Foto: Germán Aristizabal

ARTIGO COM VÍDEOS – O rugby brasileiro vai voltar a competir nos Jogos Olímpicos! Neste domingo, a Seleção Brasileira Feminina confirmou seu favoritismo e triunfou no Pré Olímpico Sul-Americano em Villa Maria del Triunfo, Lima, Peru, vencendo mais uma vez todas as suas oponentes do continente para carimbar o passaporte para Tóquio 2020. O torneio ainda valeu como o segundo Sul-Americano de 2019, significando o 16º título sul-americano invicto das Yaras.

Clique aqui para ver como foi o primeiro dia de jogos em Lima.


O Brasil abriu o domingo decisivo de jogos derrotando o Peru no jogo que encerrava a fase classificatória, fazendo tranquilos 40 x 12 – que mostraram evolução das Tumis peruanas, por conseguirem 2 tries nas Yaras.

Na semifinal, o Brasil encarou a Argentina, que havia ficado para trás da Colômbia na fase de grupos – após as colombianas atropelarem a Costa Rica por 71 x 00 na última partida da fase de grupos. As Yaras foram seguras contra as Pumas e venceram por 36 x 14.

- Continua depois da publicidade -

As argentinas ergueram a cabeça e venceram – com dificuldades – o Peru no jogo que valia vaga no Pré Olímpico Mundial de 2020, torneio que definirá um último classificado a Tóquio 2020.

Na final, o Brasil novamente foi claramente superior e venceu a Colômbia por 28 x 15, mas as colombianas puderam sorrir com atípicos 3 tries, que mostraram evolução de sua seleção. As Yaras dominaram o jogo e quando houve sinal de reação colombiana Mulan correu para o try de segurança que afastou a chance da zebra.

A Colômbia também irá para o Pré Olímpico Mundial, enquanto o Brasil se tornou o primeiro time além do Japão a assegurar sua classificação a Tóquio. A América do Sul foi o primeiro continente a definir sua equipe classificada, antes mesmo do encerramento da Série Mundial de Sevens Feminina.

 

Pan tem participantes definidos

Peru, Brasil e Argentina já estavam classificados para os Jogos Pan-Americanos, que rolam no fim de julho, em Lima. Mas ainda havia uma última vaga na América do Sul em disputa e ela ficou com a Colômbia. Além das 4 equipes sul-americanas, estarão no torneio feminino Estados Unidos, Canadá, México e Trinidad e Tobago.

 

Arbitragem brasileira presente

O Pré Olímpico contou ainda com participação da arbitragem brasileira, com Bárbara Santiago comandando alguns dos principais jogos.

 

Brasil: Aline “Yu” Bednarski (SPAC), Aline Furtado (USP), Bianca Silva (Leoas), Eshyllen Coimbra (Guanabara), Isadora “Izzy” Cerullo (Niterói), Isadora Lopes (Melina), Leila Silva (Leoas), Mariana Nicolau (São José), Milena “Mille” Silva (São José), Rafaela “Rafa” Zanellato (Curitiba), Raquel Kochhann (Charrua) e Thalia “Mulan” Costa (Delta);

 

Pré Olímpico – Sul-Americano Feminino – em Lima, Peru

*Horários de Brasília

Domingo, dia 02 de junho

11h50 – Paraguai 19 x 10 Guatemala

12h12 – Uruguai 00 x 50 Colômbia

12h34 – Argentina 40 x 00 Chile

12h56 – Brasil 40 x 12 Peru

 

14h03 – Costa Rica 00 x 71 Colômbia

14h25 – Venezuela 31 x 05 Guatemala

 

Classificação da 1ª fase

Grupo A: 1 Brasil, 2 Peru, 3 Paraguai, Venezuela e Guatemala

Grupo B: 1 Colômbia, 2 Argentina, 3 Chile, 4 Uruguai, 5 Costa Rica

 

15h55 – Semifinal Ouro – Brasil 36 x 14 Argentina

16h17 – Semifinal Ouro – Colômbia 19 x 05 Peru

16h39 – Disputa de 9º lugar – Guatemala 19 x 17 Costa Rica

17h01 – Disputa de 7º lugar – Venezuela 00 x 24 Uruguai

17h23 – Disputa de 5º lugar – Paraguai 27 x 07 Chile

18h10 – Disputa de 3º lugar – Argentina 22 x 12 Peru

18h36 – FINAL – Brasil 28 x 15 Colômbia

 

Histórico do Sul-Americano

AnoSedeCampeão Vice-campeão3º lugar4º lugar5º lugar6º lugar7º lugar8º lugar9º lugar 
2004Barquisimeto (Venezuela)BrasilVenezuelaColômbiaArgentinaUruguaiChileParaguaiPeru
2005São Paulo (Brasil)BrasilArgentinaVenezuelaColômbiaChileUruguaiParaguaiPeru
2007Viña del Mar (Chile)BrasilColômbiaVenezuelaArgentinaChileUruguaiPeru
2008Punta del Este (Uruguai)BrasilArgentinaVenezuelaUruguaiColômbiaChilePeruParaguai
2009São José dos Campos (Brasil)BrasilArgentinaVenezuelaUruguaiColômbiaChilePeruParaguai
2010Mar del Plata (Argentina)BrasilColômbiaUruguaiArgentinaChileVenezuelaParaguaiPeru
2011Bento Gonçalves (Brasil)BrasilArgentinaChileUruguaiColômbiaPeruVenezuelaParaguai
2012Rio de Janeiro (Brasil)BrasilColômbiaUruguaiArgentinaChileVenezuelaParaguaiPeru
2013Rio de Janeiro (Brasil)BrasilArgentinaUruguaiVenezuelaColômbiaChilePeruParaguai
2014Santiago (Chile)BrasilArgentinaUruguaiColômbiaChileParaguaiVenezuela
2015¹Santa Fé (Argentina)ColômbiaArgentinaVenezuelaUruguaiParaguaiChilePeruCosta Rica
2016Rio de Janeiro (Brasil)BrasilArgentinaColômbiaVenezuelaParaguaiChilePeruUruguai
2017Carlos Paz (Argentina)BrasilArgentinaColômbiaParaguaiVenezuelaChilePeruUruguai
2017-18Montevidéu (Uruguai)BrasilArgentinaPeruParaguaiUruguaiChileCosta Rica
2018Montevidéu (Uruguai)BrasilArgentinaColômbiaPeruChileParaguaiUruguaiCosta Rica
2019²Assunção (Paraguai)BrasilArgentinaChilePeruParaguaiUruguaiCosta RicaVenezuelaGuatemala
2019²Lima (Peru)BrasilColômbiaArgentinaPeruParaguaiChileUruguaiVenezuelaGuatemalaCosta Rica
2019²Montevidéu (Uruguai)
¹ Em 2015, o Brasil não disputou porque o torneio valia como Pré-Olímpico para os Jogos Olímpicos do Rio 2016;

² A Sudamérica Rugby optou por realizar 3 campeonatos oficiais em 2019;