Foto: Force

Tempo de leitura: 4 minutos

ARTIGO COM VÍDEOS – Esta sexta-feira foi de primeiras vitórias na Nova Zelândia e na Austrália. Pelo Super Rugby Aotearoa neozelandês, os Highlanders derrotaram fora de casa os Chiefs, que seguem sem vitórias desde que começou a pandemia. Já no Super Rugby AU, o Western Force alcançou sua primeira vitória na elite desde 2017 ao superar o Waratahs, que conheceu a terceira derrota em três jogos.

 

Chiefs seguem sem vitórias

- Continua depois da publicidade -

Segue a crise dos Chiefs, que passaram o Super Rugby Aotearoa de 2020 inteiro sem vencerem nenhum jogo. O time de Hamilton estreou hoje na edição 2021 e perdeu em casa para os Highlanders – que, além da vitória, arrancaram ponto bônus, em 39 x 23, de virada.

O jogo começou bom para os Chiefs, que marcaram os 2 primeiros tries da partida, com Jacobson e McKenzie. No entanto, os Highlanders foram implacáveis e clínicos. Nareki – o homem do jogo – marcou o primeiro try da reação antes da pausa. Depois, o segundo tempo foi de colapso dos Chiefs, que viram os ‘Landers voarem para 4 tries. Fakatava e Frizell (após corrida matadora de Nareki) marcaram os tries da virada, enquanto Nareki completou um brilhante hat-trick com mais 2 tries impressionantes na sequência, selando a vitória.

Force Awakens

Em 2017, o Western Force foi excluído do velho Super Rugby e retornou ao Super Rugby AU em 2020, mas acabou a temporada sem vitórias. O gosto de um triunfo só foi sentido novamente hoje, com o time de Perth derrotando fora de casa os Waratahs por 20 x 16. O jogo provou a terrível fase do time de Sydney, que se tornou o maior candidato à lanterna em 2021.

Os donos da casa até começaram bem, com try de Porecki, aos 5′, mas viram o Force reagir com try de Lee-Warner, aos 32′, e virar o placar na segunda etapa com try de Tim Anstee, aos 54′. Aos 65′, no entanto, os Waratahs tiveram tudo para virarem o placar, quando Ready recebeu cartão vermelho e deixou o Force com um homem a menos. Harrison chutou penal aos 73′, mas os ‘Tahs foram incapazes da virada, vendo Prior chutar o penal decisivo para o Force aos 79’. Vitória merecida, com o Force tendo liderado todas as estatísticas mais relevantes do jogo.

 

Super Rugby Aotearoa

Chiefs23versus copiar39Highlanders NZ rugby union team logo.svg

Chiefs 23 x 39 Highlanders, em Hamilton

Chiefs

Tries: Jacobson e McKenzie

Conversões: McKenzie (2)

Penais: McKenzie (3)

15 Damian McKenzie, 14 Jonah Lowe, 13 Sean Wainui, 12 Anton Lienert-Brown, 11 Etene Nanai-Seturo, 10 Bryn Gatland, 9 Brad Weber (cc), 8 Luke Jacobson, 7 Sam Cane (cc), 6 Samipeni Finau, 5 Naitoa Ah Kuoi, 4 Tupou Vaa’i, 3 Sione Mafileo, 2 Samisoni Taukei’aho, 1 Reuben O’Neill;

Suplentes: 16 Bradley Slater, 17 Ollie Norris, 18 Angus Ta’avao, 19 Mitchell Brown, 20 Mitchell Karpik, 21 Xavier Roe, 22 Alex Nankivell, 23 Shaun Stevenson;

Highlanders

Tries: Nareki (3), Fakatava e Frizell

Conversões: Ioane (4)

Penais: Ioane (2)

15 Mitch Hunt, 14 Connor Garden-Bachop, 13 Ngantungane Punivai, 12 Sio Tomkinson, 11 Jona Nareki, 10 Josh Ioane, 9 Folau Fakatava, 8 Marino Mikaele-Tu’u, 7 Billy Harmon, 6 Shannon Frizell, 5 Jack Regan, 4 Josh Dickson, 3 Siate Tokolahi, 2 Ash Dixon (cc), 1 Daniel Lienert-Brown;

Suplentes: 16 Liam Coltman, 17 Josh Hohneck, 18 Jeff Thwaites, 19 Manaaki Selby-Rickit, 20 Liam Squire, 21 Aaron Smith (cc), 22 Solomon Alaimalo, 23 Hugh Renton;

 EquipeCidadeJogosPontos
CrusadersChristchurch723
ChiefsChiefsHamilton616
BluesAuckland615
Highlanders NZ rugby union team logo.svgHighlandersDunedin714
HurricanesWellington66
- Vitória = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota = 0 pontos;
– Vencer marcando 3 ou mais tries que o oponente = 1 ponto extra;
– Perder por diferença de 7 pontos ou menos = 1 ponto extra;

 

Super Rugby AU

16versus copiar20

Waratahs 16 x 20 Force, em Sydney

Waratahs

Try: Porecki

Conversão: Harrison (1)

Penais: Harrison (3)

15 Mark Nawaqanitawase, 14 Jack Maddocks, 13 Alex Newsome (c), 12 Tepai Moeroa, 11 James Ramm, 10 Will Harrison, 9 Jack Grant, 8 Jack Dempsey, 7 Carlo Tizzano, 6 Lachlan Swinton, 5 Hugh Sinclair, 4 Sam Caird, 3 Harry Johnson-Holmes, 2 Dave Porecki, 1 Tetera Faulkner;

Suplentes: 16 Tom Horton, 17 Sio Tatola, 18 Chris Talakai, 19 Jack Whetton, 20 Jeremy Williams, 21 Henry Robertson, 22 Tane Edmed, 23 Triston Reilly;

Force

Tries: Lee-Warner e Anstee

Conversões: McIntyre (2)

Penais: McIntyre (1) e Prior (1)

15 Rob Kearney, 14 Byron Ralston, 13 Tevita Kuridrani, 12 Richard Kahui, 11 Toni Pulu, 10 Jake McIntyre, 9 Tomas Cubelli, 8 Brynard Stander (c), 7 Kane Koteka, 6 Tim Anstee, 5 Fergus Lee-Warner, 4 Jeremy Thrush, 3 Santiago Medrano, 2 Feleti Kaitu’u, 1 Tom Robertson;

Suplentes: 16 Andrew Ready, 17 Angus Wagner, 18 Greg Holmes, 19 Ryan McCauley, 20 Tomas Lezana, 21 Ian Prior, 22 Domingo Miotti, 23 Marcel Brache;

 EquipeCidadeJogosPontos
RedsBrisbane732
Brumbies logo copyBrumbiesCanberra829
ForcePerth714
RebelsMelbourne712
WaratahsSydney702
- Vitória = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota = 0 pontos;
– Vencer marcando 3 ou mais tries que o oponente = 1 ponto extra;
– Perder por diferença de 7 pontos ou menos = 1 ponto extra;

- Classificam-se às quartas de final o 1º colocado de cada uma das 3 conferências + os 5 melhores da classificação geral;