Por dentro da Copa: Gloucester, a casa do rugby

População: 121.000

Estádio: Kingsholm Stadium

Capacidade: 16.000

Principais times de rugby: Gloucester Rugby (Premiership)

Jogos na Copa do Mundo:
19/09 – Tonga x Geórgia;
23/09 – Escócia x Japão;
25/09 – Argentina x Geórgia;
11/10 – Estados Unidos x Japão

 

A terra do rugby. É assim que o West Country, a região sudoeste da Inglaterra, é conhecida. Ao contrário do restante da Inglaterra, onde o rugby é um esporte majoritariamente da classe média, o West Country é a região onde o rugby rivaliza – e mesmo  supera – o futebol em popularidade, sem distinções sociais entre seus torcedores. Localizada na fronteira com Gales, Gloucester é famosa por sua catedral medieval, mas é modesta em tamanho, com pouco mais de 100 mil habitantes, e seu clube de rugby, o Gloucester RFC, é o grande símbolo da cidade, com grande apoio popular.

 

O Gloucester RFC, apelidado de Cherry and Whites, por conta das camisas listradas em vermelho e branco, foi fundado em 1873 e faz clássicos regionais acalorados contra Bath e Bristol. Com cinco títulos da Copa da Inglaterra, atual Copa Anglo-Galesa e duas conquistas da Challenge Cup europeia (incluindo o da temporada 2014-15), o Gloucester é um dos mais vitoriosos times do rugby inglês, mas ainda não tem em seu histórico o título da Premiership. O mais perto disse aconteceu em 2002, quando os Cherry and Whites conquistaram o Championship, título conferido na época ao vencedor do mata-mata final. Contudo, nas temporadas de 2000-01 e 2001-02, o título da Premiership era dado ao primeiro colocado da temporada regular, enquanto o mata-mata final tinha importância secundária. O Gloucester ainda ostenta a condição de ser um dos únicos quatro clubes que jamais foram rebaixados da Premiership.

 

O estádio de Gloucester é o icônico Kingsholm Stadium, apelidado de The Shed (“O Galpão”), que, como o nome sugere, é acanhado, com 16.000, mas é considerado um dos mais vibrantes palcos do rugby inglês, um verdadeiro caldeirão. Construído em 1891, o Kingsholm já tem história na Copa do Mundo, tendo recebido uma partida em 1991, o jogo entre Nova Zelândia e Estados Unidos. O envolvimento da comunidade no rugby contou a favor da escolha de Gloucester como sede do Mundial, dando uma oportunidade de assistir aos jogos do Mundial a uma das regiões mais apaixonados pelo esporte no país.

 

Para saber mais sobre as demais sedes da Copa do Mundo, clique aqui.

Comentários