Foto: SLAR / Gaspafotos

Tempo de leitura: 3 minutos

O rugby uruguaio está em festa com uma vitória maiúscula do Peñarol em casa sobre os Jaguares argentinos, atuais campeões da SLAR. Pela penúltima rodada da liga profissional sul-americana, o time de Montevidéu atropelou o rival por 32 x 14, em jogo de 4 tries a 1, que mantiveram o Peñarol na liderança da competição, condenando os argentino à terceira colocação da fase de classificação. Foram já nada menos que 4 derrotas para os Jaguares, que vivem queda livre após título invicto em 2021.

O primeiro tempo se provou muito físico, sem espaços e com os dois times trocando penais até perto do fim. Suárez Folch chutou os 2 primeiros penais para os Jaguares, que ainda tiveram a oportunidade de abrirem frente quando Péculo deixou o Peñarol com um a menos em campo por amarelo aos 16′. Folch desperdiçou penal na sequência e Etcheverry deu o troco com penal a favor do Peñarol. Os argentinos lamentaram não somarem pontos com o homem a mais, parando numa organizada defesa uruguaia.

Somente aos 33′ Folch somou mais 3 pontos com novo penal, mas Villar recebeu amarelo antes da pausa de deixou os Jaguares com um a menos. O Peñarol, por sua vez, não desperdiçou a chance de punir o adversário e antes da pausa o maul dos Carboneros funcionou e Manuel Ardao cravou o primeiro try da noite, abrindo 10 x 09.

- Continua depois da publicidade -

O segundo tempo foi todo uruguaio. Etcheverry mexeu no placar com novo penal logo após a retomada e, aos 51′, os Carboneros emplacaram série de fases para o pilar Echeverría romper para o segundo try dos anfitriões. Foi verdadeiro nocaute nos argentinos.

Os Jaguares não conseguiram produzir a reação, incapazes de criarem – o que já vinha sendo a tônica de sua campanha até aqui desastrosa de 2022. Inciarte chegou a marcar o terceiro try para os uruguaios, mas o lance acabou anulado pelo árbitro de vídeo. Sem problemas. O mesmo Inciarte finalizou o terceiro try – agora sim válido – aos 67′, em jogada rápida pela ponta após scrum tabelando com Amaya.

Os Carboneros mantiveram domínio territorial e cravaram o quarto try – do bônus – aos 75′ com Diego Magno no pick and go após as fases, dando a sensação de atropelo. Foi apenas no finzinho que os Jaguares somaram seu try de honra, com D’Agostino. Números finais: 32 x 14.

Com o resultado, o Peñarol decidirá a primeira colocação da competição no domingo diante do Selknam.

 

32versus copiar14

🇺🇾Peñarol 32 x 14 Jaguares🇦🇷, em Montevidéu🇺🇾

Árbitro: 🇨🇱Felipe Balbontin / Assistentes: 🇦🇷Damián Schneider e 🇺🇾Francisco González / TMO: 🇨🇱Frank Méndez

🇺🇾Peñarol

Tries: Ardao, Echeverría, Inciarte e Magno

Conversões: Etcheverry (3)

Penais: Etcheverry (2)

15 🇺🇾Rodrigo Silva, 14 🇺🇾Federico Favaro, 13 🇺🇾Bautista Basso, 12 🇺🇾Andrés Vilaseca (c), 11 🇺🇾Baltazar Amaya, 10 🇺🇾Felipe Etcheverry, 9 🇺🇾Tomás Inciarte, 8 🇺🇾Manuel Ardao, 7 🇺🇾Santiago Civetta, 6 🇺🇾Lucas Bianchi, 5 🇦🇷Nahuel Milán, 4 🇺🇾Eric Dosantos, 3 🇺🇾Ignacio Peculo, 2 🇺🇾Guillermo Pujadas, 1 🇺🇾Juan Echeverría;

Suplentes: 16 🇺🇾Emiliano Faccennini, 17 🇺🇾Matías Benítez, 18 🇺🇾Diego Arbelo, 19 🇺🇾Diego Magno, 20🇺🇾Tomás Etcheverry, 21 🇺🇾Santiago Álvarez, 22 🇦🇷Nicolás Roger, 23 🇺🇾José Maria Iruleguy;

🇦🇷Jaguares

Try: D’Agostino

Penais: Folch (3)

15 🇦🇷Ignacio Mendy, 14 🇦🇷Iñaki Delguy, 13 🇦🇷Agustín Segura, 12 🇦🇷Santiago Mare, 11 🇦🇷Nicanor Fernández, 10 🇦🇷Tomás Suarez Folch, 9 🇦🇷Joaquín Pellandini, 8 🇦🇷Juan Bautista Pedemonte, 7 🇦🇷Eliseo Chiavassa, 6 🇦🇷Jerónimo Gómez Vara, 5 🇦🇷Rodrigo Fernández Criado (c), 4 🇦🇷Lucio Anconetani, 3 🇦🇷Leonel Villar, 2 🇦🇷Bautista Bernasconi, 1 🇦🇷Santiago Pulella;

Suplentes: 16 🇦🇷Ignacio Ruiz, 17 🇦🇷Mayco Vivas, 18 🇦🇷Javier Coronel, 19 🇦🇷Pedro Rubiolo, 20 🇦🇷Manuel Bernstein, 21 🇦🇷Mateo Albanese, 22 Federico Albrisi, 23 🇦🇷Ramiro D’Agostino;

 

EquipePaísPtsJVED4+-7PPPCSP
PeñarolUruguai401080262307122149
SelknamChile371080241299150142
Jaguares XVArgentina311060461342200185
CafeterosColômbia201040622168295-127
OlimpiaParaguai151030712202286-84
CobrasBrasil61010911145380-235
- Vitória = 4 pontos;
- Empate = 2 pontos;
- Derrota = 0 pontos;
- Anotar 4 ou mais tries = 1 ponto extra;
- Perder por diferença de 7 pontos ou menos = 1 ponto extra;

- 4 primeiros colocados avançarão às semifinais;