Foto: Highlanders

Tempo de leitura: 2 minutos

ARTIGO COM VÍDEO – A Nova Zelândia viveu uma sexta de quebra de invencibilidade. O poderoso Crusaders foi derrotado em casa pelo rival Highlanders no clássico da Ilha do Sul pelo Super Rugby Aotearoa, algo que não ocorria desde 2015. Triunfo impactante por 33 x 12 que apimenta a competição, deixando ainda em aberto a briga pelas vagas na final. Os Highlanders tiveram superioridade em posse de bola e domínio territorial durante o jogo todo e levaram os Crusaders a incríveis 22 turnovers concedidos, algo totalmente atípico do lado dos atuais campeões, que ainda cederam 13 penais no duelo.

O placar foi aberto pelos Highlanders com dois penais de Mitchell Hunt. O primeiro try saiu aos 24′, com o asa Billy Harmon (em falha tripla de tackle dos rubronegros), seguido por outro penal de Hunt, mas, antes da pausa, Codie Taylor marcou o primeiro try dos Crusaders, no pick and go, dando a impressão que a cara do jogo mudaria a favor dos anfitriões na segunda etapa. ‘Landers 16 x 07.

No segundo tempo, no entanto, os visitantes seguiram levando os atuais campeões aos erros, Hunt somou seu quarto penal e, aos 58’, Michael Collins cravou um crucial segundo try para os ‘Landers, após Aaron Smith brilhantemente inverter o sentido das fases.

- Continua depois da publicidade -

A resposta, esboçando reação tardia, veio com try de Havili, aos 69’, para os ‘Saders, após infiltração de Mo’ubga. Porém, o fullback Garden-Bachop matou o jogo aos 74’ fazendo os terceiro e decisivo try dos Highlanders, após erro de manuseio dos ‘Saders, para uma garantir grandiosa vitória, 33 x 12.

Na semana que vem, os Crusaders visitarão os Hurricanes, ao passo que os Highlanders receberão os Chiefs.

 

12versus copiar33Highlanders NZ rugby union team logo.svg

Crusaders 12 x 33 Highlanders, em Christchurch

Crusaders

Tries: Havili e Taylor

Conversões: Mo’unga (1)

15 Will Jordan, 14 George Bridge, 13 Jack Goodhue, 12 David Havili, 11 Leicester Fainga’anuku, 10 Richie Mo’unga, 9 Mitchell Drummond, 8 Cullen Grace, 7 Sione Havili, 6 Ethan Blackadder, 5 Samuel Whitelock, 4 Scott Barrett (c), 3 Michael Alaalatoa, 2 Codie Taylor, 1 Joe Moody;

Suplentes: 16 Brodie McAlister, 17 George Bower, 18 Oliver Jager, 19 Mitchell Dunshea, 20 Whetu Douglas, 21 Bryn Hall, 22 Fergus Burke, 23 Sevu Reece;

Highlanders

Tries: Harmon, Collins e Garden-Bachop

Conversões: Hunt (3)

Penais: Hunt (4)

15 Connor Garden-Bachop, 14 Scott Gregory, 13 Michael Collins, 12 Thomas Umaga-Jensen, 11 Jona Nareki, 10 Mitch Hunt, 9 Folau Fakatava, 8 Kazuki Himeno, 7 Billy Harmon, 6 Shannon Frizell, 5 Paripari Parkinson, 4 Bryn Evans, 3 Siate Tokolahi, 2 Ash Dixon (cc), 1 Ethan De Groot;

Suplentes: 16 Liam Coltman, 17 Ayden Johnstone, 18 Josh Hohneck, 19 Josh Dickson, 20 Hugh Renton, 21 Aaron Smith (cc), 22 Caleb Makene, 23 James Lentjes;

 

 EquipeCidadeJogosPontos
CrusadersChristchurch723
ChiefsChiefsHamilton616
BluesAuckland615
Highlanders NZ rugby union team logo.svgHighlandersDunedin714
HurricanesWellington66
- Vitória = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota = 0 pontos;
– Vencer marcando 3 ou mais tries que o oponente = 1 ponto extra;
– Perder por diferença de 7 pontos ou menos = 1 ponto extra;