ARTIGO COM VÍDEO – All Blacks campeões do Rugby Championship pelo terceiro ano seguido. Era previsível, mas houve algum suspense neste ano. Os neozelandeses foram a Buenos Aires precisando da vitória sobre os Pumas, após a África do Sul ter colocado pressão com triunfo mais cedo sobre os Wallabies. Porém, os Pumas não conseguiram repetir o bom desempenho recente e caíram por 35 x 17. Festa da Nova Zelândia na Argentina mais uma vez.

Nico Sánchez inaugurou o marcador com penal para os Pumas aos 3′, mas os All Blacks não demoraram a marcar o primeiro try, aos 7′, com jogada rápida após lateral, em linha de passe que encontrou Rieko Ioane para finalizar na ponta, com direito a pisada letal.

Dominante em todos os sentidos, a Nova Zelândia encontrou rapidamente seu segundo try, com TJ Perenara abrindo bola após fase a 5 metros para Waisake Naholo finalizar. Perenara perdeu controle da bola antes do passe, mas não houve knock-on. E aos 28′ Rieko Iane foi letal, explorando a lateral livre após turnover no ruck. Contra-ataque e try neozelandês. 21 x 03 no intervalo. Os Pumas ainda tiveram a chance de ouro para reagirem quando Sonny Bill Williams recebeu cartão amarelo, mas o placar não mudou. Um primeiro tempo de mais posse de bola e domínio territorial da Argentina, mas com a eficiência neozelandesa, como sempre, falando mais alto com a bola em mãos.

O segundo tempo começou com a Nova Zelândia invertendo o domínio territorial e capitalizando aos 54′ com seu jogo de contato frutificando em try de Tuipolotu, recebendo de Tu’inukuafe. A Argentina respondeu aos 57′, com maul ganhando metros e Cubelli indo para o in-goal. O scrum-half se esticou e tocou a bola na linha, com suspeita de duplo movimento. Mas a arbitragem validou a jogada.

- Continua depois da publicidade -

Aos 67′, os Pumas esboçaram darem o passo decisivo rumo a um fim de jogo empolgante. Uma bela jogada de mãos, com Sánchez chutando rasteiro na ponta e, após duas fases bem estruturadas, Boffelli recebeu na cega para marcar o segundo try dos donos da casa.

Porém, ficou por aí a reação. Aos 72′, Lienert-Brown apanhou chute rasteiro de Mo’unga para o último try do embate. Fim de papo, 35 x 17 para os All Blacks, campeões!

No sábado que vem, a Nova Zelândia visitará a África do Sul, buscando dar o troco da última derrota, ao passo que a Argentina receberá a Austrália e espera celebrar inédita terceira vitória na mesma edição do Championship.
17versus copiar35

Argentina 17 x 35 Nova Zelândia, em Buenos Aires

Árbitro: Mathieu Raynal (França)

Argentina

Tries: Cubelli e Boffelli

Conversões: Sánchez (2)

Penais: Sánchez (1)

15 Emiliano Boffelli, 14 Bautista Delguy, 13 Jeronimo De La Fuente, 12 Bautista Ezcurra, 11 Matias Moroni, 10 Nicolas Sanchez, 9 Gonzalo Bertranou, 8 Javier Ortega Desio, 7 Marcos Kremer, 6 Pablo Matera, 5 Tomas Lavanini, 4 Guido Petti, 3 Ramiro Herrera, 2 Agustin Creevy, 1 Nahuel Tetaz Chaparro;

Suplentes: 16 Julian Montoya, 17 Juan Pablo Zeiss, 18 Santiago Medrano, 19 Matias Alemanno, 20 Juan Manuel Leguizamon, 21 Tomas Cubelli, 22 Matias Orlando, 23 Sebastian Cancelliere;

Nova Zelândia

Tries: Ioane (2), Naholo, Tuipulotu e Lienert-Brown

Conversões: B Barrett (4) e Mo’unga (1)

15 Ben Smith, 14 Waisake Naholo, 13 Ryan Crotty, 12 Sonny Bill Williams, 11 Rieko Ioane, 10 Beauden Barrett, 9 TJ Perenara, 8 Luke Whitelock, 7 Sam Cane, 6 Shannon Frizell, 5 Scott Barrett, 4 Samuel Whitelock (c), 3 Ofa Tuungafasi, 2 Codie Taylor, 1 Karl Tu’inukuafe;

Suplentes: 16 Nathan Harris, 17 Tim Perry, 18 Angus Ta’avao, 19 Patrick Tuipulotu, 20 Ardie Savea, 21 Aaron Smith, 22 Richie Mo’unga, 23 Anton Lienert-Brown;

 

PaísApelidoJogosPontos
Nova ZelândiaAll Blacks525
África do SulSpringboks515
AustráliaWallabies59
ArgentinaLos Pumas58
PaísNúmero de títulosVices3ºs4ºs
Nova Zelândia15530
Austrália41360
África do Sul46121
Argentina0017
1996 - 2011 - Tri Nations Series (Nova Zelândia, Austrália e África do Sul);

2012 - hoje - The Rugby Championship (Nova Zelândia, Austrália, África do Sul e Argentina);