Brasil vencendo Polônia com try de Mulan. Foto: Mike Lee - KLC/World Rugby

ARTIGO COM VÍDEOS – Nesta quinta-feira foi dada a largada para o Hong Kong Sevens 2019 com a fase de grupos do torneio feminino, válido como a 2ª divisão mundial, que definirá a equipe promovida à elite mundial na próxima temporada.

O Brasil avançou às quartas de final da competição com 3 vitórias em 3 jogos e seguiu com o sonho do tão cobiçado título. 14 x 12 sobre a Polônia, 14 x 12 sobre o Cazaquistão e 26 x 24 para cima da Argentina, com Bianca e Rafa despontando entre as artilheiras do torneio.

Tem Brasil e Cazaquistão nas quartas. Em caso de vitória brasileira, a semifinal será diante do vencedor de Quênia e Argentina.

As Yaras começaram o dia com vitória suada sobre uma forte Polônia, que levou problemas ao Brasil. Bianca marcou o primeiro try brasileiro com fulminante corrida, mas a Polônia, forte na zona de contato, empatou antes do intervalo com try de Paszczyk em conta ataque. As polonesas viraram o marcador com try de Pamięta, mas sem a conversão, o que acabou se provando custoso às europeias, pois Mulan deu o troco em uma arrancada brilhante na ponta para o try da vitória, convertido por Raquel. 14 x 12.

- Continua depois da publicidade -

O segundo desafio teve enredo similar ao primeiro para as brasileiras. Rafa correu para o primeiro try brasileiro sobre o Cazaquistão, mas as asiáticas impuseram pressão física, perderam um try por knock-on na hora do apoio, mas não tardaram a empatar o duelo, com try de Nurmatova, igualando o marcador em 7 x 7. No segundo tempo, o Brasil encontrou seu try em outro magnífica corrida de Bianca, desde o campo de defesa, mas o Cazaquistão reagiu no fim com Baktybayeva marcando o segundo try. A conversão, no entanto, foi perdida, e o Brasil ficou com a vitória, 14 x 12.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Me diz quem segura?! @silva_biancas sempre fenomenal. Outra vitória das #Yaras! 14 x 12 sobre o Cazaquistão. #fanaticasporrugby #culturaderugby

Uma publicação compartilhada por Portal Do Rugby (@portaldorugby) em

No último jogo do dia, o Brasil novamente suou para vencer, outra vez vencendo por margem de 2 pontos: 26 x 24 para cima da Argentina. As Yaras começaram forte, fazendo seu melhor jogo, com tries de Rafa e Luiza. A Argentina reduziu com Sofia González em contra ataque, mas as Yaras cruzaram o in-goal pela terceira vez antes do intervalo, com Rafa de novo, abrindo 19 x 05. A segunda etapa começou com o Brasil marcando outro try, agora com Bianca, que vai disputando com Rafa a artilharia. Porém, as Pumas não se derm por vencidas e fizeram um fim de jogo de arrepiar, reduzindo a distância com tries de Giraudo e Montero e conquistando um último penal try que, para o alívio brasileiro, ocorreu já com o tempo esgotado.

O resultado não foi ruim para as Pumas, que também avançaram às quartas de final, como as melhores 3ªs, porque o Cazaquistão eliminou a Polônia. O Cazaquistão havia vencido a Argentina na primeira rodada, 17 x 12, mas as argentinas ergueram a cabeça e fizeram 24 x 19 – com try no apagar das luzes – sobre a Polônia. As polonesas venceram as cazaques na última rodada, 12 x 10, mas no saldo o Cazaquistão ficou com o 2 lugar no grupo – classificando-se para encarar o Brasil.


No Grupo A, o Japão provou sua força e favoritismo ficando em primeiro lugar na chave, com direito a triunfos sobre as fortes concorrentes Escócia (27 x 19) e Bélgica (35 x 00). As escocesas avançaram com o segundo lugar, ao vencerem as belgas por 31 x 12. A Bélgica – algoz do Brasil em 2018 – acabou o torneio como a pior 3ª colocada, sendo eliminada.

Já no Grupo B o Quênia foi a melhor equipe, vencendo Papua Nova Guiné, Uganda e Hong Kong. A Papua avançou com o segundo lugar e Hong Kong conseguiu classificação vencendo na rodada final Uganda, para o alívio da torcida local.

 

Convocadas do Brasil: Aline Furtado (USP), Aline Bednarski (SPAC), Bianca Silva (Leoas), Isadora “Izzy” Cerullo (Niterói), Isadora Lopes (Melina), Franciele Martins (Melina), Leila Silva (Leoas), Haline Scatrut (Melina), Raquel Kochhann (Charrua), Rafaela Zanellato (Curitiba), Thalia “Mulan” Costa (Delta), Luiza Campos (Charrua);

 

HSBC Sevens World Series 2018-19 – Série Mundial de Sevens – Etapa de Hong Kong

2ª Divisão Mundial Feminina

Quarta-feira, dia 03 de abril / Quinta-feira, dia 04 de abril

23h00 – Bélgica 12 x 31 Escócia

23h22 – Japão 54 x 00 México

23h44 – Papua Nova Guiné 22 x 14 Hong Kong

00h06 – Quênia 24 x 00 Uganda

00h28 – Argentina 12 x 17 Cazaquistão

00h50 – Brasil 14 x 12 Polônia

 

01h34 – Bélgica 34 x 00 México

01h56 – Japão 27 x 19 Escócia

02h18 – Papua Nova Guiné 32 x 00 Uganda

02h40 – Quênia 36 x 05 Hong Kong

03h02 – Argentina 24 x 19 Polônia

03h24 – Brasil 14 x 12 Cazaquistão

 

04h08 – Escócia 38 x 05 México

04h30 – Japão 35 x 00 Bélgica

04h52 – Hong Kong 26 x 05 Uganda

05h14 – Quênia 20 x 10 Papua Nova Guiné

05h36 – Cazaquistão 10 x 12 Polônia

05h58 – Brasil 26 x 24 Argentina

 

Grupo A: 1 Japão, 2 Escócia, 3 Bélgica, 4 México

Grupo B: 1 Quênia, 2 Papua Nova Guiné, 3 Hong Kong, 4 Uganda

Grupo C: 1 Brasil, 2 Cazaquistão, 3 Argentina, 4 Polônia

 

Quinta-feira, dia 04 de abril / Sexta-feira, dia 05 de abril

23h00 – Quartas de final – Quênia x Argentina

23h22 – Quartas de final – Brasil x Cazaquistão

23h44 – Quartas de final – Escócia x Papua Nova Guiné

00h06 – Quartas de final – Japão x Hong Kong

 

02h49 – Semifinal

03h11 – Semifinal

 

05h54 – FINAL