Foto: Peñarol Rugby

A primeira liga profissional de rugby da América do Sul terá início nessa quarta-feira, dia 4 de março. É a Superliga Americana de Rugby, a SLAR, que contará com 5 equipes, incluindo o Corinthians, do Brasil. Falta apenas a confirmação oficial de onde os jogos serão transmitidos.

O que é a SLAR?

A SLAR nasceu sob iniciativa da Sudamérica Rugby (a federação sul-americana) com o objetivo de fomentar o profissionalismo na região. Cada país – Brasil, Argentina, Uruguai, Chile e Paraguai – começarão com uma franquia cada, podendo haver um segundo time argentino, um segundo time uruguaio ou mesmo um segundo time brasileiro nos próximos anos.

- Continua depois da publicidade -

As federações de cada país são as donas das franquias e tiveram a opção de vender a operação delas para investidores privados – o que levou inclusive a associações com clubes de futebol. Todos os times puderam contratar atletas estrangeiros, o que significa que as franquias da SLAR não são exatamente as seleções nacionais: são muito mais do que isso. O único país que não terá estrangeiros é a Argentina, ao passo que o Brasil terá atletas nascidos no exterior, mas somente jogadores que possam vestir a camisa da seleção.

A liga ocupará o primeiro semestre do calendário sul-americano, com as atividades das seleções nacionais passando para o segundo semestre.

 

Corinthians

País: Brasil

Cidade(s): São Paulo, Santo André, São José dos Campos (a definir)

Treinador: Fernando Portugal (Brasileiro)

Elenco:

  • Avançados: Lucas Abud (Brasil), Leonel “Messi” Moreno (Brasil), Caique Segura Silva (Brasil), Leonardo “Neymar” de Souza (Brasil), Yan Rosetti (Brasil), Endy Willian (Brasil), Pedro Bengaló (Brasil), Joel Ramírez (Brasil), Henrique “Caminhoneiro” Ribeiro (Brasil), Matheus “Blade” Rocha (Brasil), Kauã Guimarães (Brasil), Gabriel Paganini (Brasil), Luiz “Monstro” Vieira (Brasil), Arthur Bergo (Brasil), Matheus Cláudio (Brasil), Cléber “Gelado” Dias (Brasil), Rafael “Latrell” Dos Santos (Brasil), Devon Muller (Brasil), André “Buda” Arruda (Brasil), Ádrio de Melo (Brasil);
  • Linha: Laurent Bourda-Couhet (Brasil), Felipe Cunha (Brasil), Douglas Rauth (Brasil), Josh Reeves (Brasil), Moisés Duque (Brasil), Gabriel Quirino (Brasil), Felipe Sancery (Brasil), Daniel “Maranhão” Lima (Brasil), Vincent Quirino (Brasil), Robert Tenório (Brasil), Daniel Sancery (Brasil), Lucas “Zé” Tranquez (Brasil);

Destaques e expectativas: A franquia brasileira da SLAR é a própria Seleção Brasileira – algo único entre os cinco participantes. Trata-se de uma seleção renovada, com muitos atletas recém promovidos da categoria M20. A comissão técnica brasileira é encabeçada por Fernando Portugal (que tem João Luiz “Ige” da Ros como assistente, ao lado do argentino Nicolás Fernández Lobbe) terá que lidar com algumas mudanças significativas, como a aposentadoria do scrum-half Tanque e as perdas de Nelson e Jardel para a primeira linha. Ainda assim, o time conta com nomes experientes como Moisés, Josh, Laurent, Zé, os irmãos Sancery, Bergo, Gelado, Buda, Monstro, Paganini, Yan, Abud. Por todos os desafios, o Corinthians não está entre os candidatos a título (ainda mais após a derrota por 45 x 14 contra o Peñarol na pré temporada) e tem como missão se confirmar nas semifinais;

 

Los Ceibos

País: Argentina

Cidade: Córdoba

Treinador: Ignácio Fernández Lobbe (Argentino)

Elenco:

  • Avançados: Rodrigo Martínez (Argentina), Federico Wegrzyn (Argentina), Juan Pablo Zeiss (Argentina), Pablo Dimcheff (Argentina), José Luís González (Argentina), Leonel Oviedo (Argentina), Lucas Favre (Argentina), Alejandro Luna (Argentina), Francisco Minervino (Argentina), Rodrigo Fernández Criado (Argentina), Franco Molina (Argentina), Carlos Repetto (Argentina), Jerónimo Ureta (Argentina), Lautaro Bavaro (Argentina), Conrado Roura (Argentina), Santiago Ruiz (Argentina), Lucas Santa Cruz (Argentina), Santiago Montagner (Argentina), Santiago Portillo (Argentina);
  • Linha: Gonzalo García (Argentina), Ignacio Inchauspe (Argentina), Joaquin Pellandini (Argentina), Teo Castiglioni (Argentina), Martín Elías (Argentina), Juan Pablo Castro (Argentina), Facundo Ferraro (Argentina), Lucas Mensa (Argentina), Agustín Segura (Argentina), Facundo Cordero (Argentina), Tomás Cubilla Argentina), Leopoldo Herrera (Argentina), Martín Cancelliere (Argentina), Juan Bautista Daireaux (Argentina);

Destaques e expectativas: A segunda equipe profissional da história da Argentina (depois dos Jaguares), Los Ceibos buscam virar uma marca forte em Córdoba, cidade apaixonada por rugby. O time argentino é comandado por Ignácio Fernández Lobbe, treinador campeão do Americas Rugby Championship com a Argentina XV e da 2ª divisão da Currie Cup sul-africana com o Jaguares XV. Mesmo com muitas caras novas, o elenco é uma continuidade da poderosa Argentina XV e por isso é o maior favorito ao título da SLAR. Olhos para nomes de peso como Lucas Mensa (centro de Copa do Mundo), Facundo Cordero, Martín Elías, Teo Castiglioni , Lautaro Bavaro, Santiago Montagner, Franco Molina, Santiago Portillo, Juan Pablo Zeiss, entre outros nomes já experimentados.

 

Olimpia

País: Paraguai

Cidade: Assunção

Treinador: Raúl Pérez (Argentino)

Elenco:

  • Avançados: Liam Hendricks (África do Sul), Facudo Maina (Argentina), Juan Ávila (Argentina), Emilio Gorostiaga (Paraguai), Axel Zapata (Argentina), Facundo Pomponio (Argentina, Enrique Quinteros (Paraguai), Federico Gutiérrez (Argentina), Alejandro Montiel (Paraguai), Enzo Ocampo (Argentina), Brandon Valentyn (África do Sul), Max Katjijeko (Namíbia), Vasikali Mudu (Fiji), Ariel Nuñez (Paraguai), Nicolás Proto (Argentina), Matt Matich (Nova Zelândia);
  • Linha: Nicolás Cabral (Paraguai), Facundo Munilla (Espanha), Damian Stevens (Namíbia), Máximo Ledesma (Argentina), Sebastián Urbieta (Paraguai), Diego Argaña (Paraguai), Gabriel Ascárate (Argentina), Arturo López (Paraguai), Santiago Resino (Argentina), Renato Cardona (Paraguai), Marcelo Matiauda (Paraguai), Manuel Montero (Argentina), Napolioni Nalaga (Fiji), Juan González (Paraguai), Grant Hermanus, (África do Sul);

Destaques e expectativas: O rugby paraguaio fechou parceria com o gigante do futebol Olimpia e tem ambição. Com apenas 9 paraguaos profissionalizados (entre eles Marcelo Matiauda, ex Curitiba), o Olimpia investiu em estrangeiros de qualidade para não apenas se garantir nas semifinais: os alvinegros querem brigar por título. Ex Pumas, Manuel Montero foi a primeira grande contratação e, após ele, chegou o fijiano voador Napolioni Nalaga, ex artilheiro do Top 14 francês. O time do técnico argentino Raúl Pérez (ex treinador dos Jaguares, do Super Rugby) tem uma linha que impressiona, contando ainda com o scrum-half da Namíbia Damian Davies, que jogou a Copa do Mundo, e o ótimo argentino Gabriel Ascárate. No pack, olhos para outro namibiano de Mundial, Max Katjijeko, e para o oitavo neozelandês Matich, ex Chiefs e Blues (Super Rugby);

 

Peñarol

País: Uruguai

Cidade: Montevidéu

Treinador: Pablo Bouza (Argentino)

Elenco:

  • Avançados: Joaquín Jaunsolo (Uruguai), Ezequiel Ramos (Uruguai), Mateo Sanguinetti (Uruguai), Obert Nortjé (Namíbia), Guillermo Pujadas (Uruguai), Sefo Sakalia (Tonga), Diego Arbelo (Uruguai), Mauro Genco (Argentina), Ignacio Péculo (Uruguai), Louis Conradie (África do Sul), Juanjuan Garese (Uruguai), Danny Giraldo (Colômbia), Juan Manuel Rodríguez (Uruguai), Manuel Ardao (Uruguai), Diver Ceballos (Colômbia), Santiago Civetta (Uruguai), Maxime Sonneveld (Uruguai), Sireli Kaloucava (Fiji), Alejandro Nieto;
  • Linha: Santiago Arata (Uruguai), Alfredo Pueyrredón (Uruguai), Bradley Thain (África do Sul), Juan Manuel Cat (Uruguai), Felipe Etcheverry (Uruguai), Jerónimo Portela (Portugal), Geovanny Carvajal (Colômbia), Agustín Della Corte (Uruguai), Janry du Toit (Namíbia), Tomás Inciarte (Uruguai), Andrés Vilaseca (Uruguai), Baltazar Amaya (Uruguai), Nicolás Freitas (Uruguai), Ignacio García (Uruguai), Raffaele Storti (Portugal), Federico Favaro (Uruguai), Jos Iruleguy (Uruguai);

Destaques e expectativas: Os Carboneros do Peñarol são considerados os principais concorrentes dos Ceibos argentinos ao título da SLAR. Os uruguaios têm uma equipe de peso, recheada de atletas que jogaram o Mundial 2019 pelo Uruguai, ainda que a base da seleção uruguaia tenha seguido no exterior. O scrum-half Santiago Arata é certamente o grande nome, com nomes importantes dos Teros na linha: Cat, Vilaseca, Favaro, Freitas, Inciarte. A eles somam-se os jovens portugueses Portela (abertura) e Storti (ponta), que prometem demais. No pack, mais nomes fortes dos Teros, como Alejandro Nieto (o oitavo capitão), Civetta, Ardao, Arbelo, Sanguinetti. Os primeiras linhas Sakalia (Tonga) e Nortje (Namíbia) igualmente jogaram a Copa do Mundo. A vitória sobre o Corinthians deixou claro que o Peñarol faz jus à ambição;

 

Selknam

País: Chile

Cidade: Santiago

Treinador: Pablo Lemoine (Uruguaio)

Elenco:

  • Avançados: Javier Carrasco (Chile), Iñaki Gurruchaga, Iñaki (Chile), Vesi Rarawa (Fiji), Augusto Böhme (Chile), Tomás Dussaillant (Chile), Diego Escobar (Chile), Matías Dittus (Chile), Esteban Inostroza (Chile), Esteban Viale (Argentina), Javier Eissmann (Chile), Mario Mayol (Chile), Santiago Pedrero (Chile), Clemente Saavedra (Chile), Alfonso Escobar (Chile), Nicolás Garafulic (Chile), Thomas Orchard (Chile), Martín Sigren (Chile),
    Bautista Stavile (Argentina), Rodrigo Bruno (Argentina), Ignacio Silva (Chile);
  • Linha: Patricio Baronio (Argentina), Johnny Ika (Tonga), Beltrán Vergara (Chile), Benjamín Baraona (Chile), Lucas Sandoval (Chile), Santiago Videla (Chile), Ignácio Albornoz (Argentina), Vicente Ayarza (Chile), Latiume Fosita (Tonga), Matías Garafulic (Chile), Domingo Saavedr (Chile), Lucca Avelli (Chile), Julio Blanc (Chile), Vicente Tredinick (Chile), Francisco Urroz (Chile);

Destaques e expectativas: Formado basicamente pela seleção do Chile e comandado pelo treinador Pablo Lemoine (que levou o Uruguai ao Mundial de 2015), o Selknam será (junto do Olimpia) o grande concorrente do Corinthians por vaga nas semifinais da SLAR. Apesar do número de atletas dos Cóndores (a seleção chilena), o Selknam tem alguns estrangeiros de qualidade: o terceira linha argentino Rodrigo Bruno e o abertura Latiume Fosita (que defendeu Tonga na Copa do Mundo de 2019) foram reforços que merecem muita atenção.

 

Formato

  • 5 equipes, que se enfrentarão em turno e returno, em um total de 8 jogos por time na primeira fase;
  • Os 4 primeiros colocados avançarão às semifinais, que terão jogos na casa dos times de melhor campanha;
  • O 5º colocado fará dois jogos contra os Cafeteros, da Colômbia (equipe que ingressará plenamente na liga em 2021);

 

Tabela

Jogos no meio de semana em ligas profissionais de rugby são raros, mas a SLAR optou por fazer alguns desses jogos atípicos e sua abertura será numa quarta-feira. A maior parte dos jogos, no entanto, ocorrerá às sextas. Ponha na agenda:

DataHorárioCidadeCampoTime da casa vs Time visitanteRodada/FaseÁrbitro
04/03/202020:30Montevidéu (Uruguai)Estádio CharruaPeñarol13X15Selknam1ª rodadaNehuén Jauri Rivero (Argentina)
06/03/202021:00Córdoba (Argentina)Tala Rugby ClubLos Ceibos48X08Olimpia1ª rodadaFelipe Balbontín (Chile)
14/03/202017:00Santiago (Chile)Estádio NacionalSelknam16X32Los Ceibos2ª rodadaFrancisco González (Uruguai)
ADIADOAsunción (Paraguai)Estádio Manuel FerreiraOlimpiaXCorinthians2ª rodadaTomás Bertazza (Argentina)
ADIADOSanto André (Brasil)Estádio Bruno José DanielCorinthiansXPeñarol3ª rodada
ADIADOSantiago (Chile)SelknamXOlimpia3ª rodada
27/03/2020Córdoba (Argentina)Tala Rugby ClubLos CeibosXCorinthians4ª rodada
27/03/2020Asunción (Paraguai)Estádio Manuel FerreiraOlimpiaXPeñarol4ª rodada
03/04/2020CorinthiansXSelknam5ª rodada
03/04/2020Montevidéu (Uruguai)Estádio CharruaPeñarolXLos Ceibos5ª rodada
17/04/2020Asunción (Paraguai)Estádio Manuel FerreiraOlimpiaXLos Ceibos6ª rodada
18/04/2020Santiago (Chile)SelknamXPeñarol6ª rodada
24/04/2020CorinthiansXOlimpia7ª rodada
24/04/2020Córdoba (Argentina)Tala Rugby ClubLos CeibosXSelknam7ª rodada
29/04/2020Montevidéu (Uruguai)Estádio CharruaPeñarolXCorinthians8ª rodada
29/04/2020Asunción (Paraguai)Estádio Manuel FerreiraOlimpiaXSelknam8ª rodada
08/05/2020CorinthiansXLos Ceibos9ª rodada
08/05/2020Montevidéu (Uruguai)Estádio CharruaPeñarolXOlimpia9ª rodada
15/05/2020Córdoba (Argentina)Tala Rugby ClubLos CeibosXPeñarol10ª rodada
16/05/2020Santiago (Chile)SelknamXCorinthians10ª rodada
22/05/2020A definir1o colocadoX4o colocadoSemifinal
22/05/2020A definir2o colocadoX3o colocadoSemifinal
27/05/2020A definir5o colocadoXCafeterosChallenge Trophy
??/05/2020A definirCafeterosX5o colocadoChallenge Trophy
29/05/2020A definirA definirXA definirFINAL