O rugby sul-africano recebeu uma grande notícia hoje. O Ministério do Esporte da África do Sul retirou seu veto que impedia a federação de rugby a receber eventos internacionais nos próximos anos. O veto se dava ao julgamento do Ministério de que o rugby não estava alcançando as metas ligadas a políticas de democracia racial.

 

Com isso, a candidatura da África do Sul a sede da Copa do Mundo de 2023, que estava congelada, poderá ir adiante. Porém, os sul-africanos terão pouco tempo, pois a eleição acontece no dia 15 de novembro. A candidatura sul-africana está atrasada para anunciar suas possíveis sedes e no trabalho de promoção de suas propostas.

 
Irlanda e França concorrem com a África do Sul.