Foto: SLAR / Gaspafotos

Tempo de leitura: 3 minutos

Montevidéu testemunhou novo resultado maiúsculo do rugby chileno. Nesta quarta-feira, pela segunda vez na temporada, o Selknam derrotou os atuais campeões da SLAR, os Jaguares argentinos, provando a ascensão do rugby andino. 23 x 10 que negaram bônus aos Jaguares, que estiveram sob os olhos atentos do novo técnico dos Pumas, o australiano Michael Cheika, que esteve na capital uruguaia.

A soma dos resultados da rodada classificou ambos, Jaguares e Selknam, às semifinais matematicamente, mas a festa foi apenas do time chileno, vice líder. O Selknam foi superior nas formações fixas e levou os argentinos cronicamente aos erros e à indisciplina. Acima de tudo, a defesa chilena foi monumental, do início ao fim do duelo.

Os chilenos arrancaram os primeiros pontos do jogo com um try de maul logo aos 7′ com Dussaillant, dando as cartas. Urroz começou o jogo titubeante nos chutes com 2 penais perdidos, mas arrematou com precisão novo penal aos 20′, abrindo 8 x 0 eloquentes, que mostravam a quantidade de erros do time argentino.

Aos 27′, a situação argentina parecia deteriorar com amarelo para Vivas, mas os chilenos não capitalizaram sobre o homem a mais. Entretanto, o fato foi que a reação argentina foi sendo adiada e só se materializou aos 40′ com penal try no maul, que ainda rendeu amarelo a Molina do Selknam. Chilenos 08 x 07 no intervalo.

- Continua depois da publicidade -

Os Jaguares foram com tudo para cima no recomeço do jogo e tiveram try anulado no começo da segunda etapa, com Prisciantelli ainda acertando penal na trave na sequência. Quem não faz, leva, e Urroz arrematou penal que deu aos chilenos 3 pontos mais mesmo com um atleta a menos em campo.

Os argentinos não só não aproveitaram o homem a mais como logo se viram reduzidos a 14 com amarelo a Ignacio Ruiz, punido com mais um penal de Urroz. O tempo foi passando, a defensa chilena falando alto e os argentinos só esboçaram de novo uma reação quando Prisciantelli chutou penal aos 66′. Contudo, Urroz respondeu imediatamente na mesma moeda e os argentinos perderam a mão de vez, cedendo mais 2 penais para Urroz assegurar outra memorável vitória do time andino: 23 x 10, números finais.

 

23versus copiar10

🇨🇱Selknam 23 x 10 Jaguares🇦🇷, em Montevidéu🇺🇾

Árbitro: 🇦🇷Nehuen Jauri Rivero / Assistentes: 🇧🇷Cauã Ricardo e 🇦🇷Simón Larrubia / TMO: 🇺🇾Alejandro Longres

🇨🇱Selknam

Try: Dussaillant

Penais: Urroz (6)

15 🇨🇱Francisco Urroz, 14 🇨🇱Nicolás Garafulic, 13 🇨🇱Domingo Saavedra, 12 🇨🇱Matías Garafulic, 11 🇨🇱Luca Strabucchi, 10 🇨🇱Rodrigo Fernández, 9 🇨🇱Benjamín Videla, 8 🇨🇱Alfonso Escobar, 7 🇨🇱Ignacio Silva (c), 6 🇨🇱Martín Sigren, 5 🇨🇱Augusto Sarmiento, 4 🇦🇷Franco Molina, 3 🇨🇱Matías Dittus, 2 🇨🇱Tomás Dussaillant, 1 🇨🇱Javier Carrasco;

Suplentes: 16 🇨🇱Diego Escobar, 17 🇨🇱Salvador Lues, 18 🇨🇱Vittorio Lastra, 19 🇨🇱Santiago Pedrero, 20 🇨🇱Thomas Orchard, 21 🇨🇱Lukas Carvallo, 22 🇺🇾Juan Zuccarino, 23 🇨🇱Ernesto Tchimino;

🇦🇷Jaguares

Try: Penal try

Penal: Prisciantelli (1)

15 🇦🇷Ramiro D’Agostino, 14 🇦🇷Ignacio Mendy, 13 🇦🇷Agustín Segura, 12 🇦🇷Juan Pablo Castro, 11 🇦🇷Tomás Cubilla (c), 10 🇦🇷Gerónimo Prisciantelli, 9 🇦🇷Joaquín Pellandini, 8 🇦🇷Santiago Ruiz, 7 🇦🇷Manuel Bernstein, 6 🇦🇷Eliseo Chiavassa, 5 🇦🇷Rodrigo Fernández Criado, 4 🇦🇷Pedro Rubiolo, 3 🇦🇷Lautaro Caro, 2 🇦🇷Ignacio Ruiz, 1 🇦🇷Mayco Vivas;

Suplentes: 16 🇦🇷Andrea Panzarini, 17 🇦🇷Nicolás Revol, 18 🇦🇷Javier Coronel, 19 🇦🇷Federico Albrisi, 20 🇦🇷Aitor Bildosola, 21 🇦🇷Mateo Albanese, 22 🇦🇷Santiago Mare, 23 🇦🇷Nicanor Fernández Lopez;

 

EquipePaísPtsJVED4+-7PPPCSP
PeñarolUruguai401080262307122149
SelknamChile371080241299150142
Jaguares XVArgentina311060461342200185
CafeterosColômbia201040622168295-127
OlimpiaParaguai151030712202286-84
CobrasBrasil61010911145380-235
- Vitória = 4 pontos;
- Empate = 2 pontos;
- Derrota = 0 pontos;
- Anotar 4 ou mais tries = 1 ponto extra;
- Perder por diferença de 7 pontos ou menos = 1 ponto extra;

- 4 primeiros colocados avançarão às semifinais;