixas