O ano de 2018 começará na América do Sul, como sempre, com o sevens masculino em Punta del Este, no Uruguai, com transmissão da ESPN. É a primeira das duas etapas que compõem o Sudamérica Rugby Sevens, o Circuito Sul-Americano de 2018, sendo que a segunda rolará no fim de semana seguinte, em Viña del Mar.

Para este ano, a Sudamérica Rugby (a confederação sul-americana) levou ao extremo sua política de 2017, ampliando o circuito para seleções convidadas de outros continentes. Até 2015, o Sul-Americano era disputado apenas por seleções sul-americanas e em torneios únicos, mas acabou sendo substituído pelo circuito aberto a mais países. Para este ano, 6 seleções sul-americanas estarão em campo – Brasil, Argentina, Uruguai, Chile, Paraguai e Colômbia – e outras 6 convidadas competirão – África do Sul, França, Canadá, Estados Unidos (usando seleções de desenvolvimento -, Irlanda e Alemanha. Fiji, campeão do circuito de 2017, não estará nas disputas de 2018.

 

O que está em jogo?

- Continua depois da publicidade -

O Circuito Sul-Americano terá valor redobrado para algumas seleções, entre elas o Brasil. Então fique atento porque:

  • Os 2 melhores ao final do circuito entre Brasil, Uruguai, Chile, Paraguai e Colômbia ganharão vaga na Copa do Mundo de Sevens de 2018, que será jogada em São Francisco em julho (a Argentina até agora é a única sul-americana já garantida);

 

  • Os 2 melhores ao final do circuito entre Brasil, Uruguai, Chile, Paraguai e Colômbia ganharão vaga no Hong Kong Sevens de 2018, a segunda divisão da Série Mundial de Sevens, a ser disputado em abril;

 

  • O melhor entre Brasil, Uruguai, Chile, Paraguai e Colômbia ganhará vaga como convidado nos torneios de Las Vegas e Vancouver da Série Mundial, ambos em março;

 

  • O torneio tem 3 grupos com 4 equipes cada e avançarão às quartas de final os 2 primeiros colocados de cada grupo e os 2 melhores terceiros colocados;

 

O que esperar de Punta?

Os Tupis fizeram um circuito 2017 fraco, com uma equipe jovem na ressaca do Rio 2016. O resultado foram derrotas em todos os duelos. Com isso, o Brasil começa Punta com um jejum de vitórias no sevens que vem desde Roma em junho de 2016, quando venceu em seu último compromisso a seleção de desenvolvimento da França por 14 x 05.

Para 2018, o técnico do Brasil, o neozelandês Jake Mangin, pôde escolher seu elenco livremente e selecionou um grupo ideal recheado de atletas de ponta da seleção de XV. Entre os nomes escolhidos estão Moisés Duque, os irmãos Sancery e Stefano, que jogaram o Rio 2016, além de nomes que estiveram no XV dos Tupis na gira pela Europa de novembro: Buda, Zé, Josh e Lucas Muller, além de Matias e Cruz, dois dos quatro que estiveram no time de 2017. E a eles ainda se juntam Robert e Ariel, mantidos do grupo do ano passado após fortes temporadas.

O Brasil caiu em grupo com a França e os Estados Unidos, que irão a campo com times de desenvolvimento, podendo variar demais em termos de rendimento. O Brasil inclusive venceu os times B de EUA e França em 2016, mas os elencos serão totalmente outros. Cuidado com os franceses, que terão jogadores oriundos da base de clubes de Top 14.

A cabeça, é claro, está sobretudo no jogo contra o Uruguai, rival direto pela Copa do Mundo. Os Teros venceram os últimos 3 jogos contra o Brasil em 2017, mas em 2016 o Brasil conseguiu duas vitórias seguidas sobre os uruguaios, mostrando que no sevens o duelo já é equilibrado. O favoritismo tradicional do Uruguai estará diluído neste ano, já que o rugby do país está totalmente focado no XV, priorizando os dois duelos contra o Canadá nas próximas semanas, que valem vaga na Copa do Mundo de 2019. O elenco terá Gabriel Puig e Gastón Gibernau como os homens experientes liderando um grupo de atletas que querem um lugar ao sol.

Olhos para o Grupo A e para o Chile, que vem crescendo sem parar no sevens. Os Cóndores se prepararam bem para o circuito, chegando a derrotar a seleção de desenvolvimento da Nova Zelândia em novembro. Os chilenos estão totalmente focados em irem ao Mundial e caíram em uma chave que lhes favorece, tendo a Alemanha – que vem crescendo e estará em Hong Kong – como concorrente. O Paraguai também está na chave e mostrou força no Seven de La República, na Argentina, em dezembro, mas corre por fora.

No Grupo C, a Colômbia tentará um milagre contra os times de desenvolvimento de Argentina e Canadá, além da Irlanda, que até pouco tempo não investia no sevens, mas que agora vive ascensão meteórica e vai se preparando para o Hong Kong Sevens de 2018, querendo subir à elite mundial.

Convocados do Brasil: André Arruda “Buda” (Desterro), Ariel Rodrigues (Jacareí), Daniel Sancery (São José), Felipe Sancery (São José), Josh Reeves (Jacareí), Lucas Muller (Desterro), Lucas Tranquez “Zé” (SPAC), Matheus Cruz (Jacareí), Matheus Daniel “Matias” (Jacareí), Moisés Duque (São José), Robert Santos (Pasteur), Stefano Giantorno (São José);

Lista de espera: Jacobus De Wet Van Niekerk (Poli), Mateus Estrela (Jacareí);

 

Seven Punta – Sudamérica Rugby Sevens 2018 – 1ª etapa do Circuito Sul-Americano

Grupo A: África do Sul, Alemanha, Chile, Paraguai

Grupo B: Estados Unidos, França, Uruguai, Brasil

Grupo C: Canadá, Argentina, Irlanda, Colômbia

 

*Horários de Brasília

Sábado, dia 06 de janeiro

17h25 – Alemanha x Chile – Watch ESPN

17h47 – África do Sul x Paraguai – Watch ESPN

18h09 – Argentina x Irlanda – Watch ESPN

18h31 – Canadá x Colômbia – Watch ESPN

18h53 – Brasil x França – Watch ESPN

19h15 – Estados Unidos x Uruguai – Watch ESPN

19h37 – Alemanha x Paraguai – Watch ESPN

19h59 – África do Sul x Chile – Watch ESPN

20h21 – Argentina x Colômbia – Watch ESPN

20h43 – Canadá x Irlanda – Watch ESPN

21h05 – Estados Unidos x França – ESPN+

21h27 – Brasil x Uruguai – ESPN+

21h49 – Chile x Paraguai – ESPN+

22h11 – África do Sul x Alemanha – ESPN+

22h33 – Irlanda x Colômbia – ESPN+

22h55 – Canadá x Argentina – ESPN+

23h17 – Brasil x Estados Unidos – ESPN+

23h39 – França x Uruguai – ESPN+

 

Domingo, dia 07 de janeiro

18h08 – Semifinal de Honra – Pior 3º x 4º Grupo A – Watch ESPN

18h30 – Semifinal de Honra – 4º Grupo B x 4º Grupo C – Watch ESPN

18h52 – Quartas de final – 1º Grupo A x 2º melhor 3º – Watch ESPN

19h14 – Quartas de final – 2º Grupo B x 2º Grupo C – Watch ESPN

19h36 – Quartas de final – 1º Grupo B x Melhor 3º – Watch ESPN

19h59 – Quartas de final – 1º Grupo C x 2º Grupo A – Watch ESPN

20h20 – Decisão de 11º lugar – Watch ESPN

20h42 – Final de Honra (9º lugar) – Watch ESPN

21h04 – Semifinal Bronze – Perdedor Quartas 1 x Perdedor Quartas 2 – ESPN+

21h26 – Semifinal Bronze – Perdedor Quartas 3 x Perdedor Quartas 4 – ESPN+

21h48 – Semifinal Ouro – Vencedor Quartas 1 x Vencedor Quartas 2 – ESPN+

22h10 – Semifinal Ouro – Vencedor Quartas 3 x Vencedor Quartas 4 – ESPN+

22h32 – Decisão de 7º lugar – ESPN+

22h54 – Final Bronze – ESPN+

23h16 – Final Prata (Decisão de 3º lugar) – ESPN+

23h38 – Final Ouro – ESPN+

 

Histórico do Sul-Americano

AnoSedeCampeãoVice-campeão3º lugar4º lugar5º lugar6º lugar7º lugar8º lugar9º lugar10º lugar11º lugar12º lugar
2006Assunção (Paraguai)ArgentinaChileUruguaiParaguaiBrasilColômbiaVenezuelaPeru
2007Viña del Mar (Chile)ArgentinaChileParaguaiUruguaiBrasilPeruColômbiaVenezuela
2008Punta del Este (Uruguai)ArgentinaUruguaiChileBrasilColômbiaPeruParaguaiVenezuela
2009São José dos Campos (Brasil)ArgentinaChileUruguaiBrasilColômbiaParaguaiPeruVenezuela
2010Mar del Plata (Argentina)ArgentinaUruguaiChileBrasilColômbiaParaguaiPeruVenezuela
2011Bento Gonçalves (Brasil)ArgentinaUruguaiBrasilChileParaguaiColômbiaPeruVenezuela
2012Rio de Janeiro (Brasil)UruguaiArgentinaChileParaguaiBrasilPeruColômbiaVenezuelaGuatemalaEquador
2013Rio de Janeiro (Brasil)ArgentinaUruguaiBrasilChileColômbiaPeruParaguaiVenezuelaGuatemalaEquador
2014Santiago (Chile)ArgentinaUruguaiChileBrasilColômbiaParaguaiPeru
2015*Santa Fé (Argentina)ArgentinaUruguaiChileColômbiaParaguaiVenezuelaPeru
Circuito Sul-Americano
2017Punta del Este (Uruguai)ArgentinaFijiChileEstados UnidosUruguaiColômbiaCanadáBrasil
Viña del Mar (Chile)FijiArgentinaChileCanadáUruguaiColômbiaEstados UnidosBrasil
Geral:FijiArgentinaChileUruguaiCanadáEstados UnidosColômbiaBrasil
2018Punta del Este (Uruguai)África do SulChileFrançaUruguaiAlemanhaBrasilIrlandaArgentinaColômbiaEstados UnidosCanadáParaguai
Viña del Mar (Chile)África do SulFrançaIrlandaUruguaiArgentinaAlemanhaChileBrasilEstados UnidosColômbiaCanadáParaguai
GeralÁfrica do SulFrançaUruguaiChileIrlandaAlemanhaArgentinaBrasil ColômbiaEstados UnidosCanadáParaguai
*Em 2015, o Brasil não disputou porque o torneio valia como Pré-Olímpico para os Jogos Olímpicos do Rio 2016

A partir de 2017, o Campeonato Sul-Americano foi substituído pelo Circuito Sul-Americano, que conta com seleções convidadas de outros continentes também;