No sábado (28), o GRUA, de Manaus, se consagrou campeão da Copa Brasil Central de Rugby (Pequi Nations) pelo primeira vez em sua história, logo em seu debut, vencendo em Goiânia o Goianos (maior campeão da competição) por 26 x 24. Na fase de grupos, o Goianos havia derrotado o GRUA, que deu a volta por cima emergindo vitorioso na final – depois de uma verdadeira maratona ao longo do ano, tendo jogado fora de casa em todos os jogos (e sempre tendo que viajar de avião).

A vitória veio para o time amazonense nos últimos minutos de jogo, quando Pablo marcou o decisivo try. Com isso, o jogo ficou empatado em 24 x 24 e, com a conversão feita pelo centro Frank, dando o triunfo ao GRUA. Amazonenses campeões.

Falando em try, o jogo foi dos forwards caboclos. Os quatro tries do GRUA foram marcados pelos avançados que, além de pontuarem, fizeram a função de defesa muito bem, parando o ataque veloz do Goianos. Jogo de contato típico do time e bom jogo de chutes da linha visitante.

Texto por: Patrícia Barroso

- Continua depois da publicidade -

 

Benedito Monteiro, técnico do GRUA, analisou o jogo:

Primeiro ponto: os dois times têm o mesmo nível técnico, mas com características diferentes. Enquanto o Goianos sabiam ter o domínio mais efetivo na linha deles, o GRUA tinha o domínio dos forwards no jogo de base para nosso lado. Ainda com características diferentes, o jogo ficou nivelado, pois a linha do GRUA não estava tão bem colocada. Muitas vezes não se conseguiu concluir as jogadas abertas do time, enquanto a linha do Goianos jogava bem fundo, com velocidade e eles rompiam sempre a defesa quando o GRUA tinha momentos de desorganização tática; por outro lado, os forwards caboclos, conseguiram dominar bem as posições fixas de line out, scrum, que não foi tão bom, mas no jogo de base, os forwards conseguiram impor o jogo, atrasando a jogada do adversário.
No primeiro tempo o Goianos aproveitou bem a linha aberta, conseguindo passar pela defesa e fazer try e, o GRUA, utilizou as formações ensaiadas, conseguindo fazer o primeiro try. Após isso, o segundo try foi feito a partir de jogada individual, onde aproveitaram vantagem de penal marcado com vantagem ao GRUA; o pilar ultrapassou a defesa do adversário, cravando a bola no in gol. Depois, imediatamente, aproveitando falha de desorganização da defesa, fizeram o try bem embaixo dos postes, empatando o primeiro tempo.

O final do jogo foi dramático, visto que os dois times estavam cansados e a tendência era que uma desorganização de qualquer time favorecesse o outro. O fim do jogo foi marcada por penais de ambos os times, onde o Goianos conseguiu realizar mais um try, ficando a frente no placar. Em minutos finais dramáticos ao GRUA, com pressão próxima do in gol, o GRUA fez o último try, empatando o jogo e virando com a conversão.

 

24versus copiar26

Dia 26/10/2019 às 16h00 – Goianos (GO) 24 x 26 GRUA (AM)

Local: ASSESGO – Goiânia. GO

 

Tabela

DiaLocalCasa vs AdversárioFase
06/04/2019Cuiabá, MTCuiabá25X24PrimaveraTaça Pantanal
13/04/2019Goiânia, GOGoianos43X17Rugby Sem FronteirasTaça Cerrado
11/05/2019Primavera do Leste, MTPrimavera60X07Porto VelhoTaça Pantanal
18/05/2019Brasília, DFRugby Sem Fronteiras12X45GRUATaça Cerrado
08/06/2019Porto Velho, ROPorto Velho00X68CuiabáTaça Pantanal
15/06/2019Brasília, DFGRUA21X29GoianosTaça Cerrado
24/08/2019Cuiabá, MTCuiabá20X27GRUASemifinal
07/09/2019Goiânia, GOGoianos33X08PrimaveraSemifinal
26/10/2019Goiânia, GOGoianos24X26GRUAFinal

 

Histórico

 ClubeEstado
2009BrasíliaDF
2010Goiânia*GO
2011Goiânia*GO
2012GoianosGO
2013GoianosGO
2014GoianosGO
2015GoianosGO
2016Rugby Sem FronteirasDF
2017Rugby Sem FronteirasDF
2018Rugby Sem FronteirasDF
2019GRUAAM
2020--
*Goiânia mudou de nome para Goianos em 2012